conecte-se conosco


POLICIAL

Foragido por homicídios contra três pessoas na região Araguaia é localizado em fazenda de Alta Floresta

Publicado

Um foragido da Justiça pelos crimes de homicídio e tentativas de homicídio cometidos contra três mulheres, ocorridos há dez anos na região do Araguaia, foi preso nesta terça-feira (03.05) pela Polícia Civil, em Alta Floresta.

A equipe da Delegacia de Alta Floresta realizou buscas para localizar o foragido, de 35 anos, que foi encontrado em uma fazenda do município, já próxima à divisa com o estado do Pará.

Ele responde a processo criminal na Comarca de Porto Alegre do Norte pelos crimes ocorridos no município de Canabrava do Norte. O mandado de prisão foi expedido em julho de 2019 e, desde então, ele estava foragido.

Após a localização com indicação, ele foi encaminhado para a delegacia e posteriormente à unidade prisional de Alta Floresta, onde ficará à disposição da Justiça.

Localização 

A prisão faz parte da Operação “Amón”, deflagrada pelo Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Confresa, para cumprimento a mandados judiciais expedidos pela Justiça, que realizou diligências para identificar o paradeiro do acusado e contou com apoio da Delegacia de Alta Floresta para a prisão. 

Crimes

O acusado não aceitava o fim do relacionamento com a ex-esposa, mesmo o casal estando separado há quase um ano. Devido às constantes ameaças, ela se mudou epara outro estado com a filha do casal. Quando ocorreu o crime, ela estava em Canabrava do Norte, onde foi passear com amigos em uma represa na região.

Em novembro de 2012, o acusado desferiu disparos de arma de fogo contra a ex-mulher e outras duas vítimas. Uma delas, Renata Evangelista de Souza, foi a óbito depois de ser alvejada pelas costas. Ele se aproximou do local onde estavam as vítimas, pilotando uma motocicleta, parou entre elas e desceu com uma arma de fogo nas mãos, dizendo que mataria sua ex companheira. Com medo, a ex-mulher e os amigos decidiram ir embora. 

Leia mais:  Polícia Civil investiga sobrinho que se apropriava de aposentadoria de casal de idosos

O acusado disse que a mataria a ex-mulher porque ‘a amava’. Renata, que era amiga da ex-mulher do acusado, pediu que ele não cometesse o crime, contudo, ele atirou contra ela, que correu em direção à represa e foi novamente alvejada pelas costas, com um disparo na cabeça.

Depois de atirar contra Renata, o acusado foi em direção disparou contra outra vítima Em seguida, tentou atirar contra sua ex-mulher, porém, as munições acabaram e enquanto ele tentava recarregar a arma, a mulher gritou por socorro a Renata, que havia caído dentro da represa após ser atingida, o que atraiu a atenção de outras pessoas no local e ele fugiu do local. 

A investigação conduzida pela Polícia Civil apontou que o acusado perseguia constantemente sua ex-mulher e tinha ciúmes da amizade dela com a vítima Renata.

Operação 

Ámon é um nome com origem no grego, que quer dizer “o oculto”, “o escondido”.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Suspeito de encurralar vítimas com faca dentro de loja tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado

O autor de uma tentativa de homicídio ocorrida dentro de uma casa comercial em Nova Canaã do Norte teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, diante da representação feita na Delegacia do município. O suspeito foi preso em flagrante no dia 18 de maio após correr atrás das vítimas em posse de uma faca em uma loja de produtos agropecuários.

O caso ficou conhecido nacionalmente, após as imagens do atentado correrem todo o Brasil. O inquérito policial foi concluído com o indiciamento do suspeito por tentativa de homicídio, sendo a prisão preventiva decretada pela Justiça de Nova Canaã do Norte.

No dia dos fatos, o suspeito estava na loja conversando, momento em que teve um surto, começando a gritar e pegando uma faca que estava dentro do balcão. Em posse da arma, ele correu atrás de uma das vítimas, e posteriormente retornou para dentro loja, e ameaçou os funcionários do local com a faca.

As vítimas estavam encurraladas, quando o proprietário da loja pegou uma arma de fogo e efetuou um disparo para cima, conseguindo sanar a ação do suspeito.Com o disparo, o suspeito cessou as ameaças, e colocou a faca em cima de um freezer, pediu desculpa e saiu da loja, em seu veículo em alta velocidade.

Após os fatos, o suspeito foi detido pela equipe da Polícia Militar e encaminhado para o hospital municipal de Nova Canaã do Norte, para atendimento médico. Posteriormente, o foi conduzido a Delegacia, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio,

Após o flagrante, o suspeito foi encaminhado para audiência de custódia, tendo o delegado representado pela conversão da prisão em flagrante para prisão preventiva.

O suspeito já é conhecido na região por ter problemas psicológicos e as imagens do atentado viralizaram nacionalmente.

Leia mais:  Policiais civis apresentam experiências positivas em seminário internacional de Polícia Comunitária
Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão de suspeito de tentar matar vítima com seis tiros em Juína

Publicado

O autor de uma tentativa de homicídio ocorrido, neste mês de maio em Juína (735 km de Cuiabá), teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na noite de sexta-feira (27.05). O suspeito de 18 anos foi localizado na região central do município de Castanheira.

O crime ocorreu bairro Módulo 05 em Juína, ocasião em que vítima foi atingida por seis disparos de arma de fogo, calibre 38. Na ocasião, a vítima ficou internada por aproximadamente 15 dias conseguindo resistir aos ferimentos.

Logo após os fatos, a equipe de investigadores da Delegacia de Juína iniciou as diligências, e por meio imagens de câmeras de segurança, oitiva de testemunhas e outras providências, conseguiu identificar o autor do crime.

Com base nos levantamentos, foi represento pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais civis de Juína.

O suspeito foi conduzido à delegacia e durante interrogatório conduzido pelo delegado Ronaldo Binoti Filho, confessou a autoria do crime, dizendo que foi motivado por ciúmes de uma garota.

Segundo o delegado, o suspeito também é investigado por outro homicídio ocorrido no mês de março em Juína. “As investigações seguem em andamento para esclarecer os fatos e responsabilizar os envolvidos no crime” disse o delegado.

Após as providências de praxe para cumprimento da ordem judicial, o suspeito foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Operação cumpre mandados contra nove lideranças do tráfico de drogas na Capital
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana