conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

PSB realiza convenção nesta sexta sob tensão com PT

Publicado

Alessandro Molon
Reprodução: Redes Sociais

Alessandro Molon

O PSB, principal partido aliado do ex-presidente Lula, realiza hoje a sua convenção em Brasília depois de momentos de tensão com o PT nas últimas semanas para definição de candidatos nos estados. As dificuldades na relação ficarem evidentes com a decisão de ontem de Beto Albuquerque de desistir de concorrer ao governo do Rio Grande do Sul. Ao anunciar a sua decisão durante reunião da executiva do PSB, Albuquerque disse que não apoiará o candidato do PT na eleição gaúcha.

No outro nó principal entre as duas legendas, dirigentes do PSB consideram estar encaminhada a saída de Alessandro Molon da corrida ao Senado pelo Rio, mas o deputado reitera os sinais de que não aceita deixar a disputa, e ontem divulgou vídeo reafirmando sua candidatura após a reunião do partido em Brasília.

Lula participará hoje do encontro do PSB que irá sacramentar o apoio do partido à sua candidatura e a indicação do ex-governador Geraldo Alckmin para vice. Desde o começo das negociações, os dois partidos tentaram um esforço para alinhar as candidaturas nos estados. Lula se envolveu diretamente nas discussões para retirar candidatos do PSB no São Paulo e no Rio. No primeiro estado, a articulação foi concluída com sucesso e Márcio França desistiu de concorrer ao governo par tentar uma vaga no Senado na chapa de Fernando Haddad (PT).

No caso do Rio, Molon ainda resiste. A pressão sobre ele e sobre o presidente da legenda, Carlos Siqueira, aumentou na semana passada, quando Lula, durante a sua passagem por Pernambuco, costurou o apoio de lideranças do PSB local à retirada de Molon. O diretório pernambucano é o mais influente no comando nacional do partido.

Leia mais:  Haddad diz que campanha terá que enfrentar fake news

De acordo com uma liderança do PSB, chamou a atenção o fato de Lula ter procurado diretamente nomes como o governador Paulo Câmara e o prefeito de Recife, João Campos, para tratar do tema. Até então, as demandas do ex-presidente nas negociações com o partido aliado vinham por meio de interlocutores. Após os apelos feitos por Lula, a cúpula do PSB pernambucano se reuniu e acertou que atuaria para a retirada de Molon, que não se mostra convencido:

“Quero agradecer as mensagens de apoio e dizer que vamos seguir firmes e fortes até a vitória”, afirmou ele em vídeo divulgado na noite de ontem.

No Rio Grande do Sul, Beto Albuquerque se irritou ao saber que a sua desistência de concorrer a governador foi anunciada em reunião da direção do PT na quarta-feira. Até aqui, o apoio dos petistas a candidatos a governador do PSB está garantido em quatro estados: Rio de Janeiro, Maranhão, Espírito Santo e Pernambuco.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Aprovação do governo é maior entre quem recebe auxílio, diz PoderData

Publicado

Jair Bolsonaro
Isac Nóbrega/PR – 07.06.2022

Jair Bolsonaro

A primeira rodada da pesquisa PoderData, após início do pagamento do Auxílio Brasil com reajuste para R$ 600, mostra que o governo de Jair Bolsonaro (PL) está mais bem avaliado entre quem recebe o benefício do que entre a população em geral. Segundo o levantamento, que foi realizado entre 14 e 16 de agosto de 2022, a taxa de aprovação da atual gestão atual é de 45% entre as pessoas que receberam algum pagamento do programa substituto do Bolsa Família no último mês.

Já a taxa de desaprovação do governo nesse grupo é de 51%. No entanto, a pesquisa aponta um movimento favorável à administração Bolsonaro nos últimos 15 dias.

O levantamento aponta, ainda, um crescimento de Bolsonaro entre os beneficiários em termos de intenção de voto. Há duas semanas, o mandatário tinha 25% nesse grupo. Agora, são 39%.

Os dados da pesquisa foram coletados através de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.500 entrevistas em 331 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais parta mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-02548/2022

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Leia mais:  Gleisi desmente Feliciano: "Fake news de que Lula vai fechar igrejas"
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

PoderData: 56% desaprovam governo de Jair Bolsonaro

Publicado

PoderData: 56% desaprovam governo de Jair Bolsonaro
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

PoderData: 56% desaprovam governo de Jair Bolsonaro

O governo de  Jair Bolsonaro (PL) é desaprovado por 56% do eleitorado brasileiro, de acordo pesquisa PoderData realizada de 14 a 16 de agosto. Além disso, 40% aprovam a gestão do atual presidente.

De acordo com a pesquisa, a aprovação do governo é ligeiramente mais favorável entre os beneficiários do Auxílio Brasil: 45% aprovam e 51% desaprovam.

Veja em quais grupos Bolsonaro tem mais dificuldade:

  • sexo – só 34% das mulheres aprovam o governo; entre homens, a taxa sobe para 46%
  • idade – aprovação é mais alta entre os adultos de 25 a 44 anos (47%)
  • região – moradores do Nordeste (61%) são os que mais desaprovam a gestão Bolsonaro
  • renda – desaprovação é de 61% entre os que têm renda familiar de até 2 salários mínimos

Os dados foram coletados de 14 a 16 de agosto de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3,5 mil entrevistas em 331 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O registro no TSE é BR-02548/2022.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Leia mais:  No primeiro dia de campanha eleitoral, Rodrigo Garcia critica Haddad
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana