conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil prende mulher que armazenava objetos que seriam distribuídos para presos da PCE

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher responsável por armazenar e organizar objetos que seriam distribuídos dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE) foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de terça-feira (11.01), em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). A suspeita, de 21 anos, foi flagrada em posse de diversos itens que seriam entregues a detentos da PCE e foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

As diligências iniciaram após os investigadores da DRE receberem denúncia sobre uma mulher, moradora do bairro Jardim Novo Milênio, que seria responsável pelo armazenamento de diversos objetos como carregadores de smartphones, chips telefônicos e drogas, que de alguma forma seriam distribuídos para presos da PCE.

Com base nas informações, os policiais realizaram a abordagem da suspeita em frente a residência, ocasião em que ela se apresentou bastante nervosa. Pela janela da casa, os policiais visualizaram dois pacotes plásticos que aparentavam ser entorpecentes.

Em buscas na residência, foram apreendidos os pacotes com porções de maconha, além de uma bolsa com diversos carregadores de smartphones, chips de telefones e apetrechos preparados para carregar celulares dentro de presídios (uma vez que as celas não possuem tomadas).

O material estava identificado e embalado em fitas isolantes iguais a outras apreensões realizadas em presídios. Também foram apreendidas no local, cinco lâminas de serra de ferro (tipo segueta). Todo material encontrado na residência foi apreendido e a suspeita conduzido à DRE, onde após ser interrogada, foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

Segundo a delegada DRE, Juliana Chiquito Palhares, o aparato de objetos apreendidos tinha como destino a Penitenciária Central do Estado e seriam introduzidos por terceiros por meio de drones ou arremessos para dentro da unidade. “A DRE agradece o apoio da sociedade, que por meio de denúncia, vem contribuindo para ações da Segurança Pública”, disse a delegada.

Leia mais:  Polícia Civil recupera motocicleta empenhorada por usuário em boca de fumo em Rondonópolis

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil prende dois envolvidos em tentativa de latrocínio contra casal no distrito da Guia

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens envolvidos no crime de tentativa de latrocínio cometido contra um casal em uma residência no distrito da Guia em Cuiabá tiveram os mandados de prisão temporária cumpridos pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (26.01), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

Os suspeitos de 18 e 19 anos foram identificados como autores da tentativa de roubo seguido de morte, ocorrida na madrugada de 02 de outubro, quando equipes policiais foram acionadas por vizinhos das vítimas que relataram ter ouvidos disparos de arma de fogo, vindos da residência do casal.

No local, os policiais encontraram o portão da casa fechado e as vítimas alvejadas por disparo de arma de fogo, caídas dentro da piscina. As vítimas foram socorridas e conseguiram sobreviver aos ferimentos.

Ainda no local dos fatos, a equipe da Derf Cuiabá deu início as diligências para identificar e prender os autores do crime. Com base nas apurações, foi possível identificar dois envolvidos no crime, um deles que teria invadido a residência e efetuado os disparos e o segundo que teria dado apoio à fuga utilizando uma motocicleta.

Com base nos levantamentos, o delegado responsável pelas investigações, Henrique Trevizan, representou pela prisão temporária dos suspeitos que foram deferidas pela Oitava Vara Criminal de Cuiabá. As ordens judiciais foram cumpridas nesta quarta-feira (26) pelos policiais da Derf, sendo os suspeitos localizados no distrito da Guia. 

As investigações seguem em andamento para total esclarecimentos dos fatos e conclusão do inquérito, podendo a prisão dos suspeitos ser convertida de temporária para preventiva.

Fonte: PJC MT
Leia mais:  Homicídios de mulheres em Mato Grosso deixam 70 filhos sem mães

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Autores de roubo a residência em Ribeirão Cascalheira têm prisão cumprida pelas Polícias de MT e GO

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens envolvidos em um roubo a residência no município de Ribeirão Cascalheira (900 km a leste Cuiabá) tiveram os mandados de prisão cumpridos, nesta quarta-feira (26.01), em ação conjunta da Polícia Civil de Mato Grosso e Polícias Civil e Militar do estado de Goiás.

Um dos suspeitos de 40 anos, teve a ordem de prisão cumprida em Goiânia (GO), onde estava vivendo utilizando documento falso. O segundo envolvido no crime, de 30 anos foi localizado na cidade de Trindade (GO), e também autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de munições.

O roubo ocorreu no dia 26 de agosto, quando os suspeitos se passaram por funcionários do Correios para invadir a residência da vítima no bairro Jardim Tangará e anunciar o assalto à mão armada. No roubo, foram subtraídos valores e armas de fogo da vítima, entre elas duas espingardas, além duas caixas de munições com 100 unidades cada, e diversas cartelas de munições de diferentes calibres.

Assim que a equipe da Delegacia de Ribeirão Cascalheira foi acionada do roubo iniciou as investigações, conseguindo identificar os suspeitos, como dois conhecidos da Polícia, com diversas passagens por diferentes crimes como furtos qualificados, roubo, tráfico de drogas, estupro de vulnerável, ameaça, violação de domicílio nas comarcas de Barra do Garças, Nova Xavantina, Água Boa e Porto Alegre do Norte.

Com base nos levantamentos, o delegado de Ribeirão Cascalheira, Sérgio Luís Henrique de Almeida, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, que foi deferida pela Justiça, no entanto desde o crime, os suspeitos estavam foragidos.

Nesta quarta-feira, após traca de informações entre as equipes da Delegacia de Ribeirão Cascalheira e Polícias de Goiás, os dois suspeitos tiveram as ordens de prisão cumpridas. O primeiro suspeito foi abordado no Setor Marechal Rondon, em Goiânia (GO), ocasião em que apresentou documento grosseiramente falsificado em nome de um terceiro.

Leia mais:  Suspeito é preso em flagrante por estupro de vulnerável em comunidade da fronteira

Descoberta sua verdadeira identidade, o suspeito confessou que sabia do mandado de prisão em aberto e por isso estava usando nome falso. Ele foi conduzido à delegacia, onde além de ter o mandado de prisão cumprido, foi autuado em flagrante por uso de documento falso.

A segunda prisão ocorreu no município de Trindade (GO), onde o suspeito foi localizado em uma residência no bairro setor Pontakayana. Na casa, os policiais encontraram no guarda-roupas do suspeito quatro munições calibre 38, sendo o suspeito também autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana