conecte-se conosco


POLICIAL

Autor de homicídio por dívida de drogas em Várzea Grande é condenado a 14 anos

Publicado

O autor de um homicídio qualificado, ocorrido há cinco anos em Várzea Grande e investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, foi condenado na última semana pela 1a Vara Criminal do município à pena de 14 anos por triplicidade de circunstâncias (motivo fútil, mediante crueldade e recurso que impossibilitou a defesa), em regime inicial fechado. G.D.C. segue preso.

Em fevereiro de 2017, a DHPP instaurou inquérito para apurar a morte violenta de Welison de Souza Silva, conhecido como “Lelo”, 31 anos, encontrado em óbito próximo à Escola Salim Nadaf, no Cristo Rei, em Várzea Grande. O corpo da vítima apresentava diversas perfurações causadas por instrumento cortante e contundente (faca, pedras e tijolos).

A investigação apurou o envolvimento de duas pessoas no homicídio, um deles à época era menor de idade. O crime teria como motivação uma dívida de entorpecentes que a vítima supostamente contraiu, no valor de R$ 150,00.

A equipe da DHPP reuniu diversos elementos informativos, além de laudos e depoimentos de testemunhas que corroboraram a partipação de G.D.C. e do outro investigado no homicídio. O laudo necroscópico atestou que a vítima sofreu múltiplas de arma branca, principalmente, na região toráxica, que motivaram a insuficiência respiratória, a causa direta do óbito.

O inquérito concluído pelo delegado Caio Fernando Albuquerque indiciou o autor maior de idade pelo homicídio qualificado e corrupção de menor. Ele tem condenações anteriores por roubo majorado, com sete anos de reclusão e respondia também a ação penal por furto qualificado, associação criminosa e corrupção de menor.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Envolvidos em extorsão e sequestro de adolescente são presos pela Polícia Civil em Colniza
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil prende em flagrante autor de homicídio de mulher ocorrido em Cotriguaçu

Publicado

O autor de um homicídio qualificado foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na tarde deste domingo (15.05), em Colniza, quando tentava fugir para o estado de Rondônia após cometer o crime que vitimou uma mulher, em Cotriguaçu.

O homicídio ocorreu na madrugada deste domingo, no distrito de Nova União, município de Cotriguaçu. Lindalva do Nascimento, 45 anos, foi encontrada morta dentro de sua residência. Ela tinha diversas perfurações causadas por arma cortante.

Na manhã de domingo, a Polícia Militar foi comunicada por um morador do distrito que foi até a casa da vítima levar uma encomenda que ela havia feito. Ao chegar à casa, ele viu marcas de sangue e imediatamente chamou a polícia.

A equipe da Delegacia da Polícia Civil de Cotriguaçu foi para o local e iniciou a coleta de informações para esclarecer o crime. A vítima foi encontrada em cima da cama e pelos vestígios no local, ela foi atingida entre a sala e a cozinha e foi arrastada até o quarto. O corpo estava com uma toalha enrolada e diversas  perfurações no pescoço.

A vítima e o suspeito foram vistos mais cedo em um estabelecimento comercia. Durante as diligências, os policiais civis foram informados de que o suspeito fugiu de motocicleta para a cidade de Colniza e de lá iria para Ji-Paraná, em Rondônia.

A Delegacia de Colniza foi acionada e a equipe seguiu em buscas e checou que neste domingo não tinha nenhum ônibus com destino ao estado vizinho. A procura pelo suspeito continuou e ele foi encontrado na casa da avó, onde já estava embarcando no veículo de um conhecido para fugir.

O delegado Bruno França deu voz de prisão e o suspeito foi conduzido para a delegacia de Colniza onde foi autuado em flagrante.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeito de homicídios e localiza corpos em Barra do Bugres

O crime terá inquérito instaurado pela Delegacia de Cotriguaçu, que investigará a motivação e circunstâncias do homicídio.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Três suspeitos por tráfico de drogas são presos em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

Três suspeitos envolvidos nos crimes de tráfico de drogas foram presas em flagrante, neste sábado (14.05) pela Polícia Civil em Confresa, na região nordeste do estado.

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Confresa estava em diligências para apurar os responsáveis por três roubos ocorridos durante a semana na cidade. Nas três situações, os criminosos abordaram as vítimas armados e sob ameaça e violência roubaram joias, celulares e dinheiro.

Um dos crimes foi registrado na última sexta-feira, 13 de maio, contra uma mulher, quando foram levados objetos pessoais, celular e dinheiro. Outros dois registros ocorreram em lojas comerciais, de onde foram levados celulares e aparelhos eletrônicos.

Com base em coleta de imagens e outras informações, os policiais da Derf de Confresa conseguiram chegar à identificação dos criminosos, que utilizavam uma motocicleta para praticar os crimes.

Os investigadores fizeram diligências contínuas e em uma residência, onde poderiam estar os suspeitos identificados como autores dos crimes. No local, duas pessoas foram detidas em flagrante e localizadas diversas porções de entorpecentes, entre elas um quilo de pasta base de cocaína

Os investigadores conseguiram também localizar um dos suspeitos prováveis dos roubos, que foi detido em situação de flagrante.

O delegado Bruno Gomes explica que as investigações prosseguem para coletar mais informações e chegar à prisão do outro suspeito.

Os três foram autuados em flagrante – dois por tráfico e associação para o tráfico de drogas e um pelo roubo ocorrido na tarde de sexta-feira.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil prende em flagrante autor de homicídio de mulher ocorrido em Cotriguaçu
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana