conecte-se conosco


MATO GROSSO

Processo de Averbação Digital zera estoque físico e ganha prêmios nacionais

Publicado


Em 2021, o Mato Grosso Previdência (MTPrev) implantou o projeto Averbação Digital, transformando um dos principais serviços oferecidos pela autarquia em processo eletrônico. Em menos de 1 ano de funcionamento, já foi possível zerar o estoque de requerimentos feitos em papel e reduzir em 92% o tempo de análise de novos pedidos. O que antes demorava em torno de 6 meses, agora é resolvido em 15 dias se a documentação estiver correta.

Com o serviço totalmente eletrônico, os servidores ativos estaduais passaram a solicitar a averbação de tempo de contribuição de período anterior ao serviço público pela internet, por meio do Portal do Servidor. A análise do processo também é feita digitalmente e o interessado é informado sobre todas as movimentações por e-mail.

“A cada análise ou tramitação, o servidor recebe um e-mail com uma notificação. Caso haja alguma inconsistência na certidão apresentada ao MTPrev, ele já é informado e procura o instituto que emitiu o documento para a correção. Assim, a comunicação com o servidor durante a análise do pedido fica mais rápida e transparente”, explica a gerente de vida funcional, Vanessa Karla de Oliveira.

Segundo a gerente, a digitalização dos procedimentos de averbação também contribuiu para aumentar a precisão do simulador de aposentadoria e agilizar o processo de concessão do benefício, uma vez que os dados passaram a fazer parte da ficha funcional digital dos servidores.

Premiação

A Averbação Digital do MTPrev foi o projeto vencedor do 12° Prêmio Aneprem de Boas Práticas de Gestão Previdenciária, considerado o ‘Óscar da Previdência’ no Brasil. Além do 1º lugar na categoria gestão, o projeto conquistou o 1º lugar na premiação geral da modalidade Inovação.

Os prêmios foram entregues no dia 22 de novembro, durante o 20º Congresso Nacional de Previdência da Aneprem – Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios, em Porto de Galinhas-PE.

Leia mais:  Três homens são presos por extração ilegal de madeira em Nova Maringá

Para o diretor-presidente do MT Prev, Elliton Oliveira de Souza, a digitalização dos serviços da autarquia é essencial para reduzir custos e otimizar o atendimento ao beneficiário.

“Estamos em um processo de desburocratização e transformação digital. Em 2020, entregamos o requerimento e o simulador de aposentadoria on-line, a concessão de aposentadoria remota e a Certidão de Tempo de Contribuição Digital. A Averbação Digital veio para aumentar essa carta de serviços eletrônicos e em breve, todos os nossos serviços serão digitais”, afirma.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Editais do concurso para as forças de segurança de MT são retificados; salários para PMs, bombeiros e peritos tiveram aumento

Publicado


Os sete editais para cargos das forças de segurança do Estado passaram por alterações, publicadas em edição extra do Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (24.01). Entre as mudanças, os salários iniciais para oito carreiras tiveram reajuste e medidas de biossegurança contra a Covid-19 foram determinadas nos editais.

Mesmo com as retificações em itens como remunerações, provas objetivas, testes de aptidão, condições incapacitantes e exames médicos e o cronograma com prazos, a data das provas objetivas permaneceu a mesma e os exames teóricos serão realizados no dia 20 de fevereiro pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop e Barra do Garças.

O concurso será para formação de cadastro de reserva, no entanto, o governador Mauro Mendes já anunciou que a previsão é de que 1.200 novos servidores sejam nomeados ainda em 2022.

Para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), as vagas ofertadas são para oficial e soldado, além de oficial de saúde da PM. Para a Polícia Judiciária Civil, as vagas são para escrivão e investigador. Já para Politec, os aprovados no concurso preencherão cargos de perito oficial criminal, perito médico legista e perito odonto legista.

Os salários que tiveram alteração no valor foram para os oficiais da PM e Bombeiros, que passam a ser R$ 9.000,71 iniciais. No caso dos soldados, a remuneração inicial será de R$ 3.545,31, tanto para PMs, quanto para os Bombeiros, porém após o curso de formação, o salário do soldado do Corpo de Bombeiros será de R$ 5.174,59. Já os peritos da Politec terão salário inicial de R$ 14.961,17.

O concurso exige que os candidatos tenham ensino superior completo, sendo que algumas vagas possuem exigência em áreas específicas de formação, como é o caso do curso de Direito para oficiais da PM e do CBM e de Medicina e Odontologia para os cargos de perito médico legista e perito odonto legista.

Leia mais:  Curta sobre imigração negra e websérie da cultura cigana serão lançados no Cine Teatro Cuiabá

A homologação do resultado do concurso deverá ocorrer no dia 29 de junho e o certame tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois anos. Mais informações podem ser conferidas nos editais, na edição extra do Diário Oficial de 24 de janeiro. Ou no site da UFMT e pelo email: [email protected]

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Segunda-feira (24): Mato Grosso registra 601.453 casos e 14.205 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (24.01), 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.205 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Dos 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 25.649 estão em isolamento domiciliar e 560.639 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 179 internações em UTIs públicas e 192 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 82,8% para UTIs adulto e em 42% para enfermaria adulta.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (117.124), Várzea Grande (44.652), Rondonópolis (39.573), Sinop (28.292), Tangará da Serra (19.623), Sorriso (18.797), Lucas do Rio Verde (17.288), Primavera do Leste (16.600), Cáceres (13.552) e Alta Floresta (12.083).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Sistemas instáveis

Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que for restabelecido o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Escola de Governo oferta 300 vagas para curso online de Gestão Pública Gerencial

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana