conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Justiça usa força policial para penhorar bens na casa do cantor Hudson

Publicado

source
Justiça usa força policial para penhorar bens na casa do cantor Hudson
The Music Journal Brazil

Justiça usa força policial para penhorar bens na casa do cantor Hudson

O cantor Hudson , que faz parte da dupla com Edson , foi alvo de um processo judicial onde foi necessária a utilização da força policial para que eles realizassem uma penhora de bens na casa do sertanejo, que fica em Limeira , interior de São Paulo . As informações são do UOL.

Segundo a publicação, a ordem da penhora foi executada pelo juiz Guilherme Silveira Teixeira em um processo que foi movido por Wagner Mendes da Cunha, ex-empresário da dupla. Ele cobra na justiça uma dívida dos artistas referente a R$ 9 milhões.

O referido montante financeiro se refere a uma multa pelo descumprimento de um contrato celebrado por Edson e Hudson com o empresário no ano de 2009.

O uso da força policial

A ação policial realizada em Limeira foi autorizada no dia 27 de maio e incluía o arrombamento do imóvel e eventuais cofres, caso fosse dificultada a execução da penhora.

“Caso estritamente necessário, fica deferida ordem de concurso policial e ordem de arrombamento, inclusive de cofres eventualmente existentes” , determinou o juiz Guilherme Silveira Teixeira, conforme relatou o UOL.

A defesa de Hudson , de acordo com o portal, só ocorreria em caso de “estrita necessidade” e que a penhora, segundo ela, foi um “verdadeiro ato de terrorismo”.

“A penhora se transformou em uma operação policial, em verdadeiro ato de terrorismo em seu nome (o do juiz), inclusive com ameaças feitas aos colaboradores da portaria, que apenas realizavam seus serviços diários”, reclamou o corpo jurídico de Hudson.

A justiça ainda analisará a representação.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Marcelo Tchakabum diz que participante defecou em prova do 'Power'
publicidade

ENTRETENIMENTO

Mario Frias compartilha vídeo e alfineta Bárbara Paz: “Quanto egoísmo”

Publicado

Mario Frias e Bárbara Paz
Reprodução/Instagram

Mario Frias e Bárbara Paz


Mario Frias  não gostou nada de ver  Bárbara Paz, que dá vida à vilã Úrsula Alves, na novela “Além da Ilusão”, da Globo,  cutucando o governo de Jair Bolsonaro durante sua participação no programa “Altas Horas”, de Serginho Groisman, no último dia 18 de junho.

E, com a repercussão da declaração em alguns grupos de WhatsApp e perfis nas redes sociais,  ele, que deixou o comando da Secretaria Especial de Cultura no mês de março, aproveitou para retuitar o trecho e mostrar seu incômodo com a  atriz.


“Votar direito é votar em corrupto? Os paladinos da verdade querem dizer em quem o povo deve votar baseado no que eles deixaram de ganhar? Quanto egoísmo! É sempre a mesma ladainha, mas todos sabemos o motivo de tanto choro. Essa gente vive em uma realidade totalmente paralela”, desabafou  Frias no Twitter.

Para quem não assistiu à atração,  Bárbara ressaltou que, “acima de tudo, a gente tem que votar direito. Em outubro, é a eleição, a gente tem que valorizar a nossa cultura, porque os preços do jeito que estão, o alimento, o gás, a luz, o cinema, que está restrito, do jeito que está, não dá para continuar”.

Leia mais:  Jovem Pan contrata Carla Cecato para substituir Antonia Fontenelle


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Queridinha das celebs, Lívia Brasil dá dicas para ter um feed perfeito

Publicado

Lívia Brasil
Reprodução/Instagram

Lívia Brasil

Seguida por nomes como  Karina Bacchi, Cida Marques, Deborah Albuquerque  e  Renata Banhara, Lívia Brasil, pioneira do segmento dos presets no Brasil e que acumula mais de 1,5 milhão de seguidores no Instagram, topou conversar com o iG Gente para “tentar” desvendar o segredo de seu sucesso e o motivo de ter virado o nome da vez.

“Eu ensino o que ninguém fala por trás das redes sociais, desde as tendências do algoritmo, caminhos para viralizar vídeos, postagens e como crescer e ganhar dinheiro com a internet até os ‘aplicativos secretos’ que as  blogueiras usam, mas não assumem”, começou dizendo, entre risos.

Em seguida, Lívia explicou que “saber se posicionar, pensar na paisagem e avaliar a iluminação” são itens essenciais para fazer um “barulhinho bom” nas páginas. Mais do que isso, elencou três truques infalíveis na hora de as pessoas ensaiarem um sorriso e ouvirem a frase: “Olha o passarinho!”. Confira os momentos mais marcantes do bate-papo!


Lívia Brasil
Reprodução/Instagram

Lívia Brasil


Luz:  “O tamanho da qualidade da foto é diretamente ligado a quanto houve de investimento, indiretamente, para ela. É claro que, seja de celular, seja de uma câmera profissional, dá para ter um resultado excelente em todas as possibilidades. A luz é um dos principais requisitos. Estar sem sol direto, sem foco e priorizar uma iluminação mista e indireta é uma das melhores instruções que posso dar”.

Leia mais:  Jean Visconti fala sobre nova fase de atração da TV Cultura: "Ansioso"

Posicionamento:  “Às vezes, a posição em que a pessoa ficará é que vai definir a foto. Porque, se ela estiver em um cenário encantador, mas com o enquadramento errado, a imagem não vai refletir a beleza do local nem a dela. Se você não tem habilidade em pensar sozinha nisso, pegue boas referências e pesquise antes. Treine em casa, veja poses, e o melhor: coloque em prática!”.

Configuração:  “Até no celular, esse aspecto da câmera pode ser regulado, e muita gente nem sabe que isso é possível. Hoje, os smartphones têm tanto configuração de sistema quanto de câmera, ou seja, você consegue estabelecer as ferramentas que usará na hora de tirar a foto e no instante de armazená-la, por exemplo, já que dá para fotometrar e escolher o tamanho do arquivo. Leia sobre o seu aparelho, explore essa possibilidade, e na edição também existem formas de otimizar ainda mais o clique”.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana