conecte-se conosco


MATO GROSSO

Seduc repassou mais de R$ 47 milhões para manutenção preventiva e corretiva das escolas

Publicado


Muito foi feito pela educação em 2021, tendo o maior investimento na infraestrutura escolar nos últimos 10 anos. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) realizou o repasse de R$ 47.680.789,43 para escolas da rede estadual de ensino, por meio do recurso descentralizado, destinado às intervenções físicas preventivas e corretivas na infraestrutura dos imóveis. 

Ao longo do ano, cerca de 415 unidades escolares foram beneficiadas com o recurso, garantindo um ambiente de qualidade aos estudantes. Entre as beneficiadas, 61 estão localizadas em Cuiabá.

Com o recurso descentralizado, a Escola Estadual Professora Stela Maris Valeriano da Silva, em Rondonópolis, realizou a pintura interna e externa de toda unidade. O diretor da escola, Valdinei Caes,  relata que recebeu R$ 99.476, 75 e com esse valor conseguiu realizar a pintura interna e externa de toda a escola, pintar a quadra poliesportiva e consertar o hidrante da unidade.

Ele destaca que o recurso sendo administrado pela gestão escolar torna o processo de reparos e reformas mais prático. Ademais, salienta que as restaurações contribuem de diferentes formas com o processo do ensino e fortalecimento da relação entre a escola e os estudantes.

“A escola faz muito mais com esse recurso em mãos. Não temos como dissociar ensino e aprendizagem da estética, então, quando o estudante entra na sala e ele vê esse ambiente organizado, climatizado, ele tem naturalmente uma disposição melhor para aprender, igualmente o corpo docente. Acredito que os ganhos pedagógicos irão refletir a médio e a longo prazo”.

Valdinei pretende solicitar o recurso novamente para exercer mais alguns ajustes prediais. Por meio do recurso descentralizado, o diretor da Escola Estadual Coronel Jeronimo Gomes Silva, localizada em Araguaiana, Wellyngton Rocha Figueira, desempenhou uma reforma na secretaria da escola, a pintura interna e reparos na cozinha. O diretor relatou que em 2022 planeja fazer intervenções na quadra poliesportiva, pintura dos banheiros, fazer a manutenção do telhado e a compra de suportes para os ares-condicionados.

Leia mais:  Secel divulga prévia dos eventos esportivos em encontro com gestores municipais de esporte

“São melhorias que a gente tem hoje na educação do Estado de Mato Grosso, que proporcionam uma qualidade de ambiente para o estudante e toda a comunidade escolar. Para mim, a gestão do secretário Alan Porto, junto com o governador Mauro Mendes, está sendo a melhor”, salienta Wellynton. 

Recurso descentralizado

O recurso descentralizado é uma verba destinada para manutenções preventivas e corretivas, como a manutenção de banheiros e cozinhas, as chamadas áreas molhadas, revitalização da pintura, troca de pisos e telhas, reparos pontuais na parte elétrica e hidráulica, em cercas, em muros, entre outros serviços.

Em 2021, o Governo do Estado de Mato Grosso publicou a Instrução Normativa Nº 006/2021, que reajustou o valor do recurso, congelado há nove anos, de R$ 33 mil para R$ 100 mil, facilitando o processo para efetuar as intervenções na infraestrutura das unidades.

Cada escola da rede estadual de ensino tem direito de solicitar o recurso duas vezes ao ano, o valor máximo de cada parcela é de R$ 100 mil. Para liberação dos recursos, as próprias escolas devem fazer o pedido à Seduc via sistema SigEduca módulo de Gestão de Estrutura Escolar (GEE), no site da Seduc (www.seduc.mt.gov.br), e ficam responsáveis pelas intervenções.

A escola precisa enviar um requerimento apontando os motivos e justificativa pelos quais necessita do recurso, com fotos e outras determinações que comprovem o mesmo. São necessários três orçamentos dos materiais e ou serviços a serem realizados.

(com supervisão de texto de Evelyn Ribeiro).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Entrada de drone, celulares e drogas na Penitencuária Central do Estado é interceptada

Publicado


Em ação rápida na noite de sexta-feira (21.01), policiais penais apreenderam um drone, celulares e substância análoga a maconha e cocaína na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá.

Durante vigilâncias e rondas no interior da unidade, os agentes conseguiram apreender os materiais ilícitos que seriam destinados aos reeducandos, por meio do equipamento.

Foram encontrados um drone, dois aparelhos celulares, 13 conectores para carregador, nove cabos USB, quatro fones de ouvidos.

Os agentes identificaram ainda três pacotes grandes e um pequeno de substância análoga a maconha e dois pacotes pequenos de substância aparentemente análoga à pasta base de cocaína.

Ainda durante a fiscalização, foram flagrados dois pacotes de papel para cigarro, um pacote de fumo e um rolo pequeno de fio.

O diretor da PCE, Lindomar Henrique da Silva Rocha, informou que um dos policiais penais se feriu durante ação, que precisou de atendimento médico em seguida.

“Nossos agentes não mediram esforços para realizar a apreensão de materiais ilícitos que seriam destinados aos reeducandos. Mesmo diante da adversidade, conseguiram efetuar a apreensão dos materiais. Deixamos aqui nossos parabéns a todos os policiais penais”, parabenizou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Gefron recupera duas caminhonetes roubadas que seriam levadas para a Bolívia
Continue lendo

MATO GROSSO

Policiais penais rendem casal arremessando materiais ilícitos e interceptam entrada de drone na Mata Grande

Publicado


Um casal foi detido na noite de sexta-feira (21.01) ao ser flagrado arremessando celulares, acessórios e entorpecentes na Penitenciária Major PM Eldo de Sá Correa, mais conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá). Além disso, em outra ação, os agentes conseguiram apreender ainda um drone carregado com outros materiais ilícitos na quadra do Raio II da unidade. 

Conforme informações do boletim de ocorrência, os suspeitos estavam em uma motocicleta modelo Honda Biz, de cor vermelha, em atitude suspeita passando por diversas vezes próximo ao presídio. Em dado momento, o homem pulou um alambrado de proteção e chegou a arremessar os materiais sobre o muro da Mata Grande, sendo repreendido em seguida pelos policiais penais.

Durante abordagem, a mulher relatou que receberia R$ 500 pelo trabalho. Já o homem contou que teria uma dívida perdoada após a conclusão do trabalho.

Foram apreendidos seis celulares, quatro carregadores, três fones de ouvidos e duas porções de grande volume de substância verde aparentando ser maconha.

Apreensão de drone

Em outra ação, ainda na noite de sexta, os policiais penais, durante rondas na unidade, localizaram um drone com dois aparelhos celulares, um carregador e cinco papelote.

Os materiais ilícitos estavam na quadra do Raio II. De imediato, os aparelhos celulares e o equipamento foram recolhidos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sexta-feira (21): Mato Grosso registra 594.311 casos e 14.179 óbitos por Covid-19
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana