conecte-se conosco


DIAMANTINO

O IBGE oferece isenção para pessoas inscritas no CADÚnico e as inscrições podem ser realizadas, presencialmente, na Secretaria de Assistência Social de Diamantino até 19/01/2022

Publicado


Isenção de taxa para pessoas de baixa renda 

Os processos seletivos para o Censo 2022 permitem a solicitação da isenção do pagamento da taxa de inscrição para pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico.

Para recenseador, o pedido deverá ser feito até o dia 21 de janeiro. Após o envio dos dados, a solicitação passará por uma análise da organizadora. O resultado preliminar dos pedidos de isenção de taxa será no dia 2 de fevereiro, cabendo recursos nos dias 3 e 4 de fevereiro. No dia 15 de fevereiro, sai o resultado definitivo. Caso o pedido de isenção seja indeferido, o candidato poderá pagar a taxa até o dia 16 de fevereiro.

Censo 2022 vai visitar todos os municípios brasileiros

No ano que vem, cerca de 213 milhões de habitantes, em mais de 70 milhões de domicílios, serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país. A pesquisa revelará entre outras informações, as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo. Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do país.

As inscrições para concorrer a 3.624 vagas temporárias do Censo 2022 foram prorrogadas até 21 de janeiro. São vagas de nível médio e fundamental distribuídas em 141 Municípios do Estado. Os  recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações nos domicílios mato-grossenses. Como o salário do recenseador é por produção, é possível simular a remuneração acessando o site https://censo2022.ibge.gov.br/trabalhe-no-censo/estimativa-de-remuneracao.html. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a organizadora da seleção e as inscrições poderão ser feitas pelo site https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21.

Leia mais:  Prefeitura altera diretrizes para atendimentos Covid-19 em Diamantino

As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. O candidato poderá fazer a prova em local diferente do que ele selecionar para trabalhar no ato da inscrição. O IBGE reforça que as inscrições para os processos seletivos de 2020 e 2021 não serão válidas para o Censo 2022. O pedido de reembolso dos processos cancelados pode ser solicitada no Portal do IBGE (https://www.ibge.gov.br/devolucao-de-taxa.html).

Há ainda vagas de agente censitário supervisor (ACS) e agente censitário municipal (ACM), ambas de nível médio. Os salários são de R$ 1.700 e R$ 2.100, respectivamente. O ACM gerencia o trabalho do posto de coleta, enquanto o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo.

Como as vagas de agente censitário terão inscrição única, ao candidato com melhor classificação será oferecida a vaga de ACM. Os demais terão direito às vagas de ACS, de acordo com a ordem de classificação.

A taxa de inscrição para recenseador é de R$ 57,50, e de R$ 60,50 para agente censitário, e pode ser paga até 16 de fevereiro. Com a prorrogação dos prazos, as provas foram adiadas de 27 de março para 10 de abril. Os candidatos podem concorrer aos dois processos seletivos, já que as provas dos recenseadores serão realizadas no turno da manhã e a dos agentes censitários na parte da tarde. As provas objetivas serão aplicadas presencialmente seguindo os protocolos sanitários de prevenção da Covid 19 que constam em edital. O candidato que descumprir as medidas de proteção será eliminado do processo seletivo.

Comentários Facebook
publicidade

DIAMANTINO

Dor de garganta é sintoma mais comum da variante Ômicron, saiba todos

Publicado


A variante com maior velocidade de transmissão comunitária, desde o início da pandemia, a Ômicron, tem lotado os postos de atendimento médico e também o Centro de Triagem Covid-19 – CTC, de Diamantino com pessoas apresentando sintomas gripais, sendo a queixa mais comum a “dor de garganta”.

Perguntado sobre os efeitos da nova variante presente no município e em todo o Estado, o médico anestesiologista, Dr. Renan Loureiro, ressalta que a doença mutada não tem alteração nas condições clínicas, porém se manifestando de forma menos agressiva do que as variantes anteriores e enaltece a importância pela confirmação ao menor sinal de sintomas gripais para a contenção da disseminação do vírus.

“Tenho observado que a grande maioria dos casos de infecção pelo novo coronavírus, se manifestam de forma “leve” nos pacientes, o que via de regra leva às pessoas a não desconfiarem que possa ser a Covid-19. Contudo, se você tiver o menor sintoma respiratório, como tosse, coriza, espirros, por mais leve que seja, tem de suspeitar que possa ser o novo coronavírus”, adverte o médico. “Vale salientar que, em pessoas vacinadas, os sintomas da Ômicron parecem se concentrar no trato respiratório superior, como nariz e garganta”, acrescenta.

Sintomas da Ômicron

O período de incubação, ou seja, o intervalo entre a data de contato com o vírus, até o início dos sintomas, parece ser menor em pessoas contaminadas pela variante Ômicron em detrimento de outras variantes, sendo estimado em apenas 3 dias, mais rápido do que nas variantes Beta, Delta e Gama, que apresentavam sintomas entre o 2º e o 10º dia da exposição ao vírus.

Contudo, se a nova variante leva menos tempo para manifestar sintomas, assim também como leva menos tempo para começar a transmitir o vírus, também leva menos tempo para a se recuperar da infecção.

Há ainda um contrassenso entre os especialistas sobre essas novas condições, se por consequência da imunidade adquirida pelo ciclo vacinal, ou se é uma característica específica da Ômicron.

Veja os principais sintomas da Ômicron:

  • Febre e calafrios
  • Tosse
  • Dificuldade para respirar
  • Cansaço
  • Dor muscular, ou no corpo
  • Dor de cabeça
  • Perda de olfato ou paladar
  • Dor de Garganta
  • Congestão nasal, ou coriza
  • Náusea ou vômito
  • Diarreia

A Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária de Diamantino, reforça as ações em resposta aos surtos de covid-19 detectados no município, sendo a principal proposta, o funcionamento do Centro de Triagem Covid-19 – CTC, entre as 07:30 e 18:30 horas, durante os 7 dias da semana, bem como o recebimento dos pacientes com sintomas gripais no período vespertino pelas unidades básicas de saúde (PSF e ESF) em toda a zona urbana.

A orientação para os pacientes do bairro Novo Diamantino e adjacências é a de que ao sentir qualquer um dos sintomas relacionados acima, procurem a unidade de saúde do seu bairro para avaliação médica e com a notificação do médico, realizar o teste de antígeno no Laboratório Municipal de Diamantino, localizado anexo ao ESF Central.

Como evitar a infecção pela Ômicron?

As medidas de prevenção da covid-19, continuam valendo: vacinar-se, lavar as mãos constantemente com água e sabão, utilizar corretamente as máscaras de proteção facial (de preferência a PFF2, mais recomendada para conter a Ômicron, ou qualquer variante) evitar contato pessoal, aglomerações e ambientes pouco ventilados, assim como não tocar olhos, nariz e boca, quando as mãos não estiverem higienizadas, além de ficar isolado em casa se estiver doente ou com sintomas gripais.

Se você não estiver doente, ou não sentir sintomas gripais, não é necessário a realização do teste de antígeno, e no caso de contato com pessoas com confirmação de infecção, observar o aparecimento dos sintomas entre o 3º e 7º dia.

Dr. Renan loureiro reforça que para mitigar a transmissão comunitária de todas as variantes do novo coronavírus, é necessário que sejam realizados esforços conjuntos, entre Poder Público e a população.

“O principal fator para vencermos o vírus é a cooperação entre todos, em uma pandemia não dá para ser cada um por si. A situação requer esforço de todos, cabendo ao Poder Público o tratamento e imunização e a população adotar as medidas de enfrentamento amplamente disseminada desde o início da pandemia”, reforça.

Leia mais:  Dor de garganta é sintoma mais comum da variante Ômicron, saiba todos

Comentários Facebook
Continue lendo

DIAMANTINO

Prefeitura altera diretrizes para atendimentos Covid-19 em Diamantino

Publicado


O Governo de Diamantino, por ação da Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, alterou o fluxograma de atendimentos nas unidades de saúde à pacientes com sintomas gripais, ou sob suspeita de infecção pelo novo coronavírus. As novas diretrizes foram definidas para que sejam evitadas as filas e superlotação no sistema municipal de saúde, em resposta aos surtos das novas variantes, Ômicron e Beta do novo coronavírus e da variante H3N2, do vírus Influenza A que circulam em todo o município. As medidas passam a ter efeito a partir da próxima segunda-feira (24.01).

A principal alteração proposta pelo governo é o funcionamento do Centro de Triagem Covid-19 – CTC, que passa a receber pacientes para atendimentos a partir das 07:30 até às 18:30 horas, todos os dias da semana, incluindo sábados e domingos, além disto todas as unidades de saúde da família – ESF´s e PSF´s, localizadas na zona urbana, vão receber pacientes acometidos por síndromes respiratórias durante o período da tarde, de segudas às sextas-feiras.

Para os pacientes, moradores do bairro Novo Diamantino e adjascências, com a notificação de pedido médico para realização do teste covid-19, serão encaminhados ao Laboratório Municipal de Diamantino, tendo os horários de coleta no período da manhã entre às 09:00 e 11:00 horas e durante a tarde entre às 13:30 e 15:30 horas.

Quando devo realizar a testagem de antígeno para covid-19?

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, para que surtam efeitos e sejam excluídos os testes “falsos positivos”, recomenda-se ao paciente que realizem o teste rápido, onde a coleta é realizada por swab-nasal, entre o 3º e o 7º dia do surgimento dos primeiros sintomas, ou os testes de anticorpos (IGM/IGG) a partir do 10º dia, conforme critério médico.

Pacientes que apresentem sintomas de infecção respiratória, que estejam nos grupos de risco para evolução do quadro clínico grave da doença e pacientes hospitalizados por qualquer outro motivo, também devem ser submetidos a testagem.

Quando não é recomentada a realização dos testes de antígeno?

 Em razão da rápida transmissão comunitária das novas variantes da covid-19 e da H3N2, o sistema de saúde em todo o Brasil passa pela defasagem e excassez de oferta dos kit para realização dos testes de antígeno, neste sentido, desaconselhamos a procura pela testagem de pessoas assintomáticas, incluindo pessoas de seu convívio, ou aquelas que desejam sair do isolamento ou como passaporte para frequentar locais públicos, como shows e eventos.

Vacinação Covid-19

O Governo de Diamantino, já imunizou 99% da sua população adulta com ao menos uma dose do antígeno para a SarS-Cov-2, vírus causador da covid-19, sendo o número de doses aplicadas na população, maior do que o número de habitantes, o que coloca município, entre os três que mais vacinaram em todo o Estado de Mato Grosso.

Ao todo, foram aplicadas 23.016 doses dos imunizantes enviados pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde, sendo 14.987 primeiras doses e outras 8.029 inoculações entre segundas doses e doses únicas.

Vacinação de crianças entre 05 e 11 anos

 Seguindo o cronograma do Plano Nacional de Vacinação – PNI, nesta sexta-feira (21.01) terá início nos posto de saúde e unidades de saúde da família, a imunização contra a covid-19 de crianças com idade entre 05 e 11 anos, que deverá obedecer os seguintes critérios:

  • Crianças com deficiência física permanente
  • Crianças com comorbidades
  • Indígenas e Quilombolas
  • Crianças que tenham convívio com pessoas com alto risco para evolução clinica grave da doença
  • Crianças sem comorbidades com idade entre 10 e 11 anos.

Horários de atendimentos: Entre às 07:30 e 11:00 horas e das 13:30 e 15:30 horas.

Vacinação de adoslescentes a partir de 12 anos e adultos

Todas às sextas-feiras as unidades de saúde da família receberão pacientes para a imunização de 1ª dose dos adolescentes com idade a partir de 12 anos (acompanhados pelo responsável) e 2ª dose, conforme agendamento no cartão de vacina.

Dose de Reforço, será aplicada entre às segundas e quintas-feiras, nos dois periodos de funcionamento das unidades de saúde, em pessoas com idade a partir de 18 anos, respeitando o período de 4 meses após a imunização da 2ª dose.

Leia mais:  Prefeitura altera diretrizes para atendimentos Covid-19 em Diamantino

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana