conecte-se conosco


DIAMANTINO

Comunidade Caeté celebra 26º anos com festividades na Escola Castro Alves

Publicado

A comunidade do Assentamento Caeté comemorou seu 26º aniversário na semana passada, com uma extensa programação festiva organizada pelos servidores da Escola Castro Alves. Os alunos foram os principais atores dos dias festivos e proporcionaram momentos de recordação, enaltecendo a história dos trabalhadores e trabalhadoras rurais que protagonizaram a luta pela valorização social das terras, atualmente, habitadas por mais de 230 famílias.

Os moradores compareceram para prestigiar as apresentações durante a semana festiva. O encerramento, realizado nesta sexta-feira (29.04) contou com a presença do prefeito Dr. Manoel Loureito Neto, da Secretária Municipal de Educação, Rose Carris, do secretário municipal de Assistência Social, Gilson da Silva, da coordenadora pedagógica, Ana Rose Borges, do gerente do Sicredi Ouro Verde, Edson Luiz Barth, do presidente da Câmara, Ranielli Patrick Lima e dos vereadores, José Carlos David, Diocelio Pruciano e Edmilson Ferreira, além dos profissionais da educação da instituição escolar.

Dr. Manoel manifestou sua preocupação em fazer com que os benefícios trazidos pela administração municipal contemplem as comunidades rurais. “Zelamos para que a nossa zona rural, o nosso pequeno produtor sejam sempre lembrados com ações efetivas. Não podemos deixar como segundo plano as comunidades rurais. É daqui que sai o sustento destas famílias e os benefícios têm que chegar a todos”, afirmou.

Quadra esportiva

O prefeito anunciou que está em fase de licitação a cobertura da quadra esportiva para a escola, com investimento na ordem de R$ 578.900,00 proveniente de emenda do Senador Welington Fagundes com contrapartida do governo municipal.  

A titular da pasta, Rose Carris, parabenizou os alunos, pais, professores e toda a comunidade escolar pelo empenho conjunto para a realização do evento comemorativo. “Esta é uma comunidade maravilhosa, com mães e pais que participam da educação dos filhos. Essa participação é fundamental para uma educação de qualidade”, disse.

Leia mais:  Workshop leva qualificação a produtores culturais sobre elaboração de projetos em Diamantino

O secretário Gilson parabenizou a equipe organizadora do evento. “Um projeto maravilhoso que contempla toda a comunidade e que hoje pode presenciar o fruto do trabalho que é realizado na escola, através das crianças”, comentou.

A diretora, Alice, professora efetiva há mais de 13 anos na escola Castro Alves, manifestou seu reconhecimento por fazer parte da história da comunidade. “Esta é minha segunda casa. Sinto uma eterna gratidão por esse lugar, trabalho com muito orgulho e daqui não penso em sair. O amor e o carinho pelas nossas crianças é inexplicável, me sinto imensamente feliz em comemorar esses 26 anos da Caeté e ver a alegria estampada no rosto delas e de seus familiares por comemorar essa data tão importante”, comenta.  

Alice ressaltou ainda que tem atuado para melhorar as condições de ensino na escola. “Junto à Secretaria de Educação, estamos buscando as melhorias que a escola precisa e tenho certeza que muita coisa boa ainda está por vir”, declarou.

Comentários Facebook
publicidade

DIAMANTINO

Alunos da Escola Elza Martins terão aulas remotas para que unidade passe por reforma e ampliação

Publicado

A Secretaria Municipal de Educação de Diamantino informa que as aulas da Escola Municipal Elza Martins de Queiroz, localizada no bairro Pedregal, passarão a ser realizadas na modalidade remota a partir de segunda-feira (23.05) em razão da obra de reforma completa e ampliação que iniciará no prédio da instituição. A medida é necessária por motivo de segurança em virtude das más condições na estrutura física e instalações da unidade encontradas pela atual gestão.

De acordo com a Secretária de Educação, Rose Carris, o processo licitatório para a contratação dos serviços já está concluído. As obras custeadas com recurso próprio serão executadas pela Consórcio Soberana Brilhante, empresa contratada para realizar os serviços.

A escola, que atende 264 alunos, é composta por seis salas de aula, secretaria, refeitório, laboratório de informática, sala de professores, sala da direção, quadra esportiva e banheiros.

Com a reforma, a unidade será contemplada com mais duas salas de aula, banheiro para os professores, ampliação da secretaria, novo depósito, reestruturação dos muros, nova fachada, reconstrução de parte da fundação, troca de todas as janelas, instalações elétrica e hidráulica.

A edificação antiga com mais de 30 anos possui vários problemas estruturais encontrados pela atual gestão e motivo de grande preocupação do prefeito Dr. Manoel Loureiro, que acompanha de perto e inclusive determinou a realização de um estudo técnico minucioso com base na complexidade do caso a fim de encontrar as soluções necessárias para os graves problemas da escola que perduram há vários anos.

“Parte da fundação está comprometida por ter sido construída sobre pedras rochosas o que, com o tempo, causou perda de estabilidade do solo em razão do excesso de chuvas e falta de sistema de drenagem adequado, além de problemas no esgoto e hidráulica da unidade”. É o que explica o engenheiro Jadson Dos Reis Guedes da empresa responsável por realizar os serviços. 

Leia mais:  Prefeitura de Diamantino lança ‘Te vejo na praça’ neste sábado (20) com Nico e Lau e Roberto Lucialdo

A Secretaria de Educação já está tomando todas as providências para que os alunos mantenham a continuidade dos estudos de forma remota, mesmo modelo adotado durante a pandemia da Covid-19. Professores, funcionários e pais dos alunos estão sedo comunicados da decisão, que vem para garantir a segurança de todos.

A gestão informa ainda que já vem buscando outras alternativas para que os alunos possam retornar às aulas presenciais em outro espaço antes mesmo da conclusão da obra de reforma e ampliação da Elza Martins.

Comentários Facebook
Continue lendo

DIAMANTINO

Alunos da Escola Elza Martins terão aulas remotas para que unidade passe por reforma completa

Publicado

A Secretaria Municipal de Educação de Diamantino informa que as aulas da Escola Municipal Elza Martins de Queiroz, localizada no bairro Pedregal, passarão a ser realizadas na modalidade remota a partir de segunda-feira (23.05) em razão da reforma completa que iniciará no prédio da instituição. A medida é necessária por motivo de segurança em virtude das más condições na estrutura física e instalações da unidade.

De acordo com a Secretária de Educação, Rose Carris, o processo licitatório para a contratação dos serviços já está concluído. As obras custeadas com recurso próprio serão executadas pela Consórcio Soberana Brilhante, empresa contratada para realizar os serviços.

A escola, que atende 264 alunos, é composta por seis salas de aula, secretaria, refeitório, laboratório de informática, sala de professores, sala da direção, quadra esportiva e banheiros.

Com a reforma, a unidade será contemplada com mais duas salas de aula, banheiro para os professores, ampliação da secretaria, novo depósito, reestruturação dos muros, nova fachada, reconstrução de parte da fundação, troca de todas as janelas, instalações elétrica e hidráulica.

A edificação antiga com mais de 30 anos possui vários problemas estruturais encontrados pela atual gestão e motivo de grande preocupação do prefeito Dr. Manoel Loureiro.  A partir daí, foi determinado a realização de um estudo técnico minucioso com base na complexidade do caso a fim de encontrar as soluções necessárias para os graves problemas da escola que perduram há vários anos.

“Parte da fundação está comprometida por ter sido construída sobre pedras rochosas o que, com o tempo, causou perda de estabilidade do solo em razão do excesso de chuvas e falta de sistema de drenagem adequado, além de problemas no esgoto e hidráulica da unidade”. É o que explica o engenheiro Jadson Dos Reis Guedes da empresa responsável por realizar os serviços. 

Leia mais:  Secretaria de Assistência Social entrega 800 cobertores a famílias de Diamantino

A Secretaria de Educação já está tomando todas as providências para que os alunos mantenham a continuidade dos estudos de forma remota, mesmo modelo adotado durante a pandemia da Covid-19. Professores, funcionários e pais dos alunos estão sedo comunicados da decisão, que vem para garantir a segurança de todos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana