conecte-se conosco


DIAMANTINO

Guias para emissão de alvará 2022, já estão disponíveis para download no site da Prefeitura de Diamantino

Publicado


A Secretaria de Fazenda de Diamantino, disponibilizou no site institucional da prefeitura o lançamento do lote da taxa de verificação fiscal, referente ao alvará para o exercício fiscal de 2022, de localização e funcionamento, bem como de vigilância sanitária para todas as empresas contidas no Cadastro Imobiliário Municipal.

O contribuinte pode emitir o boleto (DAM) para pagamento com vencimento até o dia 31 de março de 2022, clicando neste link, inserindo o número do CNPJ, ou ainda presencialmente no setor de tributos da prefeitura.

Após o 1º dia útil subsequente ao pagamento, o contribuinte poderá emitir o alvará de localização e funcionamento clicando aqui e inserindo mais uma vez o número do CNPJ e também o da Inscrição Municipal.

Para a emissão de alvará sanitário, caso a atividade da empresa seja de interesse da saúde, será necessário que o contribuinte apresente o comprovante de pagamento da taxa na Secretaria Municipal de Saúde, localizada na rua Rui Barbosa, S/N (anexo ao prédio da prefeitura). Em caso de dúvidas, a Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza o número de telefone (065) 3336-1357.

Para mais esclarecimentos a prefeitura disponibiliza o número de telefone do setor de tributação para contato (65) 3336-6402/6404 ou pelo WhatsApp (065) 98458-1126.

Comentários Facebook
Leia mais:  Dor de garganta é sintoma mais comum da variante Ômicron, saiba todos
publicidade

DIAMANTINO

Dor de garganta é sintoma mais comum da variante Ômicron, saiba todos

Publicado


A variante com maior velocidade de transmissão comunitária, desde o início da pandemia, a Ômicron, tem lotado os postos de atendimento médico e também o Centro de Triagem Covid-19 – CTC, de Diamantino com pessoas apresentando sintomas gripais, sendo a queixa mais comum a “dor de garganta”.

Perguntado sobre os efeitos da nova variante presente no município e em todo o Estado, o médico anestesiologista, Dr. Renan Loureiro, ressalta que a doença mutada não tem alteração nas condições clínicas, porém se manifestando de forma menos agressiva do que as variantes anteriores e enaltece a importância pela confirmação ao menor sinal de sintomas gripais para a contenção da disseminação do vírus.

“Tenho observado que a grande maioria dos casos de infecção pelo novo coronavírus, se manifestam de forma “leve” nos pacientes, o que via de regra leva às pessoas a não desconfiarem que possa ser a Covid-19. Contudo, se você tiver o menor sintoma respiratório, como tosse, coriza, espirros, por mais leve que seja, tem de suspeitar que possa ser o novo coronavírus”, adverte o médico. “Vale salientar que, em pessoas vacinadas, os sintomas da Ômicron parecem se concentrar no trato respiratório superior, como nariz e garganta”, acrescenta.

Sintomas da Ômicron

O período de incubação, ou seja, o intervalo entre a data de contato com o vírus, até o início dos sintomas, parece ser menor em pessoas contaminadas pela variante Ômicron em detrimento de outras variantes, sendo estimado em apenas 3 dias, mais rápido do que nas variantes Beta, Delta e Gama, que apresentavam sintomas entre o 2º e o 10º dia da exposição ao vírus.

Contudo, se a nova variante leva menos tempo para manifestar sintomas, assim também como leva menos tempo para começar a transmitir o vírus, também leva menos tempo para a se recuperar da infecção.

Há ainda um contrassenso entre os especialistas sobre essas novas condições, se por consequência da imunidade adquirida pelo ciclo vacinal, ou se é uma característica específica da Ômicron.

Veja os principais sintomas da Ômicron:

  • Febre e calafrios
  • Tosse
  • Dificuldade para respirar
  • Cansaço
  • Dor muscular, ou no corpo
  • Dor de cabeça
  • Perda de olfato ou paladar
  • Dor de Garganta
  • Congestão nasal, ou coriza
  • Náusea ou vômito
  • Diarreia

A Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária de Diamantino, reforça as ações em resposta aos surtos de covid-19 detectados no município, sendo a principal proposta, o funcionamento do Centro de Triagem Covid-19 – CTC, entre as 07:30 e 18:30 horas, durante os 7 dias da semana, bem como o recebimento dos pacientes com sintomas gripais no período vespertino pelas unidades básicas de saúde (PSF e ESF) em toda a zona urbana.

A orientação para os pacientes do bairro Novo Diamantino e adjacências é a de que ao sentir qualquer um dos sintomas relacionados acima, procurem a unidade de saúde do seu bairro para avaliação médica e com a notificação do médico, realizar o teste de antígeno no Laboratório Municipal de Diamantino, localizado anexo ao ESF Central.

Como evitar a infecção pela Ômicron?

As medidas de prevenção da covid-19, continuam valendo: vacinar-se, lavar as mãos constantemente com água e sabão, utilizar corretamente as máscaras de proteção facial (de preferência a PFF2, mais recomendada para conter a Ômicron, ou qualquer variante) evitar contato pessoal, aglomerações e ambientes pouco ventilados, assim como não tocar olhos, nariz e boca, quando as mãos não estiverem higienizadas, além de ficar isolado em casa se estiver doente ou com sintomas gripais.

Se você não estiver doente, ou não sentir sintomas gripais, não é necessário a realização do teste de antígeno, e no caso de contato com pessoas com confirmação de infecção, observar o aparecimento dos sintomas entre o 3º e 7º dia.

Dr. Renan loureiro reforça que para mitigar a transmissão comunitária de todas as variantes do novo coronavírus, é necessário que sejam realizados esforços conjuntos, entre Poder Público e a população.

“O principal fator para vencermos o vírus é a cooperação entre todos, em uma pandemia não dá para ser cada um por si. A situação requer esforço de todos, cabendo ao Poder Público o tratamento e imunização e a população adotar as medidas de enfrentamento amplamente disseminada desde o início da pandemia”, reforça.

Leia mais:  Dor de garganta é sintoma mais comum da variante Ômicron, saiba todos

Comentários Facebook
Continue lendo

DIAMANTINO

Prefeitura altera diretrizes para atendimentos Covid-19 em Diamantino

Publicado


O Governo de Diamantino, por ação da Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, alterou o fluxograma de atendimentos nas unidades de saúde à pacientes com sintomas gripais, ou sob suspeita de infecção pelo novo coronavírus. As novas diretrizes foram definidas para que sejam evitadas as filas e superlotação no sistema municipal de saúde, em resposta aos surtos das novas variantes, Ômicron e Beta do novo coronavírus e da variante H3N2, do vírus Influenza A que circulam em todo o município. As medidas passam a ter efeito a partir da próxima segunda-feira (24.01).

A principal alteração proposta pelo governo é o funcionamento do Centro de Triagem Covid-19 – CTC, que passa a receber pacientes para atendimentos a partir das 07:30 até às 18:30 horas, todos os dias da semana, incluindo sábados e domingos, além disto todas as unidades de saúde da família – ESF´s e PSF´s, localizadas na zona urbana, vão receber pacientes acometidos por síndromes respiratórias durante o período da tarde, de segudas às sextas-feiras.

Para os pacientes, moradores do bairro Novo Diamantino e adjascências, com a notificação de pedido médico para realização do teste covid-19, serão encaminhados ao Laboratório Municipal de Diamantino, tendo os horários de coleta no período da manhã entre às 09:00 e 11:00 horas e durante a tarde entre às 13:30 e 15:30 horas.

Quando devo realizar a testagem de antígeno para covid-19?

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, para que surtam efeitos e sejam excluídos os testes “falsos positivos”, recomenda-se ao paciente que realizem o teste rápido, onde a coleta é realizada por swab-nasal, entre o 3º e o 7º dia do surgimento dos primeiros sintomas, ou os testes de anticorpos (IGM/IGG) a partir do 10º dia, conforme critério médico.

Pacientes que apresentem sintomas de infecção respiratória, que estejam nos grupos de risco para evolução do quadro clínico grave da doença e pacientes hospitalizados por qualquer outro motivo, também devem ser submetidos a testagem.

Quando não é recomentada a realização dos testes de antígeno?

 Em razão da rápida transmissão comunitária das novas variantes da covid-19 e da H3N2, o sistema de saúde em todo o Brasil passa pela defasagem e excassez de oferta dos kit para realização dos testes de antígeno, neste sentido, desaconselhamos a procura pela testagem de pessoas assintomáticas, incluindo pessoas de seu convívio, ou aquelas que desejam sair do isolamento ou como passaporte para frequentar locais públicos, como shows e eventos.

Vacinação Covid-19

O Governo de Diamantino, já imunizou 99% da sua população adulta com ao menos uma dose do antígeno para a SarS-Cov-2, vírus causador da covid-19, sendo o número de doses aplicadas na população, maior do que o número de habitantes, o que coloca município, entre os três que mais vacinaram em todo o Estado de Mato Grosso.

Ao todo, foram aplicadas 23.016 doses dos imunizantes enviados pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde, sendo 14.987 primeiras doses e outras 8.029 inoculações entre segundas doses e doses únicas.

Vacinação de crianças entre 05 e 11 anos

 Seguindo o cronograma do Plano Nacional de Vacinação – PNI, nesta sexta-feira (21.01) terá início nos posto de saúde e unidades de saúde da família, a imunização contra a covid-19 de crianças com idade entre 05 e 11 anos, que deverá obedecer os seguintes critérios:

  • Crianças com deficiência física permanente
  • Crianças com comorbidades
  • Indígenas e Quilombolas
  • Crianças que tenham convívio com pessoas com alto risco para evolução clinica grave da doença
  • Crianças sem comorbidades com idade entre 10 e 11 anos.

Horários de atendimentos: Entre às 07:30 e 11:00 horas e das 13:30 e 15:30 horas.

Vacinação de adoslescentes a partir de 12 anos e adultos

Todas às sextas-feiras as unidades de saúde da família receberão pacientes para a imunização de 1ª dose dos adolescentes com idade a partir de 12 anos (acompanhados pelo responsável) e 2ª dose, conforme agendamento no cartão de vacina.

Dose de Reforço, será aplicada entre às segundas e quintas-feiras, nos dois periodos de funcionamento das unidades de saúde, em pessoas com idade a partir de 18 anos, respeitando o período de 4 meses após a imunização da 2ª dose.

Leia mais:  Dor de garganta é sintoma mais comum da variante Ômicron, saiba todos

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana