conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Caderno do julgamento de Johnny Depp e Amber Heard é leiloado

Publicado

source
Julgamento de Amber Heard e Johnny Depp
Vanessa Monteiro

Julgamento de Amber Heard e Johnny Depp

Norte-americano está leiloando o caderno que levou ao julgamento do caso de Johnny Depp e Amber Heard. Ele escreveu detalhes das audiências em cada sessão do julgamento. Até o momento, o maior lance é de 14 mil dólares, equivalente a R$ 71 mil reais. 

Ao TMZ, Larry Foreman, que está por trás do leilão, disse que o dinheiro será doado para o Hospital Infantil de Los Angeles. Ele conta que as anotações do julgamento mostram detalhes não vistos na TV, incluindo a reação dos jurados. 

Larry foi até o tribunal em Fairfax, Virgínia, para acompanhar o caso, mas disse que anotou os pensamentos e observações “apenas para memórias pessoais”. Os amigos que o teriam convencido a escrever mais. 

Por enquanto, 133 lances foram feitos. O caderno detalha os dias 23 e 26 do julgamento, que, ao todo, durou seis semanas. O caderno tem 20 páginas por dia e detalha as sensações e o que foi dito no tribunal. Em uma das fotos divulgadas, é possível ler o que aparentam ser observações dele sobre o júri:

“[ele está] caindo no sono, piscando muito” ou “ela não estava bebendo muita água antes da pausa, mas agora é quase constante. Ela não está interessada”. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  5 estadias aconchegantes na América do Sul para o inverno
publicidade

ENTRETENIMENTO

Klara Castanho rompe silêncio e fala sobre papel polêmico na Netflix

Publicado

Klara Castanho interpreta jovem vítima de abuso sexual em série da Netflix
Reprodução/Instagram

Klara Castanho interpreta jovem vítima de abuso sexual em série da Netflix

Depois de relatar a violência sofrida em uma carta aberta nas redes sociais , Klara Castanho falou sobre Ângela, sua personagem na série Bom Dia, Verônica, da Netflix, que sofrerá abuso sexual de seu pai. Em um post feito pela produtora da trama, Zola Filmes, a atriz agradeceu o cuidado da produção com ela e revelou o que deseja no momento.

“Que nossa Ângela traga ventos de mudanças. É só o que eu desejo agora. Obrigada pelo cuidado de vocês”, escreveu na publicação, que elogiava a atriz e desejava apoio. Esta será a segunda temporada da série original Netflix e, nela, Klara dará a vida a uma personagem que será vítima de violência sexual pelo próprio pai, interpretado por Reynaldo Gianecchini.

Depois do relato feito pela atriz no último sábado (25), a produção decidiu editar algumas cenas do abuso. Segundo a equipe da série, ela não gravou nenhuma sequência explícita de estupro, apenas momentos que dão a entender o crime. Mas, mesmo assim, vão tomar cuidado para abordar o assunto. 

*Com a colaboração de Gabriela Ramos.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Após alta, Rodrigo Mussi aproveita o festival de Parintins
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Peça “Amantes Irmãs” tem Norma Blum na direção

Publicado

Peça tem direção de Norma Blum
Reprodução 29.06.2022

Peça tem direção de Norma Blum

Ariel, Carmem e Inês são três irmãs criadas dentro dos preceitos cristãos e que tem como única verdade os ensinamentos da religião.  Ariel, irmã do meio, interpretada por Fellipe Defall, se descobre transexual na adolescência e após ser expulsa de casa, sem expectativas de sobrevivência, acaba caindo na prostituição e mantém contato apenas com Carmem, a mais velha, interpretada por Camila Piva, que se torna beata fervorosa. 

Inês, a caçula, interpretada por Natali Duarte, se casa com Estevão, interpretado por Thiago Zimiano, um bancário bem-sucedido e vive de aparência de um casamento feliz, mesmo sabendo que o marido a trai com outras muitas mulheres. 

O reencontro dessas irmãs, depois de muitos anos, gira em torno da descoberta de que Ariel tem o marido de Inês como seu cliente fixo. Já Inês, fragilizada por após ter sofrido um aborto, não consegue mais engravidar. Carmem arquiteta um plano de vingança onde deseja matar Estevão e ficar com seu dinheiro.

A peça será a execução desse plano até então perfeito. O texto, escrito por Felipe Defall,  trabalha questões importantes como a transfobia e o não acolhimento pela família, o fanatismo religioso e o direito ao aborto. Traz muito de Nelson Rodrigues que, brilhantemente, trabalhou em seus textos os conflitos do “submundo” da sociedade perfeita, que de perfeita nunca tivemos. 

‘O Ser humano é muito frágil e extremamente complexo. Justamente o fato de ter sido a Carmem, a irmã mais beata, ter sido a que arquitetou um plano de assassinato como forma de punição, nos mostra o quanto a questão da religião está tão distorcida. Nem tudo é o que parece ser”, nos conta Camila Piva. 

Leia mais:  Afastada dos palcos, Simaria surge sensualizando nas redes sociais

Norma Blum, atriz com 70 anos de carreira, assina a direção primorosa da peça. “’Amantes Irmãs’ foi a possibilidade de voltar a trabalhar com direção de teatro, com um grupo de jovens atores e uma temática da peça afastada do meu universo pessoal, sendo então um grande desafio pessoal. Eu amo desafios e fiquei muito feliz com a resposta do elenco e com o resultado final”, relatou Norma. 

A peça fica em cartaz no Cabaret da Cecília, em São Paulo, até 28/07. 

Para sugestões e pautas:  [email protected]

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana