conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo de MT repassa R$ 2,2 milhões para municípios realizarem 13,2 mil procedimentos eletivos

Publicado


O Governo de Mato Grosso, por meio do programa Mais MT Cirurgias, repassou R$ 2,2 milhões aos municípios de Primavera do Leste, Campo Verde e Poxoréu para realização de 13.230 procedimentos eletivos. O secretário Estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, participou, nesta sexta-feira (14,01), da cerimônia de lançamento do programa nas respectivas cidades. 

“Nosso objetivo é reduzir drasticamente a fila de espera por cirurgia eletiva em Mato Grosso. O repasse vai possibilitar a realização de um número considerável de procedimentos. Com os municípios e os consórcios intermunicipais de saúde atuando fortemente por meio do programa, e também os hospitais regionais juntos nessa força tarefa, nós conseguiremos alcançar nossa meta”, afirmou o secretário.

Conforme o setor de Regulação, Controle e Avaliação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o valor pago aos municípios representa cerca 30% de um total de R$ 7,2 milhões que devem ser repassados de acordo com a produção de cada cidade.

Para o prefeito de Primavera do Leste, Leonardo Bortolin, a pandemia da Covid-19 acarretou no aumento da fila de espera por procedimentos eletivos, entretanto, devido ao programa estadual, o município vai conseguir atender cerca de 10 mil pacientes da cidade.

“Minha gratidão ao governador Mauro Mendes, ao secretário Gilberto e à toda nossa equipe de saúde municipal, que tem trabalhado muito para iniciar esses atendimentos. Gilberto está redesenhado a história do SUS em Mato Grosso. Eu, como prefeito, nunca consegui falar com os quatro secretários de Saúde das gestões anteriores. Nesta gestão, tive a oportunidade de ligar, ser atendido e ainda receber uma proposta de, junto ao Estado, zerar a fila das pessoas que estão sofrendo no aguardo por cirurgias”, conta Leonardo. 

Leia mais:  Dez motoristas são presos por embriaguez ao volante em Cuiabá

De acordo com as propostas apresentadas à SES e aprovadas em Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), o município de Primavera do Leste realizará 10.228 procedimentos eletivos que totalizam em R$ 5,3 milhões, sendo que a Secretaria já repassou, via Fundo Municipal de Saúde, o montante de R$ 1,6 milhão ao município. Os atendimentos no município iniciaram nesta sexta-feira (14). Campo Verde também iniciou os atendimentos na mesma data. A cidade recebeu, via Secretaria Municipal de Saúde, o valor de R$ 571 mil para realização de 2.773 procedimentos, sendo o total da proposta R$ 1,9 milhão.

“Quero parabenizar a gestão estadual que têm demonstrado uma grande sensibilidade ao entender que na ponta tem município angustiado com a espera de pacientes pelos atendimentos eletivos, mas agora graças a Deus iremos iniciar os atendimentos para esvaziar essa fila e dar alívio a esses pacientes”, celebra o prefeito de Campo Verde, Alexandre Lopes. 

Poxoréu, por meio da Sociedade Hospitalar São João Batista, realizará 229 procedimentos, com orçamento total de R$ 255 mil; a unidade já recebeu 30% do valor, ou seja, R$ 76 mil. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde da cidade, Catia Lina, as pacientes que já têm exame de risco cirúrgico e laudo médico farão cirurgia de laqueadura na próxima terça-feira (18.01). 

“Os pacientes que não têm, nós vamos providenciar o exame de risco cirúrgico. As cirurgias de catarata e varizes serão realizadas pelo Hospital São João Batista em parceria com o município de Itiquira”, explica a gestora.

A secretária adjunta de Regulação, Controle e Avaliação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), Fabiana Bardi, reforçou junto aos municípios sobre a importância de adotar as medidas de prevenção previstas no Plano de Retomada de Cirurgias Eletivas durante a Pandemia pela Covid-19. “Conforme já orientamos os municípios, é imprescindível reforçar os cuidados para prevenir a Covid-19, pois precisamos garantir a segurança do paciente e dos profissionais da saúde”, ressalta Fabiana. 

Leia mais:  Dunga Rodrigues é homenageada em projeto de audiotur pelo Centro de Cuiabá

Também particiou do lançamento do Programa Estasdual nos municípios a secretária Execultiva da SES, Kelluby de Oliveira.

Propostas aprovadas

Até o momento, a SES já pagou R$ 14 milhões referentes à antecipação de 30% aos 31 municípios que tiveram as propostas homologadas em CIB. Ao todo, 35 propostas já foram aprovadas em CIB e estão em trâmite de documentação, totalizando R$ 56,3 milhões em cirurgias eletivas das propostas apresentadas por municípios ou consórcios intermunicipais de saúde.

O programa Mais MT Cirurgias, lançado em julho de 2021 pelo Governo de Mato Grosso, tem o objetivo de reduzir drasticamente a fila por procedimentos eletivos no Estado e prevê a realização de cerca de 138 mil cirurgias, com um investimento disponível de aproximadamente R$ 105 milhões.

Retorno dos atendimentos eletivas

Os atendimentos eletivos no Estado estavam paralisados desde março de 2020 em decorrência da pandemia pela Covid-19 e foram retomados em julho de 2021 pelo programa Mais MT Cirurgias. De julho a novembro de 2021, o Governo de Mato Grosso, por meio dos Hospitais Regionais geridos pela SES-MT, realizou um total de 77.856 atendimentos eletivos, entre consultas, cirurgias, procedimentos ambulatoriais e serviços de diagnósticos.

O Programa

O aporte financeiro será destinado ao pagamento dos estabelecimentos de saúde, seja público ou privado, que se adequem às regras estabelecidas pela SES. Entre os requisitos para o incentivo, está o credenciamento do estabelecimento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS), a especificação do quantitativo de procedimentos eletivos a serem atendidos e o serviço a ser executado deve ser complementar às pactuações já existentes na unidade. O repasse do valor será realizado pós-produção. A ação terá como base a tabela do SUS e os incentivos serão de acordo com a complexidade de cada procedimento.

Leia mais:  Henrique Maluf e Cerrado Groove lançam clipe de ‘Um café num copo de extrato de tomate’
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governador: “É mais uma obra da Copa que consertamos e entregamos em condições adequadas para a população”

Publicado


O governador Mauro Mendes afirmou que a parte interna da Trincheira Jurumirim, em Cuiabá, é mais uma das obras da Copa de 2014 que o Governo do Estado consertou e entregou “em condições adequadas para a população”. 

A entrega da trincheira Jurumirum, batizada de Complexo Viário Engenheiro José Luiz Borges Garcia, foi feita na manhã desta sexta-feira (28.01). Na ocasião, o trânsito foi liberado em definitivo. 

Para recuperar a obra, projetada para a Copa do Mundo de 2014 e nunca entregue oficialmente, o Estado investiu R$ 14 milhões em recursos próprios. Foram realizados serviços de drenagem, impermeabilização, pavimentação e recomposição da iluminação.

“Existem ainda alguns serviços a serem executados na parte superior, mas precisamos primeiro liberar essa parte inferior. Essa é mais uma obra da Copa que consertamos e entregamos em condições adequadas para a população. Essas trincheiras ao longo da Miguel Sutil são entroncamentos que quando feitos só pela parte superior, causam um transtorno muito grande. Então liberar essa parte inferior em boas condições colabora muito para a logística urbana de Cuiabá e Várzea Grande”, relatou.

Mauro Mendes registrou que o Governo do Estado assumiu a obra com uma série de problemas estruturais vindos de gestões passadas. 

“Essa obra tinha muitos vícios. Fizemos um trabalho para corrigir todos os erros de construção e de engenharia que ocorreram. O pavimento estava comprometido, tinha risco até de desmoronamento e a drenagem falhou. Nós acionamos a construtora, e é uma briga jurídica que vai acontecer, mas a população não pode pagar o pato, por isso recuperamos e entregamos agora essa obra”, frisou.

O governador ainda lembrou que a atual gestão tem resolvido e concluído diversas obras “herdadas” da Copa

“Temos uma intervenção programada para a Avenida Arquimedes Pereira Lima, estamos licitando essa obra, que era de difícil solução, mas encontramos o caminho. Terminamos a Avenida Oito de Abril, e a última delas é o COT do Pari, que já está acordado que será um Centro de Treinamento das Forças de Segurança. Com isso, podemos sepultar parte dessa história das obras da Copa, que não orgulha a nenhum de nós”, finalizou.

Leia mais:  Seduc publica edital para inscrição de alfabetizadores do Programa Mais MT Muxirum
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Seduc publica edital para inscrição de alfabetizadores do Programa Mais MT Muxirum

Publicado


A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) publicou no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (28.01) o edital  01/22 que dispõe sobre o processo de indicação de coordenadores locais, inscrições para alfabetizadores e estabelece normas relativas ao funcionamento do Programa Mais MT Muxirum para o ano de 2022.

Com o objetivo de erradicar o analfabetismo nos próximos cinco anos, o programa foi lançado pelo Governo de Mato Grosso no ano passado e conta com recursos do programa Mais MT.  As ações são desenvolvidas por meio do regime de colaboração entre Estado e municípios.

“Neste ano queremos atingir a meta de ter 30 mil mato-grossenses alfabetizados. O governo vai disponibilizar todos os recursos necessários para que isso possa acontecer, além de contratar cerca de 2,6 mil professores para o programa”, destacou o governador Mauro Mendes.  

São 95 municípios em parceria com o Estado que vão indicar os coordenadores locais, no período de 14 a 18 de fevereiro de 2022. Na segunda fase, entre 22 a 25 de fevereiro, será aberta a inscrição para os alfabetizadores. A seleção dos professores será feita após entrevista agendada pelas secretarias municipais de educação e coordenadores locais. 

O resultado do seletivo de alfabetizadores deverá ser divulgado no dia 1º de março pelas secretarias municipais de Educação e Diretorias Regionais de Educação (DREs). Os alfabetizadores terão carga horária de 12 horas semanais, conforme o horário de atendimento planejado pelos coordenadores locais.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo investe R$ 10,5 milhões, recupera parte inferior da Trincheira Jurumirim e libera trânsito na região
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana