conecte-se conosco


MATO GROSSO

SES promove encontro para debater sobre doença celíaca e alergia alimentar

Publicado

Durante o encontro “Conhecendo mais sobre a Alergia Alimentar”, que integra a Semana Estadual de Conscientização sobre Alergia Alimentar, realizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), pais que têm filhos com a doença celíaca e com intolerâncias e alergias alimentares relataram suas experiências de superação e de inclusão alimentar social.

O evento ocorreu nesta terça-feira (10.05), no auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE), em Cuiabá. Os familiares de bebês, crianças e adolescentes participaram de debates sobre a alergia alimentar nos sistemas educacional e de saúde pública, com foco na inclusão social.

Leda Alves, presidente da Associação de Famílias com Intolerâncias e Alergias Alimentares (Afinal), criada em 2018 com objetivo de promover políticas públicas inclusivas, expôs sua experiência como mãe de uma criança com alergia alimentar, hoje com 10 anos, diagnosticada aos quatro meses de vida. Leda é comunicadora e há cerca de seis anos vem informando famílias sobre a alimentação adequada e segura para os seus filhos. 

A profissional lembra que hoje já se tem mais informação sobre o tema e também mais oferta de alimentos específicos para quem tem intolerâncias e alergias alimentares. Ela orienta os pais para que fiquem atentos aos sintomas dos filhos após as refeições e a amamentação.

“O meu filho, recém-nascido, que não dormia a cada mamada, tinha diarreias com sangue, vômitos em jatos, cólicas e reações alérgicas na pele. Era rotina correr com ele para as emergências de unidades de saúde. Até descobrir que ele tinha alergia alimentar”, alertou Leda Alves para os sintomas da doença.

Bruna Mendes Dias, mãe de uma menina de nove anos de idade e que desde os três anos foi diagnosticada com alergia alimentar múltipla e doença Celíaca, conta que até a descoberta, o caminho foi longo e sofrido. A filha precisou passar por um choque anafilático para poder descobrir o diagnóstico correto.

Leia mais:  Politec é acionada para apurar causas do acidente na BR-163 entre ônibus e carreta

“Até o cheiro de alimentos provocavam a alergia; o diagnóstico é difícil e existe o preconceito em relação a essa situação. Eu chorei muito quando ouvi que eu era exagerada, louca e que estava inventando a doença para querer aparecer. Minha filha tem alergia ao arroz, ao feijão e ao milho. A doença Celíaca é autoimune e é para o resto da vida”, disse.

Por causa da experiência que viveu com a filha, Bruna decidiu investir na produção de uma culinária inclusiva com alimentos aptos para alérgicos múltiplos e celíacos, com uma cozinha exclusiva para esse público. Além disso, ela e outros pais criaram a Associação dos Alérgicos e Intolerantes Alimentares de Mato Grosso, da qual é vice-presidente.

Sérgio Pereira da Silva, pai de uma menina com 11 anos de idade, relata que em 2017 a filha passou a sentir dores abdominais e foi diagnosticada com a doença celíaca, com intolerância ao glúten. A rotina da família precisou ser adaptada à nova descoberta.

“Depois de quatro anos de luta e sofrimento, o intestino dela melhorou porque o diagnóstico da doença foi tardio. Há muitos pais que têm filhos com sintomas de intolerância e que não sabem. A ignorância dificulta o diagnóstico precoce e o tratamento. Falta se conscientizar, acesso a mais palestras em escolas sobre o assunto, e mais atenção aos sintomas. A intolerância alimentar pode levar a óbito”, alertou.

Hoje os filhos do Sérgio, da Bruna e da Leda já se alimentam de forma adequada e segura e conseguem aos poucos reintroduzir os alimentos que antes lhes causaram tanto sofrimento. Contudo, a luta pela conscientização continua para que outras famílias sejam orientadas e ajudadas de forma correta.

Para que esse auxílio qualificado esteja ao alcance de todos, os pais juntamente com os técnicos das áreas da Saúde e da Educação estadual, municipal e federal, elaboraram, ao final do evento, um documento contendo orientações aos gestores públicos, com abrangência nas áreas da saúde, da educação escolar pública e da Educação em capacitação permanente de profissionais das duas áreas.

Leia mais:  Governo de MT investe R$ 280 milhões e entrega 600 novos ônibus escolares

“As orientações recomendam ações governamentais em âmbito estadual, municipal e federal, além de instâncias de controle social, como Conselho Estadual da Criança e do Adolescente, entre outros, para que promovam mudanças nos serviços públicos em áreas fundamentais, com políticas sociais inclusivas”, pontuou a coordenadora de Promoção e Humanização da Saúde da SES, Rosiene Pires.

Doença celíaca

A doença celíaca é autoimune e causada pela intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, como massas, pizzas, bolos, pães, biscoitos, cerveja, uísque, vodka e alguns doces, provocando dificuldade do organismo de absorver os nutrientes dos alimentos e vitaminas.

Alergia alimentar

A reação alérgica atinge cerca de 8% das crianças com idade inferior aos três anos e quase 3% dos adultos. Entre os fatores que aumentam o risco de apresentar alergias, está a predisposição genética. Mais de 50% dos pacientes com alergia alimentar diagnosticada possuem histórico familiar, além de falhas dos mecanismos de defesa e permeabilidade do sistema digestivo.

Os sintomas mais comuns da alergia alimentar são reações epidérmicas, como inchaços, coceiras e urticária, e no sistema digestivo, como disenteria, dores abdominais e vômito. Também é possível – apesar de menos comum – o desencadeamento de alguns sintomas respiratórios, como tosses, chiados no peito e rouquidão.

Tratamento e diagnóstico

O primeiro passo no combate à alergia alimentar é o diagnóstico correto. Ele só é possível por meio de avaliações clínicas, que incluem testes alérgicos e exames de sangue específicos para possibilitar a investigação do agente causador da alergia.

Não existe cura ou um remédio distinto para tratar a alergia alimentar. O uso de medicamentos só deve ser feito mediante indicação médica. O ideal é excluir da dieta os alimentos e substâncias que provocam alguma reação alérgica.

Leia mais:  Governo de Mato Grosso leva desenvolvimento para Alta Floresta com investimento de mais de R$ 240 milhões
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governador recebe honraria e fala ao Rotary sobre os avanços do Estado

Publicado

O governador Mauro Mendes recebeu o “Título de Companheiro Paul Harris” do Rotary, na manhã deste sábado (21.05), pelos relevantes serviços prestados à sociedade.

A honraria foi concedida durante a XXXI Conferência Distrital do Rotary, realizada no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá.

De acordo com o governador do Distrito 4440 do Rotary Club, Zozoel de Paula, a gestão de Mauro Mendes tem promovido muitos avanços em prol dos mato-grossenses.

“O governador já é parceiro e por isso não poderíamos deixar de convidá-lo para estar aqui conosco. Sou testemunha do trabalho dessa gestão, porque visitei 85 municípios. Eu vi como está sendo trabalhada a recuperação desse estado, as escolas, a saúde, tudo está avançando”, destacou.

Durante o evento, o governador fez uma apresentação da recuperação realizada no Governo de Mato Grosso nos últimos três anos e cinco meses.

“Pegamos um estado quebrado, com salários atrasados, viaturas parando por falta de pagamento, devendo para Deus e o mundo. Com muita fé em Deus e trabalho sério, revertemos essa situação e o Estado mudou da água para o vinho”, registrou.

Mauro Mendes explicou que as medidas necessárias tomadas pela gestao, com o apoio da Assembleia Legislativa, permitiram obter o equilibrio fiscal e o grande volume de investimentos em todas as áreas e em todas as regiões do Estado.

“E é por isso que hoje investimos 15% da receita. Na Saúde estamos construindo seis grandes hospitais. Vamos ter 2500 km de asfalto novo até 2022. Na Segurança, daqui a poucos dias vamos receber os armamentos mais modernos existentes. Vamos ser o único Estado Brasileiro que vai zerar o déficit penitenciário. Mato Grosso vai se transformar num dos melhores estados desse país”, pontuou.

Leia mais:  Empaer promove encontro técnico sobre cultivo de capineiras em Tangará da Serra

O governador ainda parabenizou o Rotary pela contribuição dada à sociedade, de forma voluntária.

“Sempre me lembro de uma frase do papa João Paulo VI: fazer a boa política é a maior demonstração de amor ao próximo. Ela demanda parte do tempo para contribuir com sua cidade, estado, país ou planeta, por isso parabenizo o Rotary por esse trabalho. O Governo estará sempre à disposição para que possamos fortalecer essas parcerias”, finalizou.

Também esteve no evento o deputado estadual Max Russi e o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo investe na construção de Centro Logístico de Abastecimento e Distribuição

Publicado

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), já investiu R$ 2,5 milhões na construção do Centro Logístico de Abastecimento e Distribuição, em Cuiabá. Está previsto ainda um investimento de R$ 43,4 milhões para que a obra prossiga, totalizando um aporte financeiro de R$45,4 milhões na sua construção.

Ligada à Assistência Farmacêutica, a unidade oferecerá um espaço mais moderno e amplo para o armazenamento de medicamentos e compostos a serem distribuídos aos munícipios do Estado. O local também irá atender as demandas logísticas das secretarias de Educação e de Planejamento do Estado.

“Estamos trabalhando, desde o início da gestão, para entregar unidades especializadas, descentralizadas e escritórios regionais, além de hospitais mais modernos, com o nível de qualidade que a população merece. Esta é só uma das dezenas de obras, que estão em andamento na Saúde”, destaca a secretária estadual de Saúde, Kelluby de Oliveira.

O empreendimento terá 20.492,30m². Até o momento, já foram feitas a terraplanagem, fundação, produção e instalação de estruturas metálicas. A unidade deve ser concluída em 2023. “Nosso objetivo é modernizar e, consequentemente, promover um atendimento ágil e eficiente aos usuários do SUS”, conclui a gestora. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Termo de cooperação firmado entre Governo do Estado e Tribunal de Justiça garante vagas de emprego para reeducandas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana