conecte-se conosco


CUIABÁ

Emanuel destaca ações de fortalecimento da economia na pandemia

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, destacou durante live em suas redes sociais, na noite desta terça-feira (11), as ações realizadas para amparar a população nesse período de pandemia causado pelo novo coronavírus.  Além dos investimentos na reestruturação da saúde para atender às vítimas, o chefe do Executivo Municipal proibiu o aumento na conta de água e corte em caso de atraso no pagamento, vetou ainda a majoração da tarifa em 2020 e 2021, além de prorrogar os prazos de vencimentos de taxas cobradas de taxistas e motoristas de aplicativos. Ainda foram entregues mais de 240 mil kits do Programa Alimentação Escolar para estudantes em situação de vulnerabilidade.

O prefeito também criou o programa Renda Solidária I e II, com pagamento do auxílio de R$ 500, pelo período de três meses. Na primeira edição, mais de 1,6 mi autônomos, entre eles, catadores de materiais recicláveis, feirantes, ambulantes, motoristas do transporte escolar e carroceiros foram beneficiados. Na segunda edição, outras 400 pessoas que atuam no Aterro Sanitário, serão contemplados.

Outro ponto, trata-se da implantação do Hotel Albergue,  idealizado pela primeira-dama Márcia Pinheiro, para proteger pessoas em situação de rua da vulnerabilidade ao coronavírus.

Outras ações de fortalecimento destacadas por Pinheiro foram realizadas pela Secretaria Municipal de Agricultura, por meio do programa ‘Pra Frente Cuiabá’. Uma delas é o Cuiabanco, que visa melhorar a renda e a geração de empregos disponibilizando uma linha de crédito ao pequeno empreendedor com juros zero, oportunizando o crescimento da economia.  A proposta já foi aprovada na Câmara Municipal e sancionada pelo Executivo.

“O Cuiabanco é uma grande agência de fomento cuiabano para potencializar os micros e pequenos empreendedores que querem fazer o seu negócio e não têm, às vezes, a condição mínima de ir ao banco e conseguir um empréstimo. Nessa proposta do Cuiabanco, dentro do Pra Frente Cuiabá, a Prefeitura pagará, inclusive, os juros e caberá ao empreendimento pagar o capital. Então, é uma forma de ajudar a impulsionar a economia cuiabana, principalmente, do micro e pequeno empresário com foco na geração de emprego e renda e, principalmente, em economia criativa e solidária”, disse o prefeito.

Leia mais:  3ª Conferência de Saúde Mental de Cuiabá é aberta com palestra magna de museólogo que trabalhou com Nise da Silveira

Outra ação que teve reconhecimento pelos resultados positivos foi o Qualifica Cuiabá, programa idealizado pela primeira-dama, Márcia Pinheiro, por meio da Secretaria de Assistência Social, em parceria com SESI, SENAI, SEBRAE e FECOMÉRCIO, com objetivo de desenvolver as habilidades dos cidadãos para o fomento na geração de renda familiar e na qualificação profissional para o mercado de trabalho.

“Investimos no Qualifica Cuiabá, programa da primeira-dama Márcia Pinheiro, que já qualificou mais de 3,5 mil  mulheres que ajudam hoje na renda dos seus maridos e que se tornaram a líder do orçamento familiar. Temos caso de maridos que deixaram seus empregos para trabalharem com negócio de suas esposas, fruto do Qualifica Cuiabá que tem sido um sucesso e que vamos ampliar agora”, pontuou Pinheiro.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Ouvidoria Geral do Município atinge a marca de 95% das demandas respondidas em 2021

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Considerada uma das principais ferramentas de comunicação entre o Executivo Municipal e a população quando o assunto é: dúvidas, elogios, reclamações, sugestões e denúncias no âmbito da administração pública, a Ouvidoria Geral do Município (OGM) tem cumprindo com excelência seu papel, alcançado índices satisfatórios com a  margem de 95% das demandas respondidas nos últimos meses de 2021, novembro e dezembro, respectivamente. 

A Pasta recebe uma média de 180 mensagens por dia em seus principais canais de comunicação, e-mail e WhatsApp. Em seguida, são analisadas de maneira individual pelos atendentes e repassadas às ouvidorias setoriais, em anexo às secretarias municipais, responsáveis pelo fornecimento das respostas. O prazo para retorno estipulado por lei é de 20 dias, no entanto, o mesmo pode ser prorrogado por mais 10. 

Após o registro da manifestação, um protocolo é gerado, possibilitando que o cidadão acompanhe sua dúvida pela internet, dispensando a necessidade de comparecimento presencial. 

O ouvidor-geral, Heitor Reyes afirma que a ouvidoria é o canal mais ágil do Executivo para solução das demandas, oferecendo um atendimento diferenciado e contundente na busca de soluções. A particularidade que já está sendo colocada em prática este ano é a inclusão da pesquisa de satisfação nos canais de comunicação, oportunizando  que os munícipes avaliem os serviços prestados, contribuindo para a otimização de políticas públicas. 

“Algumas são mais difíceis, então a Prefeitura de Cuiabá não consegue resolver em curto prazo de tempo. Já lançamos neste mês a nossa pesquisa de satisfação online. Antigamente escolhemos 10% das pessoas e retornavam perguntando. Hoje conseguimos tanto pelo e-mail, quanto whatsapp falar com o município foi atendido. Destaco que somos os mediadores legais do Poder Público e os casos em que há demora, geralmente são aqueles que fogem da nossa alçada”, elencou. 

Leia mais:  Vigilância Epidemiológica esgota estoque de 53 mil testes rápidos de Covid-19

A OGM suspendeu os atendimentos presenciais ao público em todas as suas unidades após servidores serem acometidos pela Covid-19 e Influenza. A portaria nº 01/2022 foi publicada na Gazeta Municipal desta quinta-feira (20). Os serviços continuam sendo concedidos de forma ininterrupta, porém de forma remota. 

Confira:

Telefone: 0800 645 01 56

 WhatsApp: (65) 9.9263-9779

E-mail: [email protected]

Site:http://transparencia.cuiaba.mt.gov.br/portaltransparencia/transparencia/#/ouvidoria/registremanifestacao

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Prefeito conclama população a manter cuidados em relação ao mosquito Aedes aegypti: “é preciso ficar sempre vigilante”

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Em live realizada na noite de terça-feira (25), o prefeito Emanuel Pinheiro aproveitou o momento para conclamar a população cuiabana a seguir mantendo os cuidados para combater o mosquito Aedes aegypti e, com isso, evitar a dengue, a zika e a chikungunya. “Gostaria de fazer um alerta sobre a dengue. Graças a Deus, estamos sob controle, não existe nenhum motivo para angústia ou preocupação, mas é preciso ficar sempre vigilante e, pelo menos uma vez por semana, vamos combater os criadouros no quintal de casa”, disse. 

Conforme o gestor, se cada um fizer sua parte, o município irá vencer cada vez mais a guerra contra a dengue, que é constante. “Aquela tampinha da garrafa pet cheia de água parada já é um criadouro do mosquito da dengue, já é motivo de preocupação. Tire dez, quinze minutinhos e vai no quintal olhar se não tem uma tampa, um pneu velho jogado, um copo plástico com água parada e extermina isso aí! Vamos pra cima disso!”, conclamou Pinheiro.

De 2020 para 2021, diminuíram os casos confirmados de dengue, zika e chidungunya. Foram 794 casos confirmados de dengue em 2020 e 672 em 2021. No caso da zika, houve 10 casos confirmados em 2020 (sendo 2 em gestantes) contra 4 casos em 2021. Já em relação à Chikungunya, em 2020 foram confirmados 17 casos e, em 2021, 14.

Ao longo de 2021, os 320 agentes de combate a endemias do Município realizaram visitas em 1.297.364 imóveis. Até o momento, no mês de janeiro já foram realizadas visitas em 107.456 imóveis, principalmente residenciais e pontos estratégicos, como cemitérios, oficinas mecânicas, borracharias e depósito de recicláveis.

Leia mais:  3ª Conferência de Saúde Mental de Cuiabá é aberta com palestra magna de museólogo que trabalhou com Nise da Silveira

O período chuvoso, mesmo que atrapalhe a realização dessas vistorias, por outro lado faz com que a orientação seja reforçada entre os munícipes. A principal estratégia adotada é incentivar as pessoas a ter como hábito os chamados “10 minutos contra a dengue”, que consiste em reservar 10 minutos por semana para fazer a limpeza do quintal, eliminando a água de todos os possíveis criadouros do mosquito, como vasinhos de plantas, pneus, recipientes, calhas, caixas d’água, entre outros. 

Por conta da pandemia de covid-19, em que as visitas dos agentes de endemias passaram a adotar todas as medidas de biossegurança (uso de máscara, álcool 70%, viseira e distanciamento de um metro do morador), ainda hoje há resistência de parte da população em receber os servidores em suas casas. Por isso, a coordenação da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) pede que mesmo que o agente não possa entrar na casa, que o morador aceite ouvir as orientações pelo portão e, posteriormente, as coloque em prática. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana