conecte-se conosco


CUIABÁ

Assistência Social segue com ação de mobilização contra o trabalho infantil nesta sexta-feira (24)

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá,  por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, mantém durante o mês de junho programação especial voltada para mobilização da sociedade contra o trabalho infantil. A programação que teve início em 12 de junho,  Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, e segue com atividade de mobilização popular, nesta sexta-feira (29), a partir das 17 horas, na Feira Livre do CPA III- Setor III, em Cuiabá, com a distribuição de panfletos informativos sobre o assunto.

A equipe de trabalho do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil- PETI tem percorrido diferentes pontos da capital, com grande aglomeração popular a fim de conscientizar e sensibilizar o maior número de pessoas de que o trabalho infantil é crime e precisa ser denunciado. 

Para encerramento das ações, na próxima quarta-feira (29), o local escolhido foi as instalações do Mercado do Porto, com início previsto para as 17 horas. Os munícipes podem ser um potente agente inibidor de ocorrências desta natureza. Para colaborar é bem simples, ao presenciar casos como este, basta entrar em contato pelo Disque 100 ou pelo telefone: (65) 99206-6741 (Conselho Tutelar Plantão). 

“A sensibilização de toda a sociedade em prol da eliminação do trabalho infantil é muito importante para o combate efetivo. É louvável que todos saibam das consequências graves geradas à saúde das crianças e adolescentes, quanto ao trabalho precoce, ou seja, campanhas como essa que sensibilizam o público local são de grande valia”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira. 

O trabalho infantil é toda forma de trabalho exercida por crianças e adolescentes de ambos os sexos, abaixo da idade mínima legal permitida, que no Brasil é de 16 anos. A única exceção condiz com a admissão em caráter de aprendiz, sendo permitido a partir dos 14 anos completos. 

Leia mais:  Prefeito Emanuel Pinheiro prorroga a vigência do concurso público da Educação até julho de 2024

“A erradicação do trabalho infantil é uma preocupação da gestão Emanuel Pinheiro e da primeira-dama, Márcia Pinheiro. Temos que trabalhar e promover ações que ofereçam condições que proporcionem uma vida digna e de qualidade a toda população cuiabana, principalmente àquelas em situação de vulnerabilidade social”, finalizou a secretária.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Limpurb atua em várias frentes de trabalho e prepara entrega de novas praças para os próximos meses

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá segue atuando de forma intensa para garantir à população o acesso facilitado a áreas de lazer. Esse planejamento é executado por meio da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) e, neste momento, encontra-se com seis frentes de trabalho simultâneas em andamento em diferentes regiões da cidade.

Atualmente, as obras de construção de novas praças estão concentradas nos bairros Voluntários da Pátria (região do Pedra 90), Jardim Araçá, Dom Aquino (Av. Carmindo de Campos), Jardim Califórnia, e Jardim Passaredo. A previsão é de que todos esses trabalhos sejam concluídos nos próximos meses.

“Uma das marcas da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro é esse trabalho de democratização, levando essas estruturas para bairros mais afastados da região central. Ao fazer isso, conseguimos garantir que a qualidade de vida e saúde que esses locais oferecem estejam cada vez mais perto daqueles que mais precisam”, explica o diretor-geral da Limpurb, Júnior Leite.

Conforme o cronograma montado pelo setor de zeladoria da Limpurb, três estruturas estão com as obras mais adiantadas e devem ser entregues aos moradores de suas respectivas comunidades já no mês de julho. São elas: as praças do Voluntários da Pátria, Jardim Araçá, e Dom Aquino.

Para o Jardim Califórnia, a estimativa é que as inaugurações ocorram em agosto, já que o bairro será contemplado com dois espaços de lazer. No caso do Jardim Passaredo, o trabalho ainda está em fase inicial e, por conta disso, a Limpurb pretende finalizar a construção da praça ao longo do segundo semestre deste ano.

Os projetos são elaborados pela própria Limpurb e garantem uma estrutura básica composta por academia ao ar livre, playground, pista de caminhada, iluminação de LED, bancos, lixeiras e jardinagem. Em áreas maiores, o prefeito Emanuel Pinheiro determina ainda a construção de outros equipamentos como ParCão, campo de futebol, quadra de areia ou quadra poliesportiva.

Leia mais:  Prefeito e vice vistoriam obras de pavimentação asfáltica no bairro Parque Amperco

“É um trabalho que acontece de forma planejada, para que o equipamento entregue à população tenha qualidade. Então, buscamos estabelecer prazos, que é importante, mas o nosso foco está voltado para a execução de uma obra que esteja de acordo com a característica de cada área e que atenda de forma eficiente as necessidades dos moradores”, pontua o adjunto de Zeladoria, João Hauer.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Quase 500 pessoas participam do 2º Encontro Municipal de Cuiabá contra a LGBTQIfobia 

Publicado

O 2º Encontro Municipal de Cuiabá contra a LGBTQIfobia aconteceu na noite de quarta-feira (29) e contou com a participação de quase 500 pessoas que acompanharam o debate sobre o tema: “Respeitando a Diversidade, lutando contra a intolerância e combatendo o preconceito” – por meio de uma live transmitida pelas redes sociais da Prefeitura de Cuiabá. O evento foi idealizado pela Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência,  por meio da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos.

Adjunta de  Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência,Christiany Fonseca, pontuou que discussões sobre este tema são válidas para  que a sociedade civil compreenda quais são as sensibilidade e vulnerabilidades do público para que seja criadas políticas públicas para esse grupo social. “Esse é o mês do Orgulho LGBT, mas infelizmente quando a gente se remete ao Brasil, a Mato Grosso, Cuiabá, a ainda temos pouco a se orgulhar. O Brasil é um dos países que mais mata LGBTs, Mato Grosso é o  segundo estado que mais mata LGBTs. A gente só perde para o Alagoas. E Cuiabá é a 7º cidade no estado que mais mata LGBTs e violenta LGBTs. Isso é sinal que precisamos dialogar muito. Uma ação  como esta  serve para que dialoguemos com a sociedade civil para compreender quais são as sensibilidades e vulnerabilidades e vai possibiltar que pensemos em efetivas políticas públicas. Essa é a nossa perspectiva quando levantamos um ponto como este. A Prefeitura de Cuiabá já disse não a LGBTFobia, quando  criou o Programa Incluiabá, que contrata homens trans, gays , lésbicas e travestis e  quando fortalece o Conselho MUnicipal de Atenção à Diversidade  Sexual. São pontos fundamentais para pensarmos. A  população LGBT é muito vulnerável”.
O presidente do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual de Cuiabá, Valdomiro Arruda, comenta sobre a importância de discutir o tema para combater a violência e homofobia. “São palestrantes que conhecem a realidade, sabem dos reais anseios. A discriminação existe, a violência existe,  o entretenimento  não existe. Ficamos à mercê do poder público. Queremos viver sonhos. Somos iguais a todo mundo. Estamos falando para fora, para os héteros, não é só para nós, é para que todos saibam o que está ocorrendo porque homofobia é crime”, lamentou ele. 
A coordenadora do grupo Mães pela Diversidade, Josiane Marconi, cita  a importância do evento na luta contra a transfobia, principalmente em Mato Grosso Cuiabá,  que já foi considerada uma das capitais mais violentas do mundo e o Brasil é o país que mais mata.
“Para uma mãe  que tem um filho (a) LGBT é uma dor muito grande, uma preocupação. Aliás,  o que mais nos une é o medo de como nossos filhos serão tratados, se vão arrumar emprego, se os seus direitos serão garantidos. Somos nós, as mães, que choramos quando nossos filhos são assassinados. Parem de matar. Parem de humilhar nossos filhos. São pessoas que só querem viver e amar. Muitos pregam o amor de Deus, mas, Deus é amor, não é ódio”. 
Participaram do encontro:  o fundador da Movimentação LGBTQA+ em MT, professor Clóvis Arantes, a professora do departamento de Serviço Social da UFMT,  Dr. Lélica Elis Pereira de Lacerda, Tenente-coronel PM e secretário do Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia, Ricardo Bueno, a secretária adjunta de Educação, Débora Marques Vilar e Juarez França, do Conselho Municipal da Juventude. 
 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Leia mais:  Inscrições para segunda turma do curso ‘Qualifica mais Progredir’ poderão ser feitas a partir de 1º de julho

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana