conecte-se conosco


MATO GROSSO

Seduc busca referência em evento de tecnologia e inovação para fortalecer a educação em MT

Publicado

Equipe de profissionais da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) encerrou, nesta sexta-feira (13.05), a sua participação no Bett Brasil 2022, que ocorreu no Transamerica Expo Center São Paulo. O evento tem como foco a utilização da inovação e da tecnologia para o fortalecimento da educação no país.

Além de debates, palestras e oficinas, a conferência conta com vários expositores e visitantes, sendo a oportunidade ideal para conferir as novidades relevantes do setor, conhecer pessoas, se atualizar nos processos de ensino-aprendizagem, além dos produtos e serviços que devem ditar tendências para a educação.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, destacou que o momento foi estratégico, pois a Seduc-MT, desde 2020, já adota a inovação e uso da tecnologia no ensino-aprendizagem, gestão escolar e, principalmente, na recuperação da aprendizagem. “No evento, vimos que Mato Grosso está na vanguarda. Todos os nossos parceiros do Sistema Estruturado de Ensino, Mais Inglês, Socio Emocional, Educação Financeira, da qualificação, das tecnologias digitais, só para citar alguns, estavam presentes na Bett 2022”, observou.

Participaram do evento secretários adjuntos da Seduc, três representantes das Diretorias Regionais (DREs) e dois gestores de unidades escolares.

Segundo a secretária adjunta de Gestão Regional da Seduc, Alcimaria Ataides da Costa, foi gratificante ver que muitos dos produtos apresentados já fazem parte da rotina da Rede Estadual de Ensino. “As mesmas ferramentas pedagógicas e de gestão, das quais usamos em Mato Grosso e que fortalecem o sistema de ponta a ponta, estão sendo mostradas aqui. Nossa equipe teve contato com cerca de 270 marcas expositoras e trocou experiências com dezenas de palestrantes que são referências do setor educacional”.

Clailton Lira Perin, Diretor Regional de Educação Polo Alta Floresta, apontou que a tendência é adotar ainda mais a tecnologia na educação. “Estamos em um caminho sem volta, onde os painéis digitais, tablets e os chromebooks estarão cada vez mais presentes na rotina escolar”. Para ele, as tecnologias dão suporte a escolas, professores, sendo colocadas à serviço do aprendizado.

Leia mais:  Nove bolivianos são presos na fronteira com 230 quilos de cocaína

Diretor da Escola Estadual Vale do Guaporé, em Pontes e Lacerda, Edir de Oliveira viu no evento uma excelente oportunidade de troca de experiências e de networking. “Aproximamos os elos da cadeia educacional. Foi positiva a nossa participação para que a educação pública em Mato Grosso flua ainda mais e se desenvolva a cada ano”.

O tema do evento, “Cocriando a Educação do Futuro”, foi um dos itens que chamou atenção de Valdelice de Oliveira, secretária Adjunta de Gestão Escolar. “Esse futuro já acontece. Já vivenciamos essa realidade na Seduc e foi gratificante reforçar essa prática vendo centenas de propostas desenvolvidas por empresas e startups. Ainda há opositores ao uso da tecnologia na educação, mas é impossível inovar mantendo um formato tradicional de gestão ou de ensino sem dar a devida importância a esse novo momento do qual também somos atores”, finalizou.

O evento

A Bett Brasil é o maior evento de educação e tecnologia da América Latina. Parte da série global Bett Show da Hyve Group, uma das líderes mundiais na realização de eventos considerados referência de mercado. A Bett visa inspirar, discutir o futuro do segmento e o papel da tecnologia e da inovação na formação de educadores e alunos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Seduc e Fundação Getúlio Vargas promovem Encontro de Formadores em Cuiabá

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) abriu, nesta quarta-feira (25/05), o I Enfor, encontro formativo para debater o Sistema Estruturado de Ensino e as possibilidades metodológicas, que efetivarão a implantação do Plano Estadual de Recomposição da Aprendizagem da rede pública do Estado.

O evento, que acontece durante dois dias em Cuiabá, reúne mais de 100 profissionais, entre coordenadores de formação e os formadores de língua portuguesa, matemática e tecnologias, que atuam nas 15 Diretorias Regionais de Educação (DREs).

O secretário Executivo da Seduc, Amauri Monge Fernandes, abriu o encontro ressaltando a importância da reunião, para a elevação da Educação em Mato Grosso. “Vocês são a peça fundamental para essa engrenagem funcionar e, hoje, a formação continuada é a tarefa mais importante aqui. Trouxemos o que há de melhor no Brasil, que é a Fundação Getúlio Vargas, porque valorizamos cada um de vocês e temos certeza de que estamos no caminho certo para melhorar o processo formativo lá na ponta, dentro da escola”, destacou.

O encontro está dividido em dois dias, sendo o primeiro com palestras sobre o Sistema Estruturado de Ensino e a criação de grupos de trabalho, organizados de acordo com os níveis educacionais.

No segundo dia, os formadores irão se aprofundar no Plano Estadual de Recomposição da Aprendizagem, para então, participar de oficinas por componentes curriculares e, posteriormente, elaborar estratégias e planos de formação para conduzir a recomposição da aprendizagem dentro das unidades escolares.

O consultor educacional, Joseph Razouk Júnior, com mais de 35 anos de experiência na área de Educação, explanou sobre o Foco na Aprendizagem, frisando que o trabalho realizado em Mato Grosso é de primeira linha, pensado para preparar o estudante para a realidade do Século 21.

Leia mais:  Nove bolivianos são presos na fronteira com 230 quilos de cocaína

“Eu vejo, com muito bons olhos, o caminho que o Estado de Mato Grosso está pegando. A entrada de um Sistema Estruturado de Ensino é sim, para elevar a gestão da aprendizagem, gerando uma melhor gestão na sala de aula e melhores resultados, sobretudo para termos pessoas melhores na sociedade, profissionais mais qualificados e, também, felizes”, pontuou.

O ex-ministro da Educação e atual diretor de Políticas Educacionais da FGV, José Henrique Paim Fernandes, parceiro nesse processo de formação continuada, destacou a transformação que a atual gestão vem promovendo na educação.

“Através desse processo, vamos garantir que o jovem possa trilhar um percurso que, lá na frente, irá garantir a sua emancipação e que essas crianças desenvolvam um pensamento crítico, transformando gradativamente a sociedade e tornando-se grandes profissionais nas mais diferentes áreas”.

A secretária Adjunta de Gestão Educacional da Seduc, Lélia Brun, frisou o propósito da secretaria, que é elevar a Educação do Estado e a importância da contribuição dos formadores para obter êxito.

“Ninguém faz nada sozinho. Acreditamos que, juntos, possamos fazer uma educação melhor. Nenhum projeto dá certo apenas por quem o idealiza, mas por quem também participa dele. Por isso, vocês são tão importantes neste processo”.

O evento segue na quinta-feira (26/06), totalizando 16 horas de uma formação presencial, mas, que seguirá de forma continuada no modo virtual. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo institui programa de monitoramento em parceria com a população

Publicado

O governador Mauro Mendes sancionou a lei nº 11.766, que institui, no âmbito da Segurança Pública de Mato Grosso, o programa Vigia Mais MT. A ação pretende ampliar o sistema de videomonitoramento da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) para locais onde já exista ou possa haver a cessão de uso de dispositivos de captação de imagens. 

O programa prevê a cooperação técnica e operacional entre o Estado e entes públicos ou privados, pessoas físicas ou jurídicas, prefeituras municipais, órgãos públicos, organizações da sociedade civil, a fim de omitizar as ações das forças de segurança. O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) será o responsável pela gestão das cooperações.

Associações, conselhos comunitários e outros que se enquadrarem nos requisitos técnicos do programa, por exemplo, poderão fornecer imagens à Sesp, sejam elas em tempo real ou já armazenadas de câmeras localizadas ou focadas em espaços públicos. 

Conforme o programa, os vídeos poderão ser utilizados para o planejamento das ações de polícia ostensiva em prevenção de crime ou para as investigações policiais em repressão de condutas criminosas. Ainda, as imagens podem ser usadas em funções de inteligência artificial e para identificação de caracteres, como as placas de veículos em vias públicas ou entradas de estacionamentos privados.

“A utilização das tecnologias auxilia o planejamento da ação policial, facilitando a análise e a tomada de decisões estratégicas e operacionais. Com isso, gera resultados positivos para redução da criminalidade e otimização de recursos”, destacou o secretário da Sesp, Alexandre Bustamante. 

A participação no programa é voluntária e tem a duração de cinco anos, sendo que qualquer uma das partes poderá solicitar a rescisão da cooperação a qualquer tempo.

A publicação da lei consta no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (25.05). Confira o texto da legislação na íntegra.

Leia mais:  Gefron recupera duas caminhonetes roubadas e prende três por roubo e um foragido da Justiça
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana