conecte-se conosco


DIAMANTINO

 Seminário, live e caminhada marcarão a 1ª Semana da Enfermagem de Diamantino

Publicado

A 1ª Semana da Enfermagem de Diamantino Vida pela Vida, organizada pela Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, será aberta dia 11 de maio, às 13h, com solenidade no auditório da Unemat. A programação segue com uma grande caminhada no dia 12, live no dia 17 e termina com seminário no hotel Villa dos Parecis dia 20.

“Os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem são peças-chave no Sistema Único de Saúde, desde a prevenção aos cuidados intensivos e nada mais justo do que dedicarmos uma semana para destacarmos o papel destes profissionais no cuidado com a saúde da população”, observa a gestora.

Marineze, que é enfermeira, conta que a iniciativa de realizar a 1ª Semana da Enfermagem de Diamantino também é de homenagear a profissão pela grande atuação no enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Confira a programação completa:

11 de Maio de 2022 – 13h

Abertura da 1ª Semana da Enfermagem “Vida pela Vida”

Local: Auditório da UNEMAT

12 de Maio de 2022 – 16h

Caminhada “Vida pela Vida”

Local: Saída da Prefeitura Municipal de Diamantino até a Praça Major Caetano Dias.

17 de Maio de 2022 – 19h

Live da Enfermagem – Bate Papo sobre os desafios atuais da Enfermagem – Transmissão Online

20 de Maio de 2022 – 7h30

Seminário dos Saberes e Fazeres visando à qualificação do serviço.

Local: Villa dos Parecis

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeitura de Diamantino lança ‘Te vejo na praça’ neste sábado (20) com Nico e Lau e Roberto Lucialdo
publicidade

DIAMANTINO

Alunos da Escola Elza Martins terão aulas remotas para que unidade passe por reforma e ampliação

Publicado

A Secretaria Municipal de Educação de Diamantino informa que as aulas da Escola Municipal Elza Martins de Queiroz, localizada no bairro Pedregal, passarão a ser realizadas na modalidade remota a partir de segunda-feira (23.05) em razão da obra de reforma completa e ampliação que iniciará no prédio da instituição. A medida é necessária por motivo de segurança em virtude das más condições na estrutura física e instalações da unidade encontradas pela atual gestão.

De acordo com a Secretária de Educação, Rose Carris, o processo licitatório para a contratação dos serviços já está concluído. As obras custeadas com recurso próprio serão executadas pela Consórcio Soberana Brilhante, empresa contratada para realizar os serviços.

A escola, que atende 264 alunos, é composta por seis salas de aula, secretaria, refeitório, laboratório de informática, sala de professores, sala da direção, quadra esportiva e banheiros.

Com a reforma, a unidade será contemplada com mais duas salas de aula, banheiro para os professores, ampliação da secretaria, novo depósito, reestruturação dos muros, nova fachada, reconstrução de parte da fundação, troca de todas as janelas, instalações elétrica e hidráulica.

A edificação antiga com mais de 30 anos possui vários problemas estruturais encontrados pela atual gestão e motivo de grande preocupação do prefeito Dr. Manoel Loureiro, que acompanha de perto e inclusive determinou a realização de um estudo técnico minucioso com base na complexidade do caso a fim de encontrar as soluções necessárias para os graves problemas da escola que perduram há vários anos.

“Parte da fundação está comprometida por ter sido construída sobre pedras rochosas o que, com o tempo, causou perda de estabilidade do solo em razão do excesso de chuvas e falta de sistema de drenagem adequado, além de problemas no esgoto e hidráulica da unidade”. É o que explica o engenheiro Jadson Dos Reis Guedes da empresa responsável por realizar os serviços. 

Leia mais:  Pit Stop abre campanha contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes em Diamantino

A Secretaria de Educação já está tomando todas as providências para que os alunos mantenham a continuidade dos estudos de forma remota, mesmo modelo adotado durante a pandemia da Covid-19. Professores, funcionários e pais dos alunos estão sedo comunicados da decisão, que vem para garantir a segurança de todos.

A gestão informa ainda que já vem buscando outras alternativas para que os alunos possam retornar às aulas presenciais em outro espaço antes mesmo da conclusão da obra de reforma e ampliação da Elza Martins.

Comentários Facebook
Continue lendo

DIAMANTINO

Alunos da Escola Elza Martins terão aulas remotas para que unidade passe por reforma completa

Publicado

A Secretaria Municipal de Educação de Diamantino informa que as aulas da Escola Municipal Elza Martins de Queiroz, localizada no bairro Pedregal, passarão a ser realizadas na modalidade remota a partir de segunda-feira (23.05) em razão da reforma completa que iniciará no prédio da instituição. A medida é necessária por motivo de segurança em virtude das más condições na estrutura física e instalações da unidade.

De acordo com a Secretária de Educação, Rose Carris, o processo licitatório para a contratação dos serviços já está concluído. As obras custeadas com recurso próprio serão executadas pela Consórcio Soberana Brilhante, empresa contratada para realizar os serviços.

A escola, que atende 264 alunos, é composta por seis salas de aula, secretaria, refeitório, laboratório de informática, sala de professores, sala da direção, quadra esportiva e banheiros.

Com a reforma, a unidade será contemplada com mais duas salas de aula, banheiro para os professores, ampliação da secretaria, novo depósito, reestruturação dos muros, nova fachada, reconstrução de parte da fundação, troca de todas as janelas, instalações elétrica e hidráulica.

A edificação antiga com mais de 30 anos possui vários problemas estruturais encontrados pela atual gestão e motivo de grande preocupação do prefeito Dr. Manoel Loureiro.  A partir daí, foi determinado a realização de um estudo técnico minucioso com base na complexidade do caso a fim de encontrar as soluções necessárias para os graves problemas da escola que perduram há vários anos.

“Parte da fundação está comprometida por ter sido construída sobre pedras rochosas o que, com o tempo, causou perda de estabilidade do solo em razão do excesso de chuvas e falta de sistema de drenagem adequado, além de problemas no esgoto e hidráulica da unidade”. É o que explica o engenheiro Jadson Dos Reis Guedes da empresa responsável por realizar os serviços. 

Leia mais:  Alunos da Escola Elza Martins terão aulas remotas para que unidade passe por reforma e ampliação

A Secretaria de Educação já está tomando todas as providências para que os alunos mantenham a continuidade dos estudos de forma remota, mesmo modelo adotado durante a pandemia da Covid-19. Professores, funcionários e pais dos alunos estão sedo comunicados da decisão, que vem para garantir a segurança de todos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana