conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Equipe de Aleksandro explica vídeo com ônibus em alta velocidade

Publicado

source
Vídeo mostra ônibus da dupla em alta velocidade
Reprodução

Vídeo mostra ônibus da dupla em alta velocidade


As investigações sobre a morte do sertanejo Aleksandro em um acidente de ônibus no último sábado, dia 7, ainda estão em curso. O que se sabe até agora é que um dos pneus furou, o que levou o motorista a perder a direção. Uma das hipóteses levantadas é que o para-choque dianteiro teria se soltado por conta de um desnível na estrada e causado o furo. Além disso, um vídeo feito por um motorista na Rodovia Régis Bittencourt, no município de Miracatu (SP), em que mostra o ônibus da dupla supostamente em alta velocidade, por volta de 130 km/h, levantou uma nova suspeita de negligência. Mas quanto a este último, a equipe dos sertanejos nega a veracidade.


— A Singular Produçoes Artísticas tem conhecimento do vídeo que mostra o ônibus da dupla Conrado e Aleksandro trafegando acima da velocidade em uma rodovia. As imagens não condizem com o momento do acidente e, principalmente, não comprovam a velocidade do veículo no momento e, tão pouco, com o local da colisão. Estes fatos serão esclarecidos pela perícia, já que há uma série de informações contraditórias sendo veiculadas e todos os dados referentes a vídeos e ao acidente em si estão sendo investigados e periciados. O escritório voltará a se pronunciar sobre o acidente após essa conclusão — diz a equipe oficial em uma nota enviada ao Extra.

A Polícia Rodoviária Federal não confirma que o vídeo divulgado tenha sido registrado antes do acidente que vitimou o cantor Aleksandro, dupla de Conrado. Mas uma reportagem do G1 mostra que as informações dadas pelo motorista que flagrou o ônibus em alta velocidade se aproxima de detalhes do acidente.

Leia mais:  Esposa de Bruce Willis fala da afasia: 'Afetou minha saúde mental'

À reportagem, o homem responsável pelo vídeo, que preferiu não se identificar, mostrou que as imagens são de 9h47, momentos antes do acidente, que ocorreu às 10h30. No painel do veículo do dono das filmagens o horário também está registrado.

Na Rodovia Régis Bittencourt, a velocidade máxima permitida para veículos de grande porte é de 80 km/h. Para veículos leves, é de 110 km/h. O motorista responsável pelas filmagens disse que fez as imagens com o intuito de alertar as autoridades, mas a prática de usar o celular enquanto dirige também é proibida pelas leis de trânsito.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Gil do Vigor conta que Anitta foi tema de prova nos EUA: “Poderosa”

Publicado

source
Anitta e influência da cantora na cultura brasileira viram tema de prova nos EUA
Marcelo de Assis

Anitta e influência da cantora na cultura brasileira viram tema de prova nos EUA

A influência de Anitta já chegou às provas dos Estados Unidos. A cantora brasileira foi tema de um teste aplicado no país, em uma questão que abordava a influência dela na cultura brasileira. Quem deu a notícia foi o economista e ex-BBB Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor.

Gil soube do fato por um amigo estadunidense chamado Tyler Williams, que afirmou que Anitta foi o assunto de seu exame final na faculdade do Arizona.

“Estou falando com um amigo gringo que disse que a Anitta foi assunto da prova final dele. Essa mulher é poderosa demais”, afirmou Gil em seus stories do Instagram.

Anitta soube da notícia e reagiu no próprio perfil do Twitter. “Passada”, escreveu a cantora. Anitta tem sido apontada como uma das principais artistas do mercado internacional.

Só neste ano, a cantora se apresentou no Coachella, foi ao MET Gala e, com “Envolver”, teve a música mais ouvida do mundo no YouTube e em plataformas de streaming.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Filho de Andreia reprova atitude da mãe no 'Power Couple': 'Me feriu'
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Johnny Hooker fala em fim de carreira: “Meu trabalho não tem demanda”

Publicado

source
Instagram/Reprodução

“É preciso saber a hora de se retirar”, diz Johnny Hooker

O cantor Johnny Hooker deu a entender no Twitter que deve finalizar sua carreira após desabafar sobre os baixos números de reprodução de sua nova música, “CUBA”, no primeiro dia de lançamento. A faixa teve 13.879 reproduções na última sextaf-feira (20). Neste sábado (21), ele afirmou que desabafo é um pedido de ajuda.

“Para um artista existir e sobreviver sem apoio de nenhum lado precisa ter demanda orgânica, e os números do 1o dia de lançamento de CUBA deixam claro isso. Não há mais demanda pelo meu trabalho. Se é que houve um esboço de alguma algum dia. É preciso saber a hora de se retirar”, escreveu o cantor em seu perfil no Twitter.

“Não foi uma batalha em todo perdida, consegui driblar o poder econômico várias vezes. Tenho dois discos de platina e 250 milhões de streams orgânicos pra provar isso. Fica o legado também, arte é pra sempre. Mas a gente tem que manter a dignidade também”, continuou, emendando que, mesmo assim, vai lançar o seu terceiro álbum em algumas semanas.

Leia mais:  Ed Sheeran anuncia o nascimento de sua segunda filha

O desabafo do artista rendeu diversas mensagens de apoio, às quais o cantor agradeceu. “O meu desabafo não foi por ingratidão com tudo que já conquistei (que foi muita coisa por sinal), as vezes é só um pedido de ajuda mesmo e um lembrete de que ainda estou aqui vivo, produzindo música f*da. lutando contra forças INIMAGINÁVEIS, tendo que provar um milhão de vezes que eu sou foda pra conseguir migalhas. Sei que a maioria entendeu. Enfim, recebam todo meu amor de volta”, finalizou.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana