conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Ludmilla repudia fala de cantora gospel contra pessoas LGBTQIA+

Publicado

source
Ludmilla repudia fala de cantora gospel contra pessoas LGBTQIA
The Music Journal Brazil

Ludmilla repudia fala de cantora gospel contra pessoas LGBTQIA

No Twitter , a cantora Ludmilla compartilhou trecho de uma entrevista a cantora Bruna Karla para Karina Bacchi , onde a artista gospel falava a respeito da “morte eterna” reservada por Jesus para pessoas LGBTQIA+ . A esposa de Bruna Gonçalves , sendo uma mulher lésbica, repudiou a fala da cantora e comentou sobre a quão perigosa é essa fala.

“Esse é o tipo de discurso que me embrulha o estômago e me deixa revoltada. Pessoas como ela, que se dizem ‘porta-vozes’ de Deus, descartam e fazem mal às pessoas o tempo inteiro pelo simples fato de elas serem quem elas são!” , começou Ludmilla.

Em seguida, a porta voz de Maldivas , se dedica às tragédias que repercutem devido a discursos de ódio como os da cantora gospel Bruna: “Quantos de nós vamos precisar morrer gritando que ISSO NÃO É UMA ESCOLHA?! Mais quanto tempo vamos precisar sofrer pelo direito de amar? Amor ao próximo? Que próximo? Respeito? Pra quem? Chega de ódio. Chega de homofobia. Chega de transfobia. Nós imploramos. Chega!” , finalizou.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Plateia de Silvio Santos provoca deputado de Bolsonaro com L de Lula
publicidade

ENTRETENIMENTO

Após invadir casamento, ex chegou até o quarto de Britney Spears

Publicado

Na última segunda-feira (27),  ocorreu a audiência premiliminar de julgamento contra o ex-marido de Britney Spears, Jason Alexander, que foi preso por tentar invadir o casamento da cantora com Sam Asghari no dia 9 de julho. Na ocasião, uma das testemunhas revelou que o homem chegou até o quarto da artista. 

De acordo com o site TMZ, Richard Eubler, um segurança de Britney que foi demitido depois do incidente, testemunhou e revelou que Jason entrou na propriedade e conseguiu ir direto para o quarto, onde a cantora estava se arrumando. Segundo o profissional, o ex da artista ainda teria tentado abrir a porta do cômodo, mas estava trancada.

“Eu estava na escada, e foi aí que ele recuou e começou a tirar a mão do bolso direito”, relatou Eubler.

O segurança disse que não sabia o que Alexander tinha na mão e apenas se lembrou de pegar a arma. Depois disso, ele entrou na sala de jogo, fechou a porta atrás dele para trancar os dois no cômodo. 

“Ele estava apenas gritando por Britney: ‘F***-se. Vou voltar para dentro do jeito que vim.’”, relembrou Eubler, que continuou o depoimento e disse que chegou a brigar com o ex de Britney. 

Segundo ele, os dois lutaram dentro da sala de jogos, Alexander teria dado uma cotovelada e depois socou Eubler enquanto tentava voltar para dentro da parte principal da casa.

Alexander se declarou inocente das acusações. Outra testemunha, um detetive do xerife do condado de Ventura, relatou no julgamento que Britney que o ex-marido era “assustador”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Plateia de Silvio Santos provoca deputado de Bolsonaro com L de Lula
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Participante de No Limite já trabalhou como drag queen de bigode

Publicado

Participante de No Limite foi Drag Queen antes do reality
Reprodução/GShow

Participante de No Limite foi Drag Queen antes do reality

Victor Hugo já foi Colírio da Capricho, artista circense, DJ e drag queen antes de entrar em No Limite 6.  O participante é fã do programa RuPaul’s Drag Race e, desde 2011, tinha muita vontade de se montar.

Inspirado na cantora Dolly Parton, Victor compôs o alterego artístico Joline Parton, e conheceu a artista Kika Boom, famosa drag que está conquistando o Brasil cada vez mais com sucessos Tá Quente e Som Legal. 

“Tudo começou em uma viagem com os amigos de Goiânia para o Rio de Janeiro, em 2013. Não éramos tão próximos, mas foram tantos perrengues e situações engraçadas que a amizade foi selada ali”, disse ele sobre como conheceu Kika. Os dois são amigos até hoje e, inclusive, Victor já foi DJ da drag queen. 

Por mais que Victor não atue mais como Joline Parton, ele continua acompanhando fielmente artistas como Pabllo Vittar, Gloria Groove e, claro, a própria Kika.

“Ele se inspirou pelas drags mais alternativas da cena Club Kid. A desconstrução de gênero e o excesso sempre fizeram parte do que ele ama, por isso o bigode sempre foi a sua marca, mesmo quando montado. O circo também sempre fez parte de suas inspirações, como o Freak Show e Clown”, disse o marido de Victor Hugo. 

*Com a colaboração de Gabriela Ramos.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  MD Chefe vence BET Awards como Artista Revelação Internacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana