conecte-se conosco


CUIABÁ

Jovem que sofreu acidente de moto conta que recebeu atendimento humanizado e tratamento de excelência no HMC. “Eu me senti a pessoa mais importante, nem parecia que eu estava em um hospital do SUS”, revelou

Publicado

A jovem Lourdeslene Kevillyn, 25 anos, que ficou 36 dias internada no Hospital Municipal de Cuiabá – HMC, após sofrer um acidente de moto, na Av. Fernando Correia, contou que recebeu atendimento humanizado e tratamento de excelência na unidade. “Eu me senti a pessoa mais importante, nem parecia que eu estava em um hospital do SUS”, revelou.

Segundo a jovem, que mora no Residencial Santa Terezinha II, em Cuiabá, ela estava a caminho do trabalho, onde atua como secretária administrativa, quando, ao frear a moto, a mesma derrapou vindo a cair. “Quando eu caí à carreta passou por cima do meu braço. Fui socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel ao Usuário – SAMU e encaminhada ao pronto-socorro, que funciona dentro do Hospital Municipal de Cuiabá”, informou.

“Meu atendimento foi muito rápido, os profissionais da urgência e emergência foram maravilhosos, me confortaram de uma maneira carinhosa, foi algo incrível. Depois passei por cirurgia, por conta da fratura exposta no braço e então fui encaminhada para a observação e depois para a enfermaria”, detalhou.

Segundo o médico e diretor-técnico do HMC, Vinicius Gatto, a paciente foi acompanhada pelas equipes da ortopedia e vascular e por profissionais da equipe multidisciplinar. “Enquanto ela esteve na unidade, a paciente precisou passar por mais três cirurgias, para remoção do tecido necrosado e por sessões de hiperbárica para ajudar no processo de cicatrização. O tratamento oferecido foi de excelência, e o melhor possível. A equipe médica fez de tudo para recuperar o braço da paciente, porém foi necessária a amputação do antebraço”, destacou.

Antes de passar pelo processo de amputação, a jovem, que é casada e tem uma filha, pediu autorização para receber a filha de cinco anos na unidade hospitalar. “Esse encontro foi maravilhoso e muito importante para nós, pois eu estava há dias sem ver ela. Naquele momento, quando a direção do hospital acatou o meu pedido, eu percebi que todos do HMC estavam preocupados com meu bem-estar”, pontuou.

Leia mais:  Sine Municipal encerra a semana com 531 vagas de emprego nesta sexta-feira (05); confira

Paulo Rós, diretor-geral do HMC, ressaltou que a decisão da diretoria, em prol da paciente, é uma determinação da gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro e sua equipe. “A gestão não quer apenas oferecer estrutura grandiosa e profissionais de excelência. O trabalho de atendimento ao usuário do SUS vai muito além. Estamos aqui para cuidar de pessoas, em todos os aspectos. Isso é humanização, é o cuidado com aqueles que precisam”, revelou o diretor.

A jovem, que está se adaptando à nova realidade, após a amputação, disse que o sentimento é de gratidão. “Tenho consciência que foi feito de tudo, que estava ao alcance da medicina, para recuperar o meu braço. E o amor e o carinho que eu senti, por parte dos médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e psicólogos foram gratificantes. O HMC é um hospital diferenciado, só tenho a agradecer”, destacou.

Segundo a jovem, Deus revelou através de sonho, que a amputação aconteceria. “Tudo é propósito de Deus. Não estou triste, pelo contrário, eu estou muito feliz, porque tive a oportunidade de continuar viva e de conhecer pessoas maravilhosas dentro deste hospital, e também, porque eu percebi o quanto eu sou amada”, completou.

Ela disse ainda que pretende voltar a trabalhar o quanto antes. “Não me sinto uma pessoa limitada, sei que posso ter uma vida normal, e estou feliz porque conto com o apoio da minha família. Vejo a minha nova realidade como um mundo incrível que eu não sabia que existia”, finalizou.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Secretaria de Educação realiza formação para coordenadores, professores e assessores pedagógicos que atendem a 3ª infância e meninice

Publicado

A Secretaria Municipal de Educação promove neste mês de agosto, o 4º encontro formativo para coordenadores pedagógicos e professores que atuam no ciclo de alfabetização, 3ª infância (1º e 2º Ano) e meninice (3º Ano).  A formação atende 793 profissionais da educação, sendo 97 coordenadores pedagógicos, 681 professores e 15 assessores do Ensino Fundamental de 80 unidades educacionais que desenvolvem o Programa de Alfabetização Cuiabano (ProAC), e da sede.

A secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado explicou que o Programa de Alfabetização Cuiabano atende 19.843 estudantes matriculados na rede pública municipal de educação. “Nosso objetivo é assegurar a aprendizagem de todos os estudantes das turmas da 3ª infância e meninice com foco no desenvolvimento das habilidades leitoras e escritoras, visando o efetivo processo de alfabetização e letramento”, destacou a secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado.

São muitos os desafios no processo de ensino e aprendizagem do sistema de escrita alfabética e habilidades leitoras nas turmas de alfabetização, desafios que exigem do professor uma prática baseada em diferentes metodologias que dêem conta da diversidade de níveis de desenvolvimento presentes em uma turma.

De acordo com a coordenadora técnica de Ensino, Elijane Gonçalves Lopes esses desafios se acentuaram após o período de pandemia em que as aulas ocorreram no formato não presencial. “Nosso foco neste momento é a recomposição das aprendizagens que requer um processo continuo de estudo dos docentes e uma proposta de formação que possibilite e expanda os conhecimentos relacionados à prática pedagógica’ salientou a coordenadora técnica, Elijane Gonçalves Lopes.

A assessora pedagógica responsável pelo Programa de Alfabetização Cuiabano, na Coordenadoria de Organização Curricular, Mirian Januário Oliveira Krummennuer explicou que a formação tem o compromisso de aprofundar conhecimentos e desenvolver um trabalho de qualidade que assegure o direito a aprendizagem de todos os estudantes.  “A formação continuada dos professores e gestores pedagógicos é fundamental para uma prática que atenda às necessidades da contemporâneidade, com estudantes alfabetizados e letrados.”

Leia mais:  Sugestão de pauta: Secretaria de Meio Ambiente apresenta o Alvará Automático de Obras a profissionais da construção civil

Os estudos estão sendo conduzidos pela equipe da Aprender Editora sob a coordenação da professora especialista Solange Almeida que abordará o tema, ‘As perspectivas de Alfabetização Tradicional, Construtivista e Histórico-Cultural para compreensão critica de alfabetização e letramento’.

Serviço:

4º Encontro formativo para profissionais que atuam no ciclo de alfabetização –  3ª infância (1º e 2º Ano) e meninice (3º Ano)

Dias:  08 e 15/08/2022 – Estudo para os coordenadores – Todos no período vespertino no Hotel Fazenda mato Grosso. Das 14h às 17 h.

Dias:  09 a 12 e 16 a 19/08/2022 – Formação de professores nos períodos matutino e vespertino no Hotel Fazenda Mato Grosso.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Assistência Social realiza entrega de 150 cobertores para a população em situação de rua com a chegada de nova frente fria

Publicado

Com a chegada da nova frente fria, a Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, inicia nesta quarta-feira (09), a distribuição de 150 cobertores da ‘Campanha Aquece Cuiabá’. As entregas serão feitas pela equipe do Centro de Referência Especializado à População em Situação de Rua- Centro Pop, a partir das 18h, em diferentes pontos de concentração da população em situação de rua.

A distribuição dos cobertores será feita enquanto permanecerem as baixas temperaturas, previstas até o final dessa semana. Desde o mês de abril, já foram distribuídos cerca de dois mil. Os locais percorridos são as regiões da Rodoviária, Porto, Praça Ipiranga e Morro da Luz.

Além dessa medida, o Executivo mantém o atendimento por meio do Centro POP. A unidade entregue no final do mês de maio desse ano, é voltada exclusivamente para atendimento desse público, onde é realizado o trabalho de busca ativa, identificação, proximidade e acolhimento dessas pessoas.

A coordenadora de Proteção Especial, Fabiana Soares, lembra que muito mais que oferecer cobertores em razão do frio, a equipe possibilita acolhimento informando sobre as unidades existentes no município. “Sempre que realizamos esses tipos de trabalhos, realizamos essa abordagem para que essas pessoas sejam encaminhadas para as nossas unidades de acolhimento para adultos como, o Manoel Miraglia, da Guia e do Porto. No entanto, nem sempre eles aceitam”, comentou Fabiana.

A equipe de abordagem social realiza a entrega de 450 refeições diariamente, sendo 300 nos pontos de concentração da população em situação de rua e 150 aos trabalhadores do Aterro Sanitário. Essa ação acontece desde o início da adoção das medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, no mês de março de 2020.

Leia mais:  Período de inscrição para o concurso público da Limpurb entra na última semana

“É muito gratificante perceber que de uma forma ou de outra, estamos contribuindo para oferecer dignidade a essas pessoas que dependem do poder público. Graças ao empenho da gestão Emanuel Pinheiro, estamos mantendo a tradição, oferecendo acalento para os cuiabanos acostumados com o clima quente de Cuiabá”, concluiu a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana