conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Lula e Alckmin registram candidatura à Presidência no TSE

Publicado

Lula e Alckmin em convenção do PSB
Marcelo Stuckert/Divulgação

Lula e Alckmin em convenção do PSB

O PT formalizou neste sábado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o pedido de registro de candidaturas da chapa presidencial formada pelo petista Luiz Inácio Lula da Silva e seu vice, Geraldo Alckmin (PSB). O procedimento foi feito pela presidente do partido, a deputada Gleisi Hofmann (PR). O prazo para o registo vai até o dia 15 de agosto.

Lula e Alckmin serão candidatos pela Coligação Brasil da Esperança, formada pela federações entre PT/PV/PCdoB), PSOL/Rede, além dos partidos PSB, Solidariedade, Avante e o Agir. O pedido de registro foi feito um dia após se encerrar o prazo para que os partidos realizem as convenções que definem seus candidatos.

O registro no TSE é o último passo para a oficialização de uma candidatura. Com a apresentação do registro, a Receita Federal ficará apta a fornecer um número de CNPJ à chapa, que poderá arrecadar recursos e pagar despesas necessárias à campanha eleitoral.

Até o momento registraram as candidaturas no TSE para concorrer à Presidência, além de Lula:

Felipe D’Avila (NOVO) Léo Péricles (UP) Pablo Marçal (Pros) Sofia Manzano (PCB)

O candidato

Luiz Inácio Lula da Silva tem 76 anos e começou a vida pública no movimento sindical nos anos de 1960, ajudando na fundação do PT. Foi deputado federal duas vezes — no primeiro mandato, participou da elaboração da Constituição Federal.

Lula foi eleito presidente da República na quarta tentativa, em 2002, e reeleito em 2006. A atual candidatura do petista se tornou possível depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as condenações dele da Operação Lava-Jato, por considerar que a 13ª vara de Curitiba era incompetente para julgar as ações.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

PoderData: 41% dos evangélicos desaprovam governo Bolsonaro

Publicado

PoderData: 41% dos evangélicos desaprovam governo Bolsonaro
Reprodução/YouTube Cara a Tapa 13.08.2022

PoderData: 41% dos evangélicos desaprovam governo Bolsonaro

O eleitorado evangélico mantém 55% de aprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), segundo pesquisa realizada pelo PoderData e divulgada nesta quinta-feira (18). Ao mesmo tempo, 41% não o aprovam.

O percentual de apoio teve leve queda em relação a 15 dias antes, quando 61% dos identificados com esse grupo religioso avaliavam positivamente a gestão. Bolsonaro tem na base evangélica o principal ponto de apoio. Os números dele com esse segmento são maiores em comparação ao quadro de aprovação geral, onde marca 40%.

Entre os pessoas da Igreja Católica, 63% reprovam o mandato de Bolsonaro. Apenas 31% o aprovam. Essa diferença na avaliação positiva transitou para a dúvida nos últimos 15 dias – se antes 2% dos católicos não sabiam avaliar a gestão, agora são 6%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Leia mais:  MPRJ mantém condenação de Anthony Garotinho
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Genial/Quaest: Lula e Bolsonaro estão empatados com 39% no RJ

Publicado

Genial/Quaest: Lula e Bolsonaro estão empatados com 39% no RJ
Divulgação – 17.08.2022

Genial/Quaest: Lula e Bolsonaro estão empatados com 39% no RJ

O presidente Jair Bolsonaro (PL) cresceu cinco pontos percentuais e empatou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na intenção de votos dos eleitores do Rio de Janeiro, segundo pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quinta-feira (18). Bolsonaro agora tem 39% dos votos, a mesma porcentagem que Lula.

O crescimento de Bolsonaro foi puxado principalmente pelos eleitores com menor renda, menor escolaridade e mulheres. Entre os mais pobres, Bolsonaro foi de 28% para 37% das intenções de voto. Já entre os que cursaram até o Fundamental, sua fatia do eleitorado foi de 28% a 36% dos votos. Entre as mulheres, o crescimento foi de 28% a 35%.

Cenário de 2° turno 

Em um eventual segundo turno, a distância entre Lula e Bolsonaro no Rio de Janeiro, que era de nove pontos, voltou a cair e agora os dois estão tecnicamente empatados: Lula tem 44% dos votos e Bolsonaro, 42%.

A pesquisa ouviu 1.5 mil eleitores no Rio de Janeiro entre os dias 12 e 15 de agosto. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RJ-07554/2022 e BR-08389/2022.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil  geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro e Lula se atacam em rede social durante posse de Moraes
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana