conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Ex-empresário de Cazuza detalha última festa do cantor

Publicado


source
Cazuza
Divulgação

Cazuza

Ex-empresária do Barão Vermelho e de Cazuza, Rosa de Almeida narrou última vez que o artista saiu para dançar, no Rio. Na época, ela conta, o poeta já estava debilitado da saúde. Mesmo assim, o acompanhou. Cazuza morreu em 1990, aos 32 anos.

“Ele estava muito doente já. Um dia ele disse: ‘Rosa, vamos à danceteria?’ Falei: ‘não, Caju, vamos, não.’ “, começa ela, que empresariou o artista no início da carreira, em entrevista ao podcast “Corredor 5”: “Fui para a danceteria com ele de cadeira de rodas. E ele dançou de cadeira de rodas, com a bandana na cabeça, lindo e maravilhoso… Magrinho”. No papo, Rosa ressalta ainda a recepção das pessoas que estavam no local: “Todo mundo chegou, todo mundo abraçou, todo mundo que estava lá acolheu. Foi uma noite linda. Daí, levei ele para casa (…) Botei ele na cama e ele dormiu feliz da vida”.

Rosa acrescenta ainda foi embora, em seguida. Posteriormente, recebeu uma ligação dando conta de que o artista havia sido levado para o hospital. “Daí começaram os problemas… Foi para casa, (depois) para a casa da mãe. E o fim de tudo”, disse ela, na entrevista: “Mas ele foi muito forte. Acreditava que ele venceria. Eu também acreditava muito.Mas… não deu”. Cazuza morreu em decorrência de complicações da Aids.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Saiba os nomes mais comentados do 'BBB 22' no Twitter
publicidade

ENTRETENIMENTO

Xuxa homenageia a mãe no Instagram: “Sempre nos deu amor”

Publicado


source
Xuxa homenageia a mãe
Rodrigo Leonel

Xuxa homenageia a mãe

Xuxa em suas redes sociais homenageou sua falecida mãe, que faria aniversário nessa quarta-feira dia 26. No post comentou: Hoje é o aniversário da minha Aldinha, que casou com 15 anos e teve sua primeira filha aos 16. Aos 26 já tinha 5 filhos. Sua profissão? Professora de artes, costureira, cozinheira, tudo isso para nos fazer roupas lindas, ótima comida e nos ensinava tudo que sabia de artes, uma linda voz, mas, acima de tudo, amava seus filhos tanto que não precisávamos procurar, buscar amor em outras pessoas. Quem a conheceu também recebeu esse amor. Se existe uma profissão chamada ‘amor’ era a dela. Aldinha, você faz falta, espero que você esteja bem aí, ensinando e recebendo o que você sempre nos deu, amor

Alda faleceu no dia 8 de maio de 2018, e foi publicado pela assessoria da apresentadora Xuxa um comunicado. Alda sofria de Parkinson, e na época a cantora e apresentadora Xuxa comentou o estado de sua mãe. Tem alguns anos que minha Aldinha não pode mais nos beijar ou abraçar. Tem alguns anos que a minha guerreira está fazendo de tudo para ficar aqui com a gente. Tem alguns anos que eu peço um milagre. Te amo e, se pudesse, daria alguns anos da minha vida para vê-la sem dor, falando, abraçando “.

Xuxa recentemente também parabenizou seu amigo Renato Aragão, que fez 87 anos: É nítido o meu amor por vc @renatoaragao. Mas eu nunca te agradeci por vc ter acreditado em mim quando eu ainda estava no Clube da Criança, por vc deixar eu ser a única namoradinha do Didi, por vc ser meu vizinho na casa rosa, no malibu, em Orlando… “.

Fonte: IG GENTE

Leia mais:  Saiba os nomes mais comentados do 'BBB 22' no Twitter

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

André Martinelli sobre psicóloga no “BBB”: “Hoje precisam mais”

Publicado


source
André Martinelli relembra de quando participou do
Divulgação

André Martinelli relembra de quando participou do “BBB 13”

Nesta quarta-feira (26), os participantes do “BBB 22” tiveram acesso pela primeira vez ao atendimento da psicóloga do programa. André Martinelli, que participou do “BBB 13” e do “No Limite”, analisa que hoje em dia os brothers estão mais interessados no atendimento psicológico do que quando esteve na casa mais vigiada do país.

“Tinha psicóloga. Eu não cheguei a falar com ela dentro do programa. Acho que teve uma pessoa que fez atendimento. Antigamente não mostrava muito, não tinha tanto atendimento. Hoje, as pessoas estão precisando mais. Tinha médico também e uma vez até chamei. É um atendimento limitado, sem conversa. É sobre sintomas e como resolver”, relembra o modelo em entrevista ao Podmiga.

Além da procura pela psicóloga do programa, o modelo também enxerga outras mudanças na dinâmica do “BBB” com o passar dos anos. Em 2013, quando esteve no reality, as redes sociais não eram tão fortes quanto atualmente e ele diz que essa força da internet acaba impactando também nas proporções do cancelamento dos participantes.

“Hoje em dia a internet movimenta pensamentos. O pensamento de ódio flui mais na internet do que o de amor. A web quer engajar. Tem muita gente disposta a odiar as outras e elas se sentem bem com isso. Mudou muito da minha época [BBB13] para cá. Eu acho muito precoce você julgar uma pessoa em dois dias. É o caso do Rodrigo, que era amado, mas agora as pessoas não querem perto. Porque está com a energia carregada”, diz.

Leia mais:  Além da Ilusão: Saiba tudo sobre a primeira novela de Gaby Amarantos


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana