conecte-se conosco


CUIABÁ

Secretaria Municipal da Mulher cria comitê para debater sobre “Entrega Legal”

Publicado

Uma gravidez indesejada pode levar uma mulher a atos desesperados. São abortos ilegais, recém-nascidos abandonados nas ruas ou em matagais. Foi oensando em amparar as gestantes que pretendem entregar seus filhos para adoção que, na tarde desta sexta-feira (29), se reuniram na sede da Secretaria Municipal da Mulher, representantes do judiciário, da saúde, assistência sócia, Hospital Santa Helena e Júlio Muller, além de integrantes da A Associação Matogrossense de Pesquisa e Apoio à Adoção- AMPARA, para debaterem sobre a “entrega legal”, ou a “entrega voluntária, que consiste na possibilidade de uma gestante ou mãe entregar seu filho ou recém-nascido para adoção em um procedimento assistido por uma rede multidisciplinar.

A partir da exposição do projeto pela equipe técnica e dos esclarecimentos acerca das questões jurídicas, estabeleceu-se um debate produtivo com os participantes no sentido de articular toda a rede em prol de oferecer um serviço de acolhimento, apoio e orientação às mulheres/mães que desejam entregar seus filhos em adoção, favorecendo a reflexão sobre o processo de decisão e sobre a importância da entrega responsável e consciente.

De acordo com a secretária municipal da mulher, Cely Almeida, ao contrário do que muita gente pensa, a mãe que entrega um filho para adoção não comete crime, a lei permite a entrega para garantir e preservar os direitos e interesses do menor. Ela destaca que essa é a preocupação de todos os envolvidos e principalmente da primeira-dama, Márcia Pinheiro, em oferecer toda rede para que essa mulher não tome atitudes que possam gerar graves problemas.

“A mãe que deseja fazer a entrega legal não deve ser julgada, mas sim amparada, pois está tomando uma atitude responsável e demonstrando interesse em oferecer à criança melhores condições de crescimento e desenvolvimento, ao invés de optar por medidas dolorosas, como o aborto, o infanticídio ou o comércio de crianças. Por isso fiz questão de intermediar esta reunião com a certeza de que vamos avançar”, explica.

Leia mais:  Secretaria de Meio Ambiente participa de ação em parceria com o Sine da Gente

Para a secretária municipal da saúde, Suelen Alliend, este é um momento importante para toda sociedade, já que constantemente a equipe da atenção primária se depara com mulheres e meninas que não tem intensão nem de seguir com a gravidez ou de ficar com a criança.

“Neste primeiro encontro decidimos iniciar com um projeto piloto, onde capacitaremos uma equipe para identificar essas mulheres. Graças a nossa gestão humanizada, temos todo o aparato para desenvolver essa ação”.  

Durante a fala da juíza Amini Haddad, foi ressaltado a importância deste coletivo, em criar uma rede informativa, chamando a OAB, conselhos femininos que possam auxiliar nas ações, desenvolver uma cartilha especifica para evitar a gravidez precoce.

“Precisamos não julgar essas mulheres, até porque elas estão em uma situação que não conseguimos medir. Acredito que esse papel que está sendo concretizado hoje é fundamental para a sociedade e que todos estejam engajados, iremos precisar de todos os setores que estão presentes aqui. Também coloco o Núcleo de Estudos Científicos, sobre vulnerabilidade, a disposição onde possamos trabalhar com números percentual de atendimento, os encaminhamentos procedidos”, explica.

Segundo a presidente da AMPARA, Daisy Guilen, o trabalho da associação dentro do comitê é colaborar em todos os sentidos no acolhimento da mãe e da criança na hora da adoção. Ela descreve que este momento em que a mulher toma a decisão de entregar o filho é um processo difícil em que será importante o trabalho em conjunto onde passe segurança para que essa mulher não sofra consequências e não seja julgada nem criminalizada por isso.

“Esta criação de um comitê é de extrema importância para a sociedade, ele garante para mãe todos os serviços ofertados, desde o pré-natal, acompanhamento psicológico, dentre outros. Estamos felizes em participar do início deste projeto”, fala.

Leia mais:  Sugestão de pauta: Prefeito Emanuel Pinheiro lança construção do Hospital Veterinário

Por fim, a representante do Ministério Público do Estado, a assistente social, descreve sobre a importância desta reunião onde a articulação de todas as instituições que estão presentes é fundamental para garantir o direito tanto da mulher referente a saúde, a assistência social, quando ela opta pela entrega legal que é um direito garantido por lei e que ainda não é muito conhecido pela sociedade geral e tanto da criança como do adolescente que não vai ficar expostos a situações de risco, como o aborto clandestino.

 “Estamos aqui para garantir os direitos tanto da mulher como da criança e adolescente”, finaliza.

Fonte: link

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Sugestão de pauta: Prefeitura de Cuiabá promove 3ª Edição da Feira de Adoção Voluntária de Pets

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Diretoria de Bem-Estar Animal (DBEA), realiza, na quinta-feira (2), a 3ª Edição da Feira de Voluntária de Adoção de Pets (cães e gatos), ao ar livre, na Praça Alencastro. O evento ocorrerá no período matutino, das 8h às 12h e mais de 20 animais serão disponibilizados. Durante o evento também será realizada uma palestra sobre os cuidados domésticos dos bichinhos, distribuição de brindes e aplicação de vacinas antirrábicas e vermífugos. 

A diretora Beatriz Del ‘Isola, aproveitou para relembrar o sucesso conquistado pelas edições anteriores e afirmou que essa é mais uma oportunidade proporcionada pela Gestão Emanuel Pinheiro em prol da valorização da causa animal. “Graças a Deus tivemos somente este ano mais de 60 animais adotados. É apenas a continuação desse grande projeto que vamos continuar levantando, chegando aos bairros também”, disse. 

Serviço: 

Assunto: 3ª Edição da Feira de Adoção Voluntária de Pets

Horário: 08h às 12h

Data: Quinta-feira (02)

Local: Praça Alencastro

Comentários Facebook
Leia mais:  Secretaria de Meio Ambiente participa de ação em parceria com o Sine da Gente
Continue lendo

CUIABÁ

Estudantes dos 8º e 9º Anos da EMEB Senador Darcy Ribeiro participaram de visita a Câmara Municipal

Publicado

Estudantes dos 8º e 9º Anos da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Senador Darcy Ribeiro, localizada no bairro Jardim Industriário, participaram, na quinta-feira (26), de uma visita guiada ao legislativo municipal. O Projeto Cuiabaninhos é uma iniciativa da Câmara Municipal, realizado em parceria com a Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, e tem como objetivo, discutir temas ligados a cidadania.

A visita dos 35 estudantes começou em frente ao obelisco na Praça Moreira Cabral. No local eles receberam informações sobre o Centro Geodésico da América do Sul e o Campo D´Ourique. Já na Câmara Municipal eles conhecerem o Plenário Ana Maria Couto, o “Plenarinho”, onde participaram de uma palestra sobre o Poder Legislativo. Após o lanche os estudantes visitaram o Plenário das Deliberações Paulo de Campos Borges.

O diretor da escola, Lauro Flávio Sebalhos, e o assessor pedagógico da Coordenadoria de Programas e Projetos da Secretaria Municipal de Educação, Edimilson Moraes, acompanharam a visita guiada e falaram sobre como o projeto auxilia no desenvolvimento dos jovens para construção de uma sociedade mais ativa na política.

“Como diretor, avalio como muito positivo para as nossas unidades educacionais, auxiliando e complementando a formação dos nossos estudantes como cidadãos. É importante que possamos trabalhar junto com os jovens na construção da cidadania. A Secretaria Municipal de Educação e a Câmara estão proporcionando esse ambiente para o conhecimento. A escola inteira queria participar hoje, mas eu expliquei que vamos participar gradativamente”, disse Lauro Flávio, diretor da EMEB Senador Darcy Ribeiro.

“É um momento ímpar na vida desses adolescentes e, principalmente, no retorno desse projeto tão importante para despertar a cidadania, onde eles aprendem esses conceitos, o que é direito, o que é dever. Despertar o interesse na questão do voto e a participação enquanto cidadãos atuantes da sociedade”, avaliou Edmilson Moraes, assessor pedagógico da Secretaria Municipal de Educação.

Leia mais:  Sugestão de Pauta: Diagnóstico da Agropecuária de Cuiabá será apresentado na quarta-feira (25), no Palácio Alencastro

Geovanna Soares, de 13 anos, estudante do 8º Ano, gostou da experiência que trouxe conhecimento sobre seus direitos e deveres. “Estou achando muito legal, porque é uma coisa que nós já queríamos antes. Aprendemos muito e, o que quero levar pra minha vida é muito aprendizado. É muito importante o projeto porque informa os nossos direitos, o que podemos ou não fazer. E isso vai estar adicionando o nosso conhecimento”, contou a estudante.

Gabrielly Anne da Silva Costa, do 9º Ano, disse que também aprendeu muito com a visita. “A experiência foi edificante. Essa visita me ajudou a entender como é o trabalho dos vereadores e agora tenho uma boa ideia sobre o assunto”, disse a estudante.

“Como professor vejo essa experiência como bastante gratificante tanto para  nós como para os estudantes, no despertar da cidadania, para que eles possam saber que a democracia é construída com a participação deles também e que direitos e deveres têm locais específicos para serem discutidos”, disse o professor de Inglês e Redação, João Pedro Amorim Franceschi, ex-estudante da unidade.

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana