conecte-se conosco


POLICIAL

Advogado é preso em flagrante pela Polícia Civil por violência física e psicológica

Publicado

Um advogado suspeito de agressões físicas e morais contra a esposa, em Cuiabá, foi preso pela Polícia Civil, na noite de terça-feira (07.06), em uma atuação da equipe do Plantão de Atendimento à Vítima de Violência Doméstica e Sexual da Capital.

O suspeito de 41 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de lesão corporal e ameaças no âmbito da Lei Maria da Penha.

As diligências iniciaram logo após a vítima de 27 anos comparecer na unidade da Polícia Civil e relatar que havia acabado de ser agredida pelo marido. Ela estava com lesões na cabeça, braço e joelho.

As agressões ocorreram na residência do casal, no bairro Shangri-lá. A vítima informou que o suspeito vem ,reiteradamente, a agredindo física e moralmente, além de ser impedida de trabalhar fora e depender financeiramente do agressor.

De acordo com a apuração inicial, há indícios de violência psicológica e convivência abusiva desde que a mulher se casou, aos 15 anos de idade com o suspeito. Ela contou que também foi ameaçada de morte.

Segundo a vítima, todas as vezes que ela manifesta o interesse de romper com o relacionamento abusivo, o marido a ofende verbalmente e ameaça, dizendo que vai retirar a guarda dos filhos do casal e impedir que ela os visite.

Diante da gravidade dos fatos, os policiais civis realizaram as diligências e conduziram o suspeito ao Plantão da Mulher, onde foi interrogado pela delegada Lizzia Ferraro. Depois da autuação em flagrante delito, ele foi encaminhado para audiência de custódia, no Fórum da Capital.

A vítima foi encaminhada para exame de corpo de delito e atendimentos psicológico e jurídico.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Três pessoas são detidas em ação conjunta por embriaguez ao volante em Aripuanã
publicidade

POLICIAL

Idoso condenado a 14 anos por estupro é preso em Nova Mutum

Publicado

Mais um foragido da Justiça pelo crime de estupro, foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (28.06), em Nova Mutum, região norte do Estado, durante ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O foragido, de 60 anos, teve o mandado de prisão decretado pelo Poder Judiciário, após ser condenado a 14 anos de reclusão em regime inicialmente fechado, pelo crime de estupro.

Diante da ordem judicial, os policiais civis da Derf realizaram diligências e localizaram o condenado nas proximidades de um frigorífico em Nova Mutum.

Após cumprimento do mandado, o idoso foi conduzido para as providências cabíveis, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil recupera em VG camionete furtada no bairro Santa Cruz em Cuiabá
Continue lendo

POLICIAL

Suspeito que agrediu e roubou idoso em Santa Terezinha é preso em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

Um idoso de 67 anos, trabalhador de uma fazenda no município de Santa Terezinha, foi brutalmente agredido durante um roubo ocorrido na noite do último domingo. Um suspeito do crime, de 37 anos, foi preso em flagrante e outro é procurado pela Polícia Civil.

A vítima foi encaminhada ao hospital de Santa Terezinha na madrugada de segunda-feira, após ser encontrado, desacordado, em uma estrada do município.

O idoso apresentava diversas lesões na cabeça, rosto e pelo restante do corpo. Ele declarou aos policiais que estava na beira do rio bebendo com um colega de trabalho e depois ficou sozinho no local. Por volta das 22h, pegou uma carona para ir embora e na estrada, o condutor parou a motocicleta e perguntou à vítima pelo dinheiro. O idoso respondeu que não tinha e o suspeito começou a bater na vítima até que ela desmaiasse. A vítima desclarou que não conhece o suspeito e que foi levado dele um valor em dinheiro.

Após diligências, a equipe da Delegacia de Santa Terezinha identificiou dois envolvidos no roubo ao idoso. Um deles, de 37 anos, foi preso em flagrante.

O delegado Diogo Jobane representou pela prisão preventiva do outro suspeito. A equipe policial está em buscas pelo paradeiro do segundo suspeito do roubo.

O outro suspeito, de 44 anos, tem registros criminais em três estados. No Pará ele responde por um homicídio ocorrido em 2001 e a quatro inquéritos por furtos ocorridos no Tocantins.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil participa da 4ª edição do Curso de Inteligência de Fiscalização Ambiental 2022
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana