conecte-se conosco


POLICIAL

Integrante de quadrilha de roubo de veículos na região metropolitana é preso no interior do estado

Publicado

Mais um integrante da quadrilha investigada pela Polícia Civil na Operação Imperial por roubos de veículos em Mato Grosso foi preso. O investigado de 31 anos teve o mandado de prisão preventiva cumprido em Barra do Bugres, no interior do estado, quando procurou a Delegacia da Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência e foi reconhecido pelos policiais, que já estavam com informações sobre o foragido repassadas pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos.

Na semana passada, outro alvo da operação foi preso no interior de Mato Grosso do Sul pela equipe da Delegacia Regional de Jardim em apoio à Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Derfva). Ele era um dos principais alvos da investigação e estava foragido desde a deflagração da operação, no ano passado. “Ele era responsável por alugar as casas onde a organização criminosa ocultava os veículos roubados e falsificar os documentos para “esquentar” os veículos”, afirmou o delegado Gustavo Garcia, da Derfva.

Além desses dois mandados cumpridos, a Polícia Civil de Mato Grosso continua as buscas para chegar ao paradeiro de mais um investigado, que está foragido.

Operação Imperial 

As investigações da Derfva resultaram na deflagração da operação em agosto do ano passado, quando foram cumpridos 13 mandados de prisão e 42 mandados de busca. A organização criminosa atuava também no tráfico de drogas, na modalidade escambo (troca de veículos, objetos de roubo/furto por entorpecentes), receptação, uso de documentos falsos, falsidade ideológica, estelionato, lavagem de capitais, entre outros crimes.

Foi identificado o envolvimento da quadrilha em, pelo menos, 25 ocorrências, sendo 18 roubos majorados no período entre agosto e outubro de 2020. A investigação apontou ainda que neste curto período houve um prejuízo às vítimas de cerca de um milhão e meio de reais.

A organização criminosa possuía três núcleos de atuação, sendo um deles que atuava no nos roubos de veículos, outro destinado para fazer a venda do produto através de estelionato e uma terceiro com o tráfico de drogas.

Leia mais:  Policiais civis apresentam experiências positivas em seminário internacional de Polícia Comunitária

Nas duas fases da operação realizadas no ano passado, o objetivo do trabalho da Derfva foi atuar na descapitalização e desmantelamento da organização criminosa. Para chegar aos autores e na responsabilização criminal de cada integrante, a delegacia reuniu uma farta documentação durante a investigação e também nas fases da Operação Imperial, quando foram cumpridas 84 ordens judiciais decretadas pela 7ª Vara de Cuiabá, entre mandados de prisões, buscas e apreensões e medidas cautelares diversas contra a organização criminosa, além do sequestro de valores de contas bancárias e investimentos dos investigados. 

Sequestro de bens

A Derfva representou à 7ª Vara Criminal e foi autorizado o sequestro dos 23 veículos pertencentes à organização criminosa e a alienação antecipada dos bens sequestrados, estimados em cerca de 2 milhões de reais. Os bens constituem objetos indiretos dos crimes investigados, ou seja, itens adquiridos com os proventos dos crimes.

O delegado Gustavo Garcia disse que a medida busca garantir  eventual reparação dos danos causados pela organização criminosa, bem como a necessidade de impedir a deterioração dos bens. 

Fonte: link

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Suspeito de encurralar vítimas com faca dentro de loja tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado

O autor de uma tentativa de homicídio ocorrida dentro de uma casa comercial em Nova Canaã do Norte teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, diante da representação feita na Delegacia do município. O suspeito foi preso em flagrante no dia 18 de maio após correr atrás das vítimas em posse de uma faca em uma loja de produtos agropecuários.

O caso ficou conhecido nacionalmente, após as imagens do atentado correrem todo o Brasil. O inquérito policial foi concluído com o indiciamento do suspeito por tentativa de homicídio, sendo a prisão preventiva decretada pela Justiça de Nova Canaã do Norte.

No dia dos fatos, o suspeito estava na loja conversando, momento em que teve um surto, começando a gritar e pegando uma faca que estava dentro do balcão. Em posse da arma, ele correu atrás de uma das vítimas, e posteriormente retornou para dentro loja, e ameaçou os funcionários do local com a faca.

As vítimas estavam encurraladas, quando o proprietário da loja pegou uma arma de fogo e efetuou um disparo para cima, conseguindo sanar a ação do suspeito.Com o disparo, o suspeito cessou as ameaças, e colocou a faca em cima de um freezer, pediu desculpa e saiu da loja, em seu veículo em alta velocidade.

Após os fatos, o suspeito foi detido pela equipe da Polícia Militar e encaminhado para o hospital municipal de Nova Canaã do Norte, para atendimento médico. Posteriormente, o foi conduzido a Delegacia, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio,

Após o flagrante, o suspeito foi encaminhado para audiência de custódia, tendo o delegado representado pela conversão da prisão em flagrante para prisão preventiva.

O suspeito já é conhecido na região por ter problemas psicológicos e as imagens do atentado viralizaram nacionalmente.

Leia mais:  Polícia Civil investiga se motorista de aplicativo fez outras vítimas de crimes sexuais em Rondonópolis
Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão de suspeito de tentar matar vítima com seis tiros em Juína

Publicado

O autor de uma tentativa de homicídio ocorrido, neste mês de maio em Juína (735 km de Cuiabá), teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na noite de sexta-feira (27.05). O suspeito de 18 anos foi localizado na região central do município de Castanheira.

O crime ocorreu bairro Módulo 05 em Juína, ocasião em que vítima foi atingida por seis disparos de arma de fogo, calibre 38. Na ocasião, a vítima ficou internada por aproximadamente 15 dias conseguindo resistir aos ferimentos.

Logo após os fatos, a equipe de investigadores da Delegacia de Juína iniciou as diligências, e por meio imagens de câmeras de segurança, oitiva de testemunhas e outras providências, conseguiu identificar o autor do crime.

Com base nos levantamentos, foi represento pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais civis de Juína.

O suspeito foi conduzido à delegacia e durante interrogatório conduzido pelo delegado Ronaldo Binoti Filho, confessou a autoria do crime, dizendo que foi motivado por ciúmes de uma garota.

Segundo o delegado, o suspeito também é investigado por outro homicídio ocorrido no mês de março em Juína. “As investigações seguem em andamento para esclarecer os fatos e responsabilizar os envolvidos no crime” disse o delegado.

Após as providências de praxe para cumprimento da ordem judicial, o suspeito foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Homem de 61 anos é preso pela Polícia Civil após abusar sexualmente de enteada de 12 anos
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana