conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil inicia atendimento em projeto para 1,6 mil meninas na Capital

Publicado

Duas unidades do Programa Siminina de Cuiabá dos bairros, Osmar Cabral e Santa Izabel receberam a equipe dos projetos sociais da Coordenadoria de Polícia Comunitária da Polícia Civil, para um encontro orientativo sobre o tema “Bullying não é brincadeira”, do projeto “Rede Digital pela Paz”.

O projeto social utiliza como estratégia de abordagem dinâmicas de grupo, diálogos formativos, ilustrações, vídeos e orientações a respeito do bullying, definido como prática de atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetitivas, cometidos por um ou mais agressores contra uma determinada vítima.

Segundo a investigadora de Polícia Mônica Bertasi da Silva, nas atividades inicialmente é feita uma exposição por meio de vídeo dos oito conceitos que caracterizam o bullying como sendo: físico, psicológico, moral, verbal, sexual, social, material e virtual ou cyberbullying.

Posteriormente, é utilizada a dinâmica de grupo com as participantes, as quais são desafiadas a encher balões na cor vermelha e escreverem expressões comuns no cotidiano que resultam no bullying e em outro balão na cor branca é escrito o que eles esperam daquele momento em diante sem bullying.

“Essa estratégia orienta as participantes por meio da comunicação e persuasão a assimilarem os conhecimentos, bem como a construir um ambiente sem a violência do bullying”, explicou a investigadora.

De acordo com a coordenadora do programa Siminina, Dalma Beatriz Monteiro, são atendidas em torno de 1,6 mil meninas distribuídas em 20 unidades por toda a capital. O Siminina oferta atividades como reforço escolar, cuidados médicos e psicológicos reforçados.

“Com o apoio dos projetos sociais da Polícia Civil buscamos fortalecer as ações preventivas previstas no programa, contribuindo cada vez mais com novas propostas para que essas meninas recebam o que há de melhor na formação educacional e social”, frisou a coordenadora.

Leia mais:  Agressor é preso novamente depois de sair da prisão, descumprir medida protetiva e ameaçar vítima

A coordenadora do Ballet Clássico, Maria Augusta Ramos, ressaltou que após a palestra foi notado uma grande diferença em relação a comunicação e interação entre as meninas. “O vínculo entre o respeito e amor ao próximo foram estreitados entre elas.”, disse.

Segundo o delegado de Polícia Jefferson Dias Chaves o projeto Rede Digital Pela Paz foi criado pensando em envolver alunos de diversas idades e escolas como forma de fomentar uma cultura de paz em ambientes escolares. “As ações são voltadas a prevenção da criminalidade em um ambiente para a troca de experiências, denúncias, bate-papos, informação, combater o bullying e outras formas de violência”, destacou o delegado.

O trabalho de prevenção no Programa Siminina conta com a participação do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Cuiabá, Bia Calmon e do investigador Ademar Torres da Delegacia Especializada do Adolescente de Várzea Grande (DEA/VG).

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Foragido de SP é localizado pela Polícia Civil em Primavera do Leste

Publicado

A equipe da Delegacia de Roubos e Furtos de Primavera do leste prendeu nesta terça-feira (28) um foragido da Justiça de São Paulo, após receber informações de que o procurado estava escondido na cidade do leste do estado.

O foragido, de 36 anos, estava com a prisão definitiva decretada pelo crime de furto qualificado. Ele foi condenado a três anos e dois meses para cumprimento da pena em regime semiaberto, contudo, fugiu de São Paulo.

Após a execução do mandado, ele foi encaminhado para realização de exame de corpo de delito e em seguida foi para a unidade prisional de Primavera do Leste, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil e Sema finalizaram operação Fauna após 9 dias de fiscalização
Continue lendo

POLICIAL

Três suspeitos são presos em flagrante por extorsão e associação criminosa em Nova Mutum

Publicado

Três suspeitos pelos crimes de extorsão e associação criminosa contra uma vítima de Nova Mutum foram presos em flagrante pela Polícia Civil , nesta terça-feira (28.06).

Na tarde de ontem, a vítima procurou a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) informando que dois suspeitos foram até sua propriedade para extorqui-lo. Após a saída da dupla, a vítima foi até a unidade policial e informou a situação aos investigadores, que iniciaram as diligências e efetuaram a prisão dos suspeitos em um hotel da cidade, junto com um terceiro integrante.

Com com os suspeitos, além de uma réplica de pistola, foram apreendidos celulares e R$ 4.410,00 e objetos pessoais. Um dos suspeitos estava com um veículo de luxo avaliado em, aproximadamente, R$ 410 mil.

Os suspeitos vieram do Sul do país para dar continuidade a uma série de extorsões contra a vítima, que perdeu uma alta quantia em valores feitos por meio de depósitos após ser ameaçada, implicando em exposição da imagem e ameaça de morte.

Conforme as consultas realizadas pela equipe policial, os suspeitos têm antecedentes por vários delitos, entre eles extorsão.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Agressor é preso novamente depois de sair da prisão, descumprir medida protetiva e ameaçar vítima
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana