conecte-se conosco


DIAMANTINO

Prefeitura altera diretrizes para atendimentos Covid-19 em Diamantino

Publicado


O Governo de Diamantino, por ação da Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, alterou o fluxograma de atendimentos nas unidades de saúde à pacientes com sintomas gripais, ou sob suspeita de infecção pelo novo coronavírus. As novas diretrizes foram definidas para que sejam evitadas as filas e superlotação no sistema municipal de saúde, em resposta aos surtos das novas variantes, Ômicron e Beta do novo coronavírus e da variante H3N2, do vírus Influenza A que circulam em todo o município. As medidas passam a ter efeito a partir da próxima segunda-feira (24.01).

A principal alteração proposta pelo governo é o funcionamento do Centro de Triagem Covid-19 – CTC, que passa a receber pacientes para atendimentos a partir das 07:30 até às 18:30 horas, todos os dias da semana, incluindo sábados e domingos, além disto todas as unidades de saúde da família – ESF´s e PSF´s, localizadas na zona urbana, vão receber pacientes acometidos por síndromes respiratórias durante o período da tarde, de segudas às sextas-feiras.

Para os pacientes, moradores do bairro Novo Diamantino e adjascências, com a notificação de pedido médico para realização do teste covid-19, serão encaminhados ao Laboratório Municipal de Diamantino, tendo os horários de coleta no período da manhã entre às 09:00 e 11:00 horas e durante a tarde entre às 13:30 e 15:30 horas.

Quando devo realizar a testagem de antígeno para covid-19?

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, para que surtam efeitos e sejam excluídos os testes “falsos positivos”, recomenda-se ao paciente que realizem o teste rápido, onde a coleta é realizada por swab-nasal, entre o 3º e o 7º dia do surgimento dos primeiros sintomas, ou os testes de anticorpos (IGM/IGG) a partir do 10º dia, conforme critério médico.

Leia mais:  Secretaria de Agricultura busca solução para abastecimento de água na comunidade do Teixeira

Pacientes que apresentem sintomas de infecção respiratória, que estejam nos grupos de risco para evolução do quadro clínico grave da doença e pacientes hospitalizados por qualquer outro motivo, também devem ser submetidos a testagem.

Quando não é recomentada a realização dos testes de antígeno?

 Em razão da rápida transmissão comunitária das novas variantes da covid-19 e da H3N2, o sistema de saúde em todo o Brasil passa pela defasagem e excassez de oferta dos kit para realização dos testes de antígeno, neste sentido, desaconselhamos a procura pela testagem de pessoas assintomáticas, incluindo pessoas de seu convívio, ou aquelas que desejam sair do isolamento ou como passaporte para frequentar locais públicos, como shows e eventos.

Vacinação Covid-19

O Governo de Diamantino, já imunizou 99% da sua população adulta com ao menos uma dose do antígeno para a SarS-Cov-2, vírus causador da covid-19, sendo o número de doses aplicadas na população, maior do que o número de habitantes, o que coloca município, entre os três que mais vacinaram em todo o Estado de Mato Grosso.

Ao todo, foram aplicadas 23.016 doses dos imunizantes enviados pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde, sendo 14.987 primeiras doses e outras 8.029 inoculações entre segundas doses e doses únicas.

Vacinação de crianças entre 05 e 11 anos

 Seguindo o cronograma do Plano Nacional de Vacinação – PNI, nesta sexta-feira (21.01) terá início nos posto de saúde e unidades de saúde da família, a imunização contra a covid-19 de crianças com idade entre 05 e 11 anos, que deverá obedecer os seguintes critérios:

  • Crianças com deficiência física permanente
  • Crianças com comorbidades
  • Indígenas e Quilombolas
  • Crianças que tenham convívio com pessoas com alto risco para evolução clinica grave da doença
  • Crianças sem comorbidades com idade entre 10 e 11 anos.
Leia mais:  Profissionais da educação participam de capacitação do plano de Formação Continuada

Horários de atendimentos: Entre às 07:30 e 11:00 horas e das 13:30 e 15:30 horas.

Vacinação de adoslescentes a partir de 12 anos e adultos

Todas às sextas-feiras as unidades de saúde da família receberão pacientes para a imunização de 1ª dose dos adolescentes com idade a partir de 12 anos (acompanhados pelo responsável) e 2ª dose, conforme agendamento no cartão de vacina.

Dose de Reforço, será aplicada entre às segundas e quintas-feiras, nos dois periodos de funcionamento das unidades de saúde, em pessoas com idade a partir de 18 anos, respeitando o período de 4 meses após a imunização da 2ª dose.

Comentários Facebook
publicidade

DIAMANTINO

Prefeitura e Câmara realizam Audiência Pública para apresentação de metas fiscais do 1º quadrimestre

Publicado

A Prefeitura Municipal de Diamantino e a Câmara municipal realizará, no dia 26 de maio, Audiência Pública para avaliação do cumprimento das metas fiscais do primeiro quadrimestre do exercício de 2022 conforme informações apuradas no RRRO – Relatório Resumido da Execução Orçamentária e no RGF- Relatório de Gestão Fiscal. O demonstrativo é apresentado em cumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A audiência será realizada às 16h, no Plenário da Câmara Municipal e haverá transmissão ao vivo na página do facebook  e Youtube.  Os resumos também poderão ser acessados, após a audiência, no Portal da Transparência, no site oficial da Prefeitura.

Na ocasião, serão apresentados os relatórios contábeis e financeiros que facilitam o acompanhamento das ações da administração pública referentes ao primeiro quadrimestre do ano. Enquanto o RRRO traz a movimentação orçamentária dos poderes Executivo e Legislativo, o RGF demonstra despesas empenhadas e liquidadas.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeitura e Câmara realizam Audiência Pública para apresentação de metas fiscais do 1º quadrimestre
Continue lendo

DIAMANTINO

Com apoio da prefeitura, agricultora de Diamantino é protagonista na produção de hortaliças

Publicado

Mulher forte e destemida é a agricultora familiar Maria Aparecida Pires, conhecida como Cida, na comunidade Caeté, distante cerca de 25 quilômetros de Diamantino. Ela é proprietária do Sítio Primavera, lote 56, onde vive há mais de 23 anos. Na propriedade, Cida, o esposo e o filho plantam e tiram o sustento do lar com toda assistência da Secretaria Municipal de Agricultura.

Como toda mulher rural, a Cida acumula as tarefas domésticas e do campo, mas é do cultivo de hortaliças que ela mais se orgulha da rotina diária de trabalho. “A gente vive daqui, é de onde a gente tira o sustento da família, paga conta, come e bebe”, contou.

Na propriedade da Cida se produz de tudo: batata, mandioca, pepino, pimentão, banana, abobrinha, pimenta de cheiro, berinjela, tomate, quiabo, tomate, mas o sonho dela e da família é ampliar a produção com cultivo de peixe e outros produtos que já deram certo. “Espero produzir muito, muito mais, investir principalmente em irrigação nesse momento da seca”.

Para ajudar nesse processo, um tanque de peixes já está sendo aberto pela Secretaria Municipal de Agricultura e logo estará disponível para o novo empreendimento rural familiar. “A gente recebe todo apoio da prefeitura, da secretaria, do secretário. A gente procura e eles sempre conseguem um trator, semente, calcário, apoio do agrônomo, o que precisar eles estão à disposição da gente”, relatou.

A assistência que a Secretaria proporciona aos trabalhadores rurais gera reconhecimento. “Esse apoio é essencial, porque se não tiver o apoio deles só a gente não dá conta de comprar tudo isso. Antes a gente não tinha esse atendimento, as estradas nossas eram muito ruins, hoje a gente tem o atendimento, tem como entregar as verduras. Que continue assim, ajudando não só eu, mas todas as comunidades. A agricultura familiar é tudo”, declarou.

Leia mais:  Com apoio da prefeitura, agricultora de Diamantino é protagonista na produção de hortaliças

O secretário Edson da Silva (Giripoca) acompanhou as ações realizadas no Sítio Primavera, onde conferiu no local as demandas necessárias. “Esse acompanhamento é contínuo, nós estamos buscando diminuir as solicitações que chegam e levando soluções o mais rápido possível. Essas famílias precisam de todo o apoio desde a semente, tratamento do solo, assistência técnica, abertura de tanques e outras ações que estamos intensificando na secretaria”, explicou.

Solidariedade

Além do protagonismo no campo, Cida também ajuda a colocar alimento em outras mesas de quem precisa por meio de doações. Os legumes e verduras não comercializados são entregues no CRAS-Centro de Referência de Assistência Social do município.   “Não tenho coragem de jogar nada fora, porque quando eu não tinha nada, tinha que comprar. Conversei com meu marido pra gente poder doar e quero continuar doando enquanto a gente tem bastante”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana