conecte-se conosco


CUIABÁ

Natal Sem Fome totaliza mais de 70 mil cestas doadas e arrecadadas em cinco edições

Publicado


Vicente Aquino

Clique para ampliar

A campanha de final de ano Natal Sem Fome do Núcleo de Apoio à Primeira-dama está em sua 5ª edição e os números de cestas de alimentos arrecadadas e doadas pela sociedade e iniciativa privada soma em torno de 77 mil, equivalente à mais de 2 mil toneladas de donativos.

Segundo a secretária de Assistência Social, Hellen Ferreira, é importante frisar que a campanha iniciou-se com grande envolvimento popular provenientes das doações espontâneas e não aquisição direta de alimentos.

“Vale destacar que os primeiros anos da campanha, que é sucesso após cinco anos, o grande foco eram as doações de empresas, segmentos e filantropos. Hoje com o fundo solidário social a logística mudou, mas ainda o foco é atender pessoas em vulnerabilidade social apontada pelos nossos técnicos”, afirmou.

Entretanto, nos últimos dois anos o Fundo Solidário Social, mecanismo criado pelo prefeito Emanuel Pinheiro para atender situações emergenciais na área social, fez a aquisição direta de cestas de alimentos que foram repassados à campanha.

O beneficiário direto são as famílias em vulnerabilidade social atendidas pelas instituições ligadas à Casa de Conselho, compostos pelos oito conselhos municipais. Cada conselho possui um rol de entidades sociais qual oferece a auxilio e supor social pela prefeitura.

“Essa grande campanha coordenada pelo Núcleo da primeira-dama vem a cada ano estabelecendo um marco nas ações sociais em Cuiabá. As pessoas já contam com as cestas do Natal Sem Fome porque ela representa a ceia de final de ano, representa o amor e a esperança para com as nossas famílias”, contou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeito Emanuel Pinheiro lamenta morte do ex-deputado federal Tampinha
publicidade

CUIABÁ

Morre padre Celso, o ícone desenvolmentista da Região Oeste; Pinheiro lamenta

Publicado


“Conheci padre Celso quando tinha meus 17, 18 anos em Brasília onde trabalhava com Jonas Pinheiro. Nos tornamos amigos de imediato. Fiquei extremamente consternado ao saber do seu falecimento. Rogo a Deus que amigos e familiares possam lembrar de suas belas palavras e ter a certeza de que Deus preparou um lugar merecido ao nosso querido monsenhor Celso”, lamenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

O monsenhor Ermínio Celso Duca, conhecido como padre Celso, da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima do município de Araputanga (345km de Cuiabá), faleceu aos 93 anos. Padre Celso nasceu em Talamona, ao Norte da Itália, mas já morava em Mato Grosso desde 1975.

Ermínio Celso Duca contribuiu com o desenvolvimento do município de Araputanga. Ele foi diretor de emissora de rádio e presidente de cooperativa dentre outros trabalhos sociais de grande importância para o município e região.

“Não tenho dúvidas de que Araputanga vai parar amanhã para prestar as últimas homenagens a esse grande homem de Deus”, finaliza Pinheiro.

O corpo do religioso está sendo velado desde as 22h desta quinta-feira na Igreja Matriz e a celebração da missa de honra fúnebres será realizada nesta sexta-feira (21) a partir das 16h, após o sepultamento.

A prefeitura de Araputanga decretou feriado municipal nesta sexta-feira e luto por três dias.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeito lamenta a morte de servidor da Educação, Sinval Nepomuceno da Silva
Continue lendo

CUIABÁ

Prefeito lamenta a morte de servidor da Educação, Sinval Nepomuceno da Silva

Publicado


Assessoria

Clique para ampliar

Sinval Nepomuceno da Silva faleceu na última quarta-feira (19), às 17 horas, vítima de câncer. O servidor da Secretaria Municipal de Educação, estava internado desde o dia 16 de janeiro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pascoal Ramos. Divorciado, deixa três filhos e três netas.

Técnico em Manutenção e Infraestrutura (TMIE), na função de Vigilante, Sinval trabalhou e sede da Secretaria Municipal de Educação e atualmente estava lotado na Creche Dona Micaela.

Servidor público municipal há 21 anos, tomou posse em março de 2000. Seu sobrinho e afilhado Jonair da Silva, lembra com carinho do ‘Cacique”, como costumava chamá-lo. “Meu tio estava sempre disposto a lutar e estudar as causas indígenas, falava como ninguém a língua Pareci, conhecia todas ervas e remédios naturais. Amava futebol, e sabia todas as técnicas elétricas. Sou grato por ele ter feito parte da minha missão enquanto ser-humano, e também dos alicerces com que me educou”, disse Jonair.

O prefeito Emanuel Pinheiro lamentou o falecimento do servidor. “Quero externar minha solidariedade aos filhos, netos e familiares. Deus conforte os corações de todos”, lamentou o prefeito Emanuel Pinheiro. 

O corpo de Sinval foi cremado, nesta quinta-feira (20) às 12 horas, em Cuiabá.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeitura irá investir mais de R$ 3 milhões na construção de centro multiuso na região Oeste
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana