conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Morre Naomi Judd, estrela do country americano

Publicado

source
Naomi Judd e a filha Winona, da dupla The Judds
Reprodução/Instagram

Naomi Judd e a filha Winona, da dupla The Judds

A estrela da música country norte-americana Naomi Judd, da dupla vencedora do Grammy The Judds, morreu neste sábado, 30, aos 76 anos, anunciou sua família hoje. O grupo, formado por ela e pela filha irmã Wynonna Judd, será introduzido no Country Music Hall of Fame no domingo, 1.

“Hoje nós, irmãs, passamos por uma tragédia”, disseram a atriz Ashley Judd e a cantora Wynonna Judd, em um comunicado conjunto publicado em suas contas do Instagram. “Perdemos nossa linda mãe para a doença mental.”

“Estamos navegando em uma dor profunda e sabemos que, como a amávamos, ela era amada pelo público”.

As irmãs não deram mais detalhes sobre a causa da morte da mãe.

Leia Também

Naomi e Wynonna Judd formaram a dupla no final da década de 1970, embora só tenham estourado em 1983. Ao longo de sua carreira conjunta, elas tiveram 14 canções em primeiro lugar nas paradas e ganharam vários prêmios, incluindo cinco Grammys.

Na sexta-feira, o Country Music Hall of Fame anunciou em sua conta do Instagram que o The Judds seria eternizado pela instituição por ter ajudado a “levar o país de volta às suas raízes na década de 1980 com canlões enxutas e melodiosas influenciadas pela música folclórica tradicional, pelo blues acústico, e por atos de harmonia familiar.” Algumas das músicas mais populares da dupla incluem “Love Can Build A Bridge”, “Mama He’s Crazy” e “Girls’ Night Out”.

Leia mais:  Elton John ganhará novo documentário pela Disney+

The Judds terminou oficialmente em 1991, quando Naomi foi diagnosticada com hepatite C, embora as duas cantoras tenham se reunido várias vezes para turnês e apresentações especiais.

Naomi e Wynonna Judd deveriam se reunir no outono para sua primeira turnê em mais de uma década.

Fonte: link

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Gil do Vigor conta que Anitta foi tema de prova nos EUA: “Poderosa”

Publicado

source
Anitta e influência da cantora na cultura brasileira viram tema de prova nos EUA
Marcelo de Assis

Anitta e influência da cantora na cultura brasileira viram tema de prova nos EUA

A influência de Anitta já chegou às provas dos Estados Unidos. A cantora brasileira foi tema de um teste aplicado no país, em uma questão que abordava a influência dela na cultura brasileira. Quem deu a notícia foi o economista e ex-BBB Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor.

Gil soube do fato por um amigo estadunidense chamado Tyler Williams, que afirmou que Anitta foi o assunto de seu exame final na faculdade do Arizona.

“Estou falando com um amigo gringo que disse que a Anitta foi assunto da prova final dele. Essa mulher é poderosa demais”, afirmou Gil em seus stories do Instagram.

Anitta soube da notícia e reagiu no próprio perfil do Twitter. “Passada”, escreveu a cantora. Anitta tem sido apontada como uma das principais artistas do mercado internacional.

Só neste ano, a cantora se apresentou no Coachella, foi ao MET Gala e, com “Envolver”, teve a música mais ouvida do mundo no YouTube e em plataformas de streaming.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Samantha Schmütz pede desculpas para Juliette: 'Ódio e mágoa'
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Johnny Hooker fala em fim de carreira: “Meu trabalho não tem demanda”

Publicado

source
Instagram/Reprodução

“É preciso saber a hora de se retirar”, diz Johnny Hooker

O cantor Johnny Hooker deu a entender no Twitter que deve finalizar sua carreira após desabafar sobre os baixos números de reprodução de sua nova música, “CUBA”, no primeiro dia de lançamento. A faixa teve 13.879 reproduções na última sextaf-feira (20). Neste sábado (21), ele afirmou que desabafo é um pedido de ajuda.

“Para um artista existir e sobreviver sem apoio de nenhum lado precisa ter demanda orgânica, e os números do 1o dia de lançamento de CUBA deixam claro isso. Não há mais demanda pelo meu trabalho. Se é que houve um esboço de alguma algum dia. É preciso saber a hora de se retirar”, escreveu o cantor em seu perfil no Twitter.

“Não foi uma batalha em todo perdida, consegui driblar o poder econômico várias vezes. Tenho dois discos de platina e 250 milhões de streams orgânicos pra provar isso. Fica o legado também, arte é pra sempre. Mas a gente tem que manter a dignidade também”, continuou, emendando que, mesmo assim, vai lançar o seu terceiro álbum em algumas semanas.

Leia mais:  Zé Neto não se arrepende de ofender Anitta e criticar Lei Rouanet

O desabafo do artista rendeu diversas mensagens de apoio, às quais o cantor agradeceu. “O meu desabafo não foi por ingratidão com tudo que já conquistei (que foi muita coisa por sinal), as vezes é só um pedido de ajuda mesmo e um lembrete de que ainda estou aqui vivo, produzindo música f*da. lutando contra forças INIMAGINÁVEIS, tendo que provar um milhão de vezes que eu sou foda pra conseguir migalhas. Sei que a maioria entendeu. Enfim, recebam todo meu amor de volta”, finalizou.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana