conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão de homem suspeito de ameaçar ex-esposa e filha em Jauru

Publicado

Um homem suspeito de descumprir medidas protetivas e ameaçar a ex-esposa e a própria filha teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil, na segunda-feira (09.05), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá).

A ordem de prisão contra o suspeito de 48 anos foi expedida pela Vara Única da Comarca de Jauru após as vítimas procurarem a delegacia comunicando os fatos e solicitando medidas protetivas de urgência. O fato ocorreu na quinta-feira (05) quando o suspeito ameaçou a ex-esposa e a filha com uma arma de fogo.

No dia seguinte o suspeito recebeu a decisão com as medidas protetivas a serem cumpridas por ele, porém em menos de duas horas da notificação judicial descumpriu as medidas, ao encaminhar áudios ameaçando a vítima e dizendo que as medidas não iriam protegê-la.

Diante do fato, foi representado pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pelo juiz da comarca e cumprida nesta data.

Após a prisão o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Jauru, submetido a exame de corpo de delito,  apresentado ao judiciário para audiência de custódia e entregue a Cadeia Pública de Araputanga.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil desarticula casa de prostituição usada também para o tráfico de drogas e prende casal
publicidade

POLICIAL

Familiares de vítimas participam de palestra sobre abuso sexual infantil em Cáceres

Publicado

Uma palestra em alusão ao Dia Nacional de Combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, foi promovida pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (18.05), por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá) em parceria com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) do município.

A palestra foi ministrada pela psicóloga do CREAS, Elizete Gerson do Nascimento Marco, que falou sobre o tema abuso sexual infantil. O evento foi realizado na especializada e contou com a participação de agentes da infância e juventude do Fórum de Cáceres, além de familiares de vítimas de violências.

Para a delegada da DEDM de Cáceres, Paula Gomes Araújo, o trabalho de conscientização e prevenção ao abuso sexual infantil é muito importante, não só no mês de maio, mas durante todo ano.

“Esse tipo de ação, que busca conscientizar as pessoas desse tipo de crime é fundamental, já que em grande parte dos casos a violência sexual contra a criança ou adolescente ocorre dentro do seio familiar”, disse a delegada.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil prende em flagrante autor de homicídio de mulher ocorrido em Cotriguaçu
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil prende quarto envolvido em tortura e homicídio de homem em Juína

Publicado

A Polícia Civil localizou na noite de terça-feira (17.05) um investigado de 21 anos, envolvido em um homicídio ocorrido no mês de abril. Ele foi preso em Juara, quando estava trabalhando em um bar da cidade e não resistiu à abordagem.

A prisão foi possível após a troca de informações entre as delegacias das duas cidades para cumprimento do mandado decretado pela Vara Criminal de Juína.

Na manhã desta quarta-feira, o investigado foi ouvido pelo delegado Ronaldo Binotti Filho e confessou que estava com o grupo que executou Wilson Gonçalves de Oliveira, de 41 anos, no dia seis de abril. Ele ficou responsável por manter em cárcere as pessoas que estavam com Wilson, enquanto a vítima era executada por seus comparsas.

O investigado disse ainda em depoimento que faz parte de uma organização criminosa e que um dos autores do homicídio lhe prometeu que seria uma espécie de contador da facção.

Ele declarou ainda que voltou de Juína para Juara no dia seguinte ao crime e permaneceu nesta cidade até a data da prisão.

Com esta última prisão, a Delegacia de Juína irá concluir as investigações do homicídio, já que os quatro envolvidos estão detidos preventivamente e o crime foi esclarecido.

Crime

Três pessoas envolvidas na tortura, homicídio, ocultação de cadáver e associação criminosa foram presas pela Polícia Civil dois dias após o crime.

Com a prisão dos suspeitos, foi possível localizar o corpo de Wilson, encontrado em uma cova rasa, em uma região de mata de difícil acesso, nas proximidades do bairro Módulo 06..

As investigações apontaram que a vítima foi sequestrada, torturada e morta, tendo posteriormente seu corpo ocultado. Os suspeitos teriam utilizado um veículo Cross Fox para sequestrar a vítima.

Leia mais:  Polícia Civil desarticula casa de prostituição usada também para o tráfico de drogas e prende casal
Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana