conecte-se conosco


MATO GROSSO

Polícia Civil cumpre prisão de autor de tentativa de homicídio ocorrida em 2013

Publicado

Um homem com mandado de prisão em aberto por tentativa de homicídio ocorrida no ano de 2013, em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, nesta terça-feira (19.07), em ação dos policiais da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do município.

Considerado foragido da Justiça, o suspeito estava com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

O crime ocorreu no dia 06 de novembro de 2013 no bairro Pedra 90 em Rondonópolis. Na ocasião, a vítima foi cobrar uma dívida do suspeito e quando virou-se para ir embora foi surpreendida com um golpe de faca pelas costas. A vítima fugiu do local e foi socorrida, sendo encaminhada para o Hospital Regional, conseguindo resistir ao ferimento.

Assim que tomaram conhecimento do mandado de prisão preventiva em aberto, a equipe de investigadores da DHPP iniciou as diligências, localizado o suspeito na região do bairro Parque Residencial Rosa Bororo.

Após ter a ordem judicial cumprida, o preso foi conduzido à DHPP para as providências cabíveis, sendo posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Poder Judiciário realiza solenidade de posse de novos(as) juízes(as) nesta sexta-feira
publicidade

MATO GROSSO

MP debate defesa da Saúde Pública e da Educação Pública pós-pandemia

Publicado

A Procuradoria de Justiça Especializada em Cidadania e Consumidor do Ministério Público do Estado de Mato Grosso promove, nos dias 18 e 19 de agosto, o “Encontro Estadual em Defesa da Saúde Pública e da Educação Pública Pós-pandemia”, com objetivo de capacitar integrantes da instituição e aperfeiçoar as atividades desempenhadas no âmbito da saúde e da educação, bem como atender ao estabelecido no Planejamento Estratégico Institucional (PEI). Destinado a membros e servidores do MPMT, o evento, que ocorre em formato híbrido, também poderá ser acompanhado pelo público externo por meio de transmissão ao vivo pelo YouTube. 

O encontro será aberto na quinta-feira (18), às 8h30. Pela manhã haverá a palestra “Atuação estrutural e sua aplicabilidade na área da Saúde”, com o promotor de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) Marcus Aurélio de Freitas Barros e mediação do promotor de Justiça de Mato Grosso Márcio Florestan Berestinas. À tarde, a partir das 14h, ocorre a palestra “Saúde Mental e Redes de Atenção Psicossocial”, com a psicóloga da Secretaria de Estado de Saúde Daniela Bezerra e com a psicóloga do MPMT Morgana Moreira Moura. A mediação será feita pelos promotores de Justiça Carlos Rubens de Freitas Oliveira Filho e Enaile Laura Nunes da Silva. 

Na sexta-feira (19), o tema abordado será “Acolhimento, recuperação da aprendizagem e  busca ativa escolar”. Os palestrantes serão a superintendente de Educação Básica do Estado, Fabiula Torres Costa Lopes, a secretária de Educação de Cuiabá, Edilene de Souza Machado, o secretário de Educação de Várzea Grande, Silvio Aparecido Fidelis, o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga e o presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime-MT), Eduardo Ferreira da Silva. Os mediadores serão os promotores de Justiça Miguel Slhessarenko Junior e Patricia Eleutério Campos Dower. 

Leia mais:  Policiais civis em cargos eletivos não podem contar tempo de mandato para fins de aposentadoria

O encontro estadual conta com apoio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) – Escola Institucional do MPMT. 

Fonte: MP MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Poder Judiciário de Mato Grosso

Publicado

Foi suspensa a lei municipal de Sorriso (400 km ao norte de Cuiabá) que proibia a exigência de apresentação de comprovante de vacinação contra a Covid-19 para entrar em locais públicos e privados, por decisão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). 
 
Na ocasião, os desembargadores e desembargadoras julgaram uma liminar da Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a Lei Municipal nº 3.217, de 03 de março de 2022. No processo, o Município e a Câmara manifestaram que a pretensão de declarar a inconstitucionalidade não trará nenhum efeito prático, pois a Lei Estadual n.º 11.685/2022, vedou ao Poder Público a instituição de qualquer exigência de apresentação de comprovação de qualquer tipo de vacinação para acesso aos estabelecimentos públicos e privados no âmbito do estado.
 
Mas o relator do processo, desembargador Rui Ramos discordou das considerações e explicou que o cenário da saúde pública é de cuidado, diante de novas variantes do vírus ainda em circulação, inclusive em Mato Grosso.
 
Citando decisão do STF, o relator concluiu que “esse panorama atípico e dramático, que traz consigo efeitos deletérios e que extrapolam limites territoriais e requerem medidas amplas e coordenadas entre os entes federativos, confere substrato suficiente “para a descaracterização do interesse meramente local”.
 
Assim, a lei municipal ficou suspensa até a decisão sobre o mérito da ação direta de inconstitucionalidade.
 
Processo número: 1004313-38.2022.8.11.0000
 
Andhressa Barboza
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Na busca pelo primeiro mandato na AL, Juca do Guaraná quer ‘levar o povo’ para a Casa de Leis
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana