conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Garcia indica a aliados que vice de sua chapa deve ser do União Brasil

Publicado

Rodrigo Garcia, governador de São Paulo
Reprodução/Instagram

Rodrigo Garcia, governador de São Paulo

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB) , que concorre à reeleição, indicou a aliados nesta quarta-feira que o vice de sua chapa será o deputado federal Geninho Zuliani (União Brasil). Com o acerto, o MDB, que travava uma disputa pela vice com o União Brasil, acabou desbancado.

Pesou a favor de Zuliani o fato de o União Brasil praticamente dobrar o tempo de televisão de Garcia, que com o apoio da sigla vai ultrapassar os 4 minutos no horário eleitoral gratuito. Além disso, o deputado é tido como nome de confiança do governador. Os dois se conhecem desde quando o governador integrava o antigo DEM.

A informação ainda não foi confirmada por Garcia, mas lideranças do PSDB já confirmam o acerto com o União Brasil. A sigla ameaçava romper com o governador e fechar apoio ao ex-prefeito Fernando Haddad (PT), que lidera as pesquisas de opinião na corrida ao governo estadual. Garcia deve oficializar a decisão nesta quinta-feira.

O MDB deve ficar com a vaga ao Senado e o nome mais cotado é o ex-secretário municipal de Saúde Edson Aparecido. A definição gerou atritos entre o MDB e o PSDB e irritou o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), que cobrava o cumprimento de um acordo entre as legendas para a coligação com Aparecido.

O acerto desta quarta-feira estaria vinculado ao apoio à reeleição de Nunes à prefeitura em 2024.

Aparecido deixou o PSDB em abril com o aval de nomes da cúpula tucana, como o senador Tasso Jereissati (CE), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo.

A indicação de Geninho não foi uma unanimidade dentro do União Brasil, que cogitou outros nomes para a vaga, como o ex-ministro Henrique Meirelles e o deputado federal Alexandre Leite.

Geninho, no entanto, trabalhou como assessor de Garcia e, assim como o governador, foi filiado ao DEM. É considerado um nome de confiança do candidato à reeleição.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Aprovação do governo é maior entre quem recebe auxílio, diz PoderData

Publicado

Jair Bolsonaro
Isac Nóbrega/PR – 07.06.2022

Jair Bolsonaro

A primeira rodada da pesquisa PoderData, após início do pagamento do Auxílio Brasil com reajuste para R$ 600, mostra que o governo de Jair Bolsonaro (PL) está mais bem avaliado entre quem recebe o benefício do que entre a população em geral. Segundo o levantamento, que foi realizado entre 14 e 16 de agosto de 2022, a taxa de aprovação da atual gestão atual é de 45% entre as pessoas que receberam algum pagamento do programa substituto do Bolsa Família no último mês.

Já a taxa de desaprovação do governo nesse grupo é de 51%. No entanto, a pesquisa aponta um movimento favorável à administração Bolsonaro nos últimos 15 dias.

O levantamento aponta, ainda, um crescimento de Bolsonaro entre os beneficiários em termos de intenção de voto. Há duas semanas, o mandatário tinha 25% nesse grupo. Agora, são 39%.

Os dados da pesquisa foram coletados através de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.500 entrevistas em 331 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais parta mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-02548/2022

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Leia mais:  IPEC: Haddad lidera com 29%; Tarcísio e Garcia empatam tecnicamente
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

PoderData: 56% desaprovam governo de Jair Bolsonaro

Publicado

PoderData: 56% desaprovam governo de Jair Bolsonaro
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

PoderData: 56% desaprovam governo de Jair Bolsonaro

O governo de  Jair Bolsonaro (PL) é desaprovado por 56% do eleitorado brasileiro, de acordo pesquisa PoderData realizada de 14 a 16 de agosto. Além disso, 40% aprovam a gestão do atual presidente.

De acordo com a pesquisa, a aprovação do governo é ligeiramente mais favorável entre os beneficiários do Auxílio Brasil: 45% aprovam e 51% desaprovam.

Veja em quais grupos Bolsonaro tem mais dificuldade:

  • sexo – só 34% das mulheres aprovam o governo; entre homens, a taxa sobe para 46%
  • idade – aprovação é mais alta entre os adultos de 25 a 44 anos (47%)
  • região – moradores do Nordeste (61%) são os que mais desaprovam a gestão Bolsonaro
  • renda – desaprovação é de 61% entre os que têm renda familiar de até 2 salários mínimos

Os dados foram coletados de 14 a 16 de agosto de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3,5 mil entrevistas em 331 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O registro no TSE é BR-02548/2022.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Leia mais:  IPEC: Haddad lidera com 29%; Tarcísio e Garcia empatam tecnicamente
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana