conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil recupera dinheiro de vítima de golpe na compra de veículo pela internet

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), recuperou mais de R$ 22,6 mil ubtraídos de uma vítima de estelionato que negociava a compra de um veículo pela internet.

A ocorrência foi registrada na segunda-feira (10.01), após o comunicante fazer o pré-registro do crime no site da Delegacia Virtual, relatando que participou de um leilão on-line via aplicativo e arrematou um veículo modelo Corola pelo valor de R$ 57 mil, mais o custo do frete, totalizando quase R$ 61 mil.

A vítima de 55 anos e residente no bairro Santa Inês, em Cuiabá, foi orientada pela atendente da suposta empresa de leilões a fazer duas transferências bancárias via PIX para duas contas distintas e com nome de titulares diferentes.

No entanto, após efetuar os pagamentos, a golpista disse que despacharia o veículo através de transportadora e mandaria as informações. Porém, depois de algumas tentativas de contato, a atendente parou de responder e bloqueou o comunicante.

Em seguida a vítima tentou contato usando outro número de celular, sendo que no primeiro momento a atendente respondeu, mas ao perceber que se tratava da mesma pessoa, a bloqueou novamente.

Rapidamente, a DRCI foi acionada para dar apoio nas investigações e, com base nas informações e nos comprovantes de pagamentos bancários, foi possível recuperar parte do valor subtraído da vítima, com o bloqueio de mais de R$ 22,6 mil transferidos para as contas suspeitas.

As investigações seguem em andamento para identificar os envolvidos no crime.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Homicídios de mulheres em Mato Grosso deixam 70 filhos sem mães
publicidade

POLICIAL

Armas, munições e acessórios são aprendidos com alvos de operação que apura homicídios em Pontes e Lacerda

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um arsenal de armas e munições, além de equipamentos acessórios como carregadores e um silenciador foram aprendidos pela Polícia Civil nesta quarta-feira (26.01), durante o cumprimento de mandados judiciais na Operação Letífero, que apura cinco homicídios ocorridos em Pontes e Lacerda. Três pessoas foram presas em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e munições de uso restrito ou proibido.

Parte das munições de diversos calibres foi apreendida em Rondonópolis, na casa de familiares de um policial militar, que é investigado por suposto envolvimento nos homicídios e também alvo de mandado de busca. Um cunhado do policial está entre os detidos em flagrante.

Na residência alvo das buscas, a Polícia Civil apreendeu 230 munições cal.22 intactas; 63 munições cal.357 ogival, intactas e 33 munições cal.357 expansivas também intactas; além de 50 cápsulas dos calibres 38 e 357, carregadores, bala clava, luvas pretas, roupas camufladas e celulares.

Ainda em Rondonópolis, as equipes policiais cumpriram um mandado de prisão de um policial militar, apontado como o principal alvo das investigações conduzidas pela Delegacia de Pontes e Lacerda para apurar os cinco homicídios ocorridos entre 2019 e 2021.

Outras duas prisões em flagrante ocorreram em Nova Lacerda e Pontes e Lacerda, onde foram apreendidas armas de vários calibres, dezenas de munições, um silenciador, além de objetos e roupas camufladas na residências do pai e de um irmão do militar preso.

Operação Letífero

Foram cumpridos 16 mandados judiciais nas cidades de Rondonópolis, Pontes e Lacerda e Nova Lacerda. A operação contou com apoio nas buscas das Delegacias Regionais de Rondonópolis e de Primavera do Leste, Polícia Rodoviária Federal, Politec, Polícia Militar, Gefron, Cioaper, Gerência de Operações Especiais da Polícia Civil e das unidades da Regional de Pontes e Lacerda. 

Leia mais:  Alvo de operação da Polícia Federal tem mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil em Arenápolis

O principal alvo é um policial militar que já trabalhou na região da fronteira. Os alvos das buscas também são investigados por suspeita de envolvimento com os homicídios, entre eles, outros três policiais militares.

A delegada Bruna Caroline Laet, responsável pela operação, explica que os exames de balística comprovaram que os disparos efetuados nas cinco vítimas saíram da mesma arma de calibre 9mm. “A princípio, esses crimes ocorreram mediante pagamento, mas a Polícia Civil segue com as investigações para chegar ao possível ou possíveis mandantes”, observou a delegada de Pontes e Lacerda. 

Conforme a investigação, que contou com um trabalho minucioso do Núcleo de Inteligência da Delegacia de Pontes e Lacerda, o principal suspeito seguiu um padrão para a execução dos homicídios. A Polícia Civil apurou que ele saiu de Rondonópolis e seguiu até Pontes e Lacerda utilizando com transporte motocicletas de média cilindrada. Os veículos usados estavam em nome de terceiros e ele fez vigilância para escolher o melhor momento de execução das vítimas, utilizando para os crimes uma pistola calibre 9mm. 

A investigação apontou ainda que em apenas um dos homicídios, o suspeito adotou outro modus operandi em razão da dificuldade de encontrar a vítima fora de sua residência e da possibilidade de reação, já que a vítima possuía armas de fogo.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil prende dois envolvidos em tentativa de latrocínio contra casal no distrito da Guia

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens envolvidos no crime de tentativa de latrocínio cometido contra um casal em uma residência no distrito da Guia em Cuiabá tiveram os mandados de prisão temporária cumpridos pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (26.01), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

Os suspeitos de 18 e 19 anos foram identificados como autores da tentativa de roubo seguido de morte, ocorrida na madrugada de 02 de outubro, quando equipes policiais foram acionadas por vizinhos das vítimas que relataram ter ouvidos disparos de arma de fogo, vindos da residência do casal.

No local, os policiais encontraram o portão da casa fechado e as vítimas alvejadas por disparo de arma de fogo, caídas dentro da piscina. As vítimas foram socorridas e conseguiram sobreviver aos ferimentos.

Ainda no local dos fatos, a equipe da Derf Cuiabá deu início as diligências para identificar e prender os autores do crime. Com base nas apurações, foi possível identificar dois envolvidos no crime, um deles que teria invadido a residência e efetuado os disparos e o segundo que teria dado apoio à fuga utilizando uma motocicleta.

Com base nos levantamentos, o delegado responsável pelas investigações, Henrique Trevizan, representou pela prisão temporária dos suspeitos que foram deferidas pela Oitava Vara Criminal de Cuiabá. As ordens judiciais foram cumpridas nesta quarta-feira (26) pelos policiais da Derf, sendo os suspeitos localizados no distrito da Guia. 

As investigações seguem em andamento para total esclarecimentos dos fatos e conclusão do inquérito, podendo a prisão dos suspeitos ser convertida de temporária para preventiva.

Fonte: PJC MT
Leia mais:  Suspeito é preso em flagrante por estupro de vulnerável em comunidade da fronteira

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana