conecte-se conosco


MATO GROSSO

Morre o ex-reitor da Unemat Arno Rieder

Publicado


Morreu na noite de quinta-feira (06.01), o ex-reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Arno Rieder, aos 69 anos, em Cáceres, em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes lamentaram o falecimento do ex-reitor, que foi um dos fundadores da instituição.

“Um profissional que deixa exemplos de vida e dedicação à Educação. Seu legado permanecerá como um marco para a educação e desenvolvimento de todo o Estado de Mato Grosso. Eu e minha esposa externamos nossas condolências aos familiares, amigos e colegas de trabalho”, afirmaram.

A Unemat decretou luto oficial por três dias e suspendeu todas as atividades administrativas e acadêmicas no âmbito da instituição nesta sexta-feira (07.01). “Ao longo de tantos anos dedicados à Unemat, Arno ensinou com seu exemplo e deixa marcas em diversos profissionais do todo o Estado”, destacaram o reitor Rodrigo Bruno Zanin e a vice-reitora Nilce Maria.

Arno Rieder iniciou a vida acadêmica quando a Unemat ainda era Instituto de Ensino Superior de Cáceres (IESC), em 1981. Tornou-se professor efetivo em 1990, vindo a ocupar o cargo de reitor no período de 1998 a 2002. Ele era lotado na Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas do Câmpus Jane Vanini, em Cáceres.

Formado em Agronomia, o professor possuía mestrado em Agricultura Tropical e doutorado em Saúde e Ambiente e em Ciências, sendo reconhecido internacionalmente por suas pesquisas com plantas e pragas domésticas, ao apresentar seu trabalho fora do país em diferentes ocasiões.

O professor Arno Rieder era casado com a professora da rede estadual de educação Vera Maria, com quem teve quatro filhos (Frederico, Júlio César, Vanusa e Laura). O velório é realizado na Câmara Municipal de Cáceres.

Leia mais:  Metamat receberá perfuratriz de poços artesianos no dia 1º de fevereiro
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Serviço de vistoria veicular é ampliado em Mato Grosso

Publicado


O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) já conta com 65 empresas especializadas em vistoria veicular credenciadas em todo Estado, ampliando a oferta do serviço para 41 municípios. Com isso, o cidadão tem a opção de realizar o serviço nas unidades do Detran ou procurar alguma dessas empresas para fazer a vistoria do veículo. CONFIRA AQUI AS EMPRESAS CREDENCIADAS

“O credenciamento das empresas especializadas em vistoria veicular demonstra o compromisso do Governo do Estado em criar mecanismos para desburocratização e descentralização do serviço do Detran para facilitar a vida do cidadão”, destacou o presidente do órgão, Gustavo Vasconcelos.

As vistorias feitas por essas empresas podem ser utilizadas para o processo de transferência de propriedade do veículo, processo de mudança da Placa de Identificação Veicular (PIV), nos processos de alteração de características do veículo, substituição de motor, regravação de chassi, entre outros que exijam a apresentação de vistoria veicular.

Neste momento de pandemia do Covid-19, H3N2, Influenza, o cidadão que precisa realizar o serviço de vistoria veicular e quer evitar deslocamento, pode solicitar o atendimento domiciliar para a realização do serviço junto a essas empresas credenciadas. 

No Detran, a vistoria é realizada na sede da Autarquia, em Cuiabá, na vistoria pesada, no Distrito Industriário, na Ciretran de Várzea Grande e demais 62 Ciretrans, e nas agências municipais no interior do Estado.

Para realizar o serviço nas unidades do Detran é necessário fazer agendamento prévio através do site do órgão (www.detran.mt.gov.br).  

Somente em 2021 foram realizadas 596.528 vistorias em veículos. Desse total 306.102 foram feitas por empresas credenciadas.

Vistoria

O serviço de vistoria tem como objetivo verificar a autenticidade da identificação do veículo e de sua documentação, legitimidade da propriedade, se o veículo dispõe de equipamentos obrigatórios e se estes estão funcionando; alterações das características originais do veículo e de seus agregados. E, caso constatada alguma alteração, se esta foi autorizada, regularizada e se consta no prontuário do veículo na repartição de trânsito.

Leia mais:  Indea alerta que venda ambulante de mudas e sementes ameaça a agricultura de MT
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Hemocentro precisa de doadores de sangue voluntários para manter atendimento a pacientes

Publicado


O MT Hemocentro, único Banco de Sangue Público de Mato Grosso, necessita repor o seu estoque de sangue de todos os tipos. O estoque atual é considerado delicado devido à queda na doação voluntária nesse período de férias, além da situação de alta nos casos de Síndrome Respiratório Aguda Grave (SRAG), que ocasionou a suspensão de coletas externas de doações pela equipe do hemobus e desistência de alguns doadores com sintomas gripais.

“A manutenção do estoque em níveis regular é imprescindível nesse momento de férias, pois as demandas hospitalares continuam intensas e o estoque auxilia no atendimento dos pacientes internados e outros que realizam tratamento no Hemocentro”, explica a diretora do MT Hemocentro, Gian Carla Zanela.

A diretora ainda informa que as coletas de sangue estão ocorrendo somente internamente na única sede do MT Hemocentro, na capital, e com agendamento prévio para o atendimento de 10 pessoas por hora. Durante o atendimento, a equipe da unidade e os doares comprem rigorosamente as medidas de biossegurança para evitar o contágio da Covid-19 e outros SRAG.

A doação de sangue deve ser voluntária e gratuita. Ainda neste mês de janeiro, o banco de sangue em parceria com a Liga Oncológica do curso de medicina da Unic, realizará o Mutirão do Bem no período de 31 de janeiro até o dia 14 de fevereiro. A parceria prevê o sorteio de vários brindes, entre os quais estão violões e chapéus doados e autografados por alguns cantores famosos, como Sorocaba, da dupla Fernando e Sorocaba; pelo cantor Nando Reis e por Gustavo Lima.

Quem pode doar

O Ministério da Saúde recomenda que o doador compareça à unidade portando um documento oficial com foto, tenha mais de 50 quilos, esteja em bom estado de saúde e tenha uma alimentação saudável.

Leia mais:  Governo de MT distribui 101 mil testes para detecção da Covid-19 aos 141 municípios

Homens podem fazer até quatro doações anuais, com prazo de dois meses entre cada uma. Já as mulheres podem fazer três doações por ano, com um espaço de quatro meses. Os candidatos precisam ter a partir de 16 a 69 anos, 11 meses e 29 dias.

Em cada coleta é retirado um volume aproximado de até 450 ml de sangue. Recomendam-se, nas primeiras horas pós-doação, descanso, evitar atividade física e ingestão de bebida alcoólica.

Para agendar a doação

Acesse o Sistema de Agendamento do MT-Hemocentro no link http://mthemocentro.saude.mt.gov.br. O voluntário também pode agendar as doações por telefone, no número (65) 98433-0624 (Whatsapp, ligação ou mensagem) ou no tradicional número fixo: (65) 3623-0044 ramais 211 e 221.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana