conecte-se conosco


MATO GROSSO

Polícia Civil apreende 19 toneladas de defensivos agrícolas furtados ou contrabandeados em MT

Publicado


Investigações realizadas pela Polícia Civil em 2021, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), para desbaratar grupos criminosos que atuam no furto de defensivos agrícolas em Mato Grosso, totalizaram 19 toneladas de produtos apreendidas, parte deles de benzoato, defensivo de comercialização proibida no Brasil. 

O trabalho de enfrentamento a esse tipo de crime é desenvolvido de forma integrada com outras unidades da Polícia Civil, em virtude da dimensão territorial de Mato Grosso, e também de outras instituições, como a Polícia Rodoviária Federal que tem sido parceira nas ações de repressão ao contrabando, roubo e furto de defensivos. 

A repressão realizada nas regiões rurais do Estado é constante.“Temos uma parceria muito exitosa com a Polícia Rodoviária Federal e em um estado de dimensões continentais, com a economia agrícola bem forte, as apreensões de defensivos contrabandeados são constantes, tanto que no ano passado somamos 19 toneladas apreendidas”, explicou o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Ele reforça que a tecnologia e a inteligência, junto ao trabalho integrado, são fundamentais para que as polícias possam avançar na repressão qualificadas a essas organizações criminosas.

Apreensões 

O mês de novembro registrou  a maior parte das apreensões ao longo do ano. Em uma das investigações, a GCCO chegou à apreensão de uma carga de duas toneladas de defensivos, em Tangará da Serra. Três suspeitos foram presos em flagrante e respondem por associação criminosa, contrabando, uso de documento falso, falsidade ideológica, crime ambiental e crime da legislação aplicada a uso de agrotóxicos. Os defensivos, entre eles 800 quilos de benzoato, estavam camuflados em embalagens de adubo foliar. Também foram recolhidos sacos de um defensivo de origem paraguaia, ‘Tiamexam’. 

Leia mais:  Governo promove debate para desmistificar preconceitos em torno da hanseníase

gcco%20defensivos%201(1).jpg

Em outra região produtora, no norte do estado, foi apreendida mais 1,3 tonelada de defensivos. Duas pessoas, entre elas o motorista que fazia a transporte da carga e o receptador dos produtos, foram presas em flagrante por contrabando e crime ambiental em Nova Mutum. Após informações sobre o possível transporte da carga de procedência ilícita, as equipes da GCCO e da PRF fizeram o acompanhamento da carreta até uma propriedade rural em Nova Mutum, onde os produtos seriam descarregados. No local, os policiais realizaram a apreensão da carreta e de uma caminhonete Toyota Hilux que estava com a carga de aproximadamente 1,3 mil quilos de agrotóxicos.

Em Primavera do Leste, outra carga foi apreendida, também em novembro, 200 quilos do defensivo agrícola de comercialização proibida no País, benzoato de emamectina. A apreensão foi realizada pela uma equipe da GCCO que, junto com a PRF avistou uma movimentação de caixas sendo descarregadas em uma residência, no bairro Primavera 2. A pessoa que estava recebendo a mercadoria disse aos policiais que estava recebendo a encomenda para seu pai e apresentou uma nota fiscal em nome de um sócio do pai. Depois de receber autorização para entrar na residência, os policiais checaram as caixas que estavam etiquetadas indicando ser um tipo de produto agrícola, contudo, havia outra embalagem dentro das caixas cujo produto armazenado é análogo ao benzoato de emamectina, de comércio proibido no Brasil.

defensivos(3).jpg

Já em Confresa, no nordeste do estado, a Polícia Civil apreendeu quase 30 mil quilos de produtos agrícolas importados ilegalmente. No local, os policiais da GCCO constataram que o produto, inicialmente informado como sendo fertilizante, não tinha certificação de origem e nem registro no Ministério da Agricultura da empresa fabricante. A GCCO apurou ainda que o registro no Ministério da Agricultura apontado nas embalagens não correspondia à empresa que supostamente fabricou os produtos. Em consulta à Receita Federal, a empresa informada estava com situação inativa.

Leia mais:  Filme aborda experiências e memórias de imigrantes que vivem em Cuiabá e Lisboa

No mês de outubro, em Rondonópolis, a GCCO apreendeu mais de 3 toneladas de defensivos agrícolas contrabandeados do Paraguai, avaliadas em mais de R$ 3 milhões. Duas pessoas responsáveis pelo transporte da carga foram autuadas em flagrante pelos crimes de contrabando e transporte irregular de agrotóxico. A ação contou com o apoio e suporte da Delegacia Regional de Rondonópolis e PRF. 

Os policiais civis receberam informações sobre dois caminhões que estavam vindo do Estado de Mato Grosso do Sul, carregados com defensivos contrabandeados do país vizinho. Com base nas informações, as equipes começaram o monitoramento dos veículos, assim que entraram em Mato Grosso, flagrando o momento que os dois caminhões chegaram a Rondonópolis, e pararam em um posto de combustível.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Entrada de drone, celulares e drogas na Penitencuária Central do Estado é interceptada

Publicado


Em ação rápida na noite de sexta-feira (21.01), policiais penais apreenderam um drone, celulares e substância análoga a maconha e cocaína na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá.

Durante vigilâncias e rondas no interior da unidade, os agentes conseguiram apreender os materiais ilícitos que seriam destinados aos reeducandos, por meio do equipamento.

Foram encontrados um drone, dois aparelhos celulares, 13 conectores para carregador, nove cabos USB, quatro fones de ouvidos.

Os agentes identificaram ainda três pacotes grandes e um pequeno de substância análoga a maconha e dois pacotes pequenos de substância aparentemente análoga à pasta base de cocaína.

Ainda durante a fiscalização, foram flagrados dois pacotes de papel para cigarro, um pacote de fumo e um rolo pequeno de fio.

O diretor da PCE, Lindomar Henrique da Silva Rocha, informou que um dos policiais penais se feriu durante ação, que precisou de atendimento médico em seguida.

“Nossos agentes não mediram esforços para realizar a apreensão de materiais ilícitos que seriam destinados aos reeducandos. Mesmo diante da adversidade, conseguiram efetuar a apreensão dos materiais. Deixamos aqui nossos parabéns a todos os policiais penais”, parabenizou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Entrada de drone, celulares e drogas na Penitencuária Central do Estado é interceptada
Continue lendo

MATO GROSSO

Policiais penais rendem casal arremessando materiais ilícitos e interceptam entrada de drone na Mata Grande

Publicado


Um casal foi detido na noite de sexta-feira (21.01) ao ser flagrado arremessando celulares, acessórios e entorpecentes na Penitenciária Major PM Eldo de Sá Correa, mais conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá). Além disso, em outra ação, os agentes conseguiram apreender ainda um drone carregado com outros materiais ilícitos na quadra do Raio II da unidade. 

Conforme informações do boletim de ocorrência, os suspeitos estavam em uma motocicleta modelo Honda Biz, de cor vermelha, em atitude suspeita passando por diversas vezes próximo ao presídio. Em dado momento, o homem pulou um alambrado de proteção e chegou a arremessar os materiais sobre o muro da Mata Grande, sendo repreendido em seguida pelos policiais penais.

Durante abordagem, a mulher relatou que receberia R$ 500 pelo trabalho. Já o homem contou que teria uma dívida perdoada após a conclusão do trabalho.

Foram apreendidos seis celulares, quatro carregadores, três fones de ouvidos e duas porções de grande volume de substância verde aparentando ser maconha.

Apreensão de drone

Em outra ação, ainda na noite de sexta, os policiais penais, durante rondas na unidade, localizaram um drone com dois aparelhos celulares, um carregador e cinco papelote.

Os materiais ilícitos estavam na quadra do Raio II. De imediato, os aparelhos celulares e o equipamento foram recolhidos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Policiais penais rendem casal arremessando materiais ilícitos e interceptam entrada de drone na Mata Grande
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana