conecte-se conosco


POLICIAL

Combate ao crime organizado encerra ano com 165 prisões e 171 toneladas de cargas apreendidas

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A repressão e o combate ao crime organizado realizados pela Polícia Civil em Mato Grosso resultaram em 165 prisões e centenas de produtos apreendidos, entre janeiro e dezembro do ano passado. Entre as apreensões têm destaque as 19 toneladas de defensivos agrícolas, nove toneladas de entorpecentes e três toneladas de explosivos, fruto do trabalho realizado, ao longo do ano de 2021, em diversas operações da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

maconha(1).jpg

As investigações sobre crimes como extorsão mediante sequestro, roubo e furto a banco e caixas eletrônicos, roubo de cargas e de defensivos agrícolas e contra o crime organizado tiveram ainda como resultado a apreensão de 77 veículos, 33 armas de fogo.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira pontua ainda que o trabalho da unidade policial teve como reflexo a descapitalização de organizações criminosas, com o bloqueio de R$ 12 milhões de contas bancárias de investigados, a apreensão R$ 616 mil em espécie e o sequestro judicial de um imóvel avaliado em R$ 500 mil.

“Todo esse material apreendido ou bloqueado e as prisões realizadas são resultado de trabalhos ordinários e também das quatro principais operações realizadas ao longo do ano pela GCCO, como a Safra, Resarcire, Volantes e Bereu”, explica o delegado ao se referir, entre elas, à operação que prendeu a maior parte do grupo criminoso envolvido no assalto a agências de cooperativas de crédito no norte do estado.

Novo Cangaço

Uma das investigações de destaque na unidade, a Operação Volantes culminou com o indiciamento de 13 criminosos pelo assalto ocorrido em 4 de junho a duas agências de cooperativas de crédito em Nova Bandeirantes. O crime, ocorrido na modalidade conhecida como ‘novo cangaço’, teve o envolvimento identificado de 22 criminosos, sendo que destes, 9 morreram em confronto com equipes da Polícia Militar, durante as buscas em áreas de mata da região. Outros 9 tiveram as prisões decretadas, sendo cinco presos pela Polícia Civil durante a operação.

Leia mais:  Polícia Civil recupera R$ 2 mil subtraídos de duas vítimas em golpes distintos de estelionato
WhatsApp%20Image%202021-10-01%20at%2015_

A investigação conduzida pela GCCO apurou que o esconderijo dos assaltantes foi montado a 46 km da cidade de Nova Bandeirantes e eles tentaram confundir os policiais, roubando veículos e queimando em um ponto diferente.  A maioria da quadrilha veio do Nordeste e contou com apoio de um empresário de Mato Groso, que fazia parte do grupo responsável pelo resgate. Eles chegaram no início do mês de maio em Alta Floresta, local que serviu de base para a prática do crime.

Roubo de cargas

A Gerência de Combate ao Crime Organizado tem como um dos pilares a investigação de roubo e furto de cargas, um das atribuições recentes anexadas ao trabalho da unidade. As apurações desse tipo de crime realizadas durante o ano passado tiveram como resultado a apreensão de três toneladas de explosivos e 140 toneladas de cargas diversas.

A carga de explosivos e acessórios iniciadores foi apreendida após a GCCO receber informações sobre o transporte do material transportado para a região norte do estado. O caminhão bitrem foi identificado e a abordagem realizada em Peixoto de Azevedo, onde estavam os explosivos sem documentação legal escondidos sob uma carga de soja. As investigações apontaram indícios de que o material seria utilizado na prática de roubos a instituições financeiras e de transporte de valores, bem como em garimpos clandestinos das regiões centro e norte do país.

“Através dessa aproximação com as delegacias do interior de Mato Grosso e até mesmo de outros estados, em que é dado apoio as ações operacionais e de inteligência, é possível a troca de informações que possibilitam trabalhar de forma conjunta na organização de algumas ações, garantindo maior eficácia do trabalho investigativo”, explicou. 

Em outra ação, realizada em parceria entre a GCCO e a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis, foram apreendidas 85 toneladas de soja desviadas, avaliadas em R$ 300 mil. As diligências resultaram ainda na apreensão de um trator, uma motocicleta e uma caminhonete, utilizados na atividade ilícita e na prisão em flagrante de um integrante de associação criminosa envolvida em desvios de cargas no estado de Mato Grosso. O caminhão que transportava os grãos passou a ser monitorado após informações de que a carga seria levada para um galpão no distrito industrial de Rondonópolis, de onde seria desviada do seu destino. 

Leia mais:  Alvo de operação da Polícia Federal tem mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil em Arenápolis
gcco%204.jpeg

“O nosso trabalho também contou com a parceria de outras delegacias, principalmente do interior do estado, bem como com outras instituições da segurança pública. Esses trabalhos integrados, aliados à inteligência policial, são fundamentais para o enfrentamento das organizações criminosas”, finaliza o titular da GCCO.

Denúncias

A população pode colaborar enviando informações pelo Disque 197 ou diretamente à GCCO por mensagem no Whatsapp (65) 98463-2655 ou no e-mail:http:// [email protected] 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil prende dois envolvidos em tentativa de latrocínio contra casal no distrito da Guia

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens envolvidos no crime de tentativa de latrocínio cometido contra um casal em uma residência no distrito da Guia em Cuiabá tiveram os mandados de prisão temporária cumpridos pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (26.01), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

Os suspeitos de 18 e 19 anos foram identificados como autores da tentativa de roubo seguido de morte, ocorrida na madrugada de 02 de outubro, quando equipes policiais foram acionadas por vizinhos das vítimas que relataram ter ouvidos disparos de arma de fogo, vindos da residência do casal.

No local, os policiais encontraram o portão da casa fechado e as vítimas alvejadas por disparo de arma de fogo, caídas dentro da piscina. As vítimas foram socorridas e conseguiram sobreviver aos ferimentos.

Ainda no local dos fatos, a equipe da Derf Cuiabá deu início as diligências para identificar e prender os autores do crime. Com base nas apurações, foi possível identificar dois envolvidos no crime, um deles que teria invadido a residência e efetuado os disparos e o segundo que teria dado apoio à fuga utilizando uma motocicleta.

Com base nos levantamentos, o delegado responsável pelas investigações, Henrique Trevizan, representou pela prisão temporária dos suspeitos que foram deferidas pela Oitava Vara Criminal de Cuiabá. As ordens judiciais foram cumpridas nesta quarta-feira (26) pelos policiais da Derf, sendo os suspeitos localizados no distrito da Guia. 

As investigações seguem em andamento para total esclarecimentos dos fatos e conclusão do inquérito, podendo a prisão dos suspeitos ser convertida de temporária para preventiva.

Fonte: PJC MT
Leia mais:  Polícia Civil prende dois envolvidos em tentativa de latrocínio contra casal no distrito da Guia

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Autores de roubo a residência em Ribeirão Cascalheira têm prisão cumprida pelas Polícias de MT e GO

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois homens envolvidos em um roubo a residência no município de Ribeirão Cascalheira (900 km a leste Cuiabá) tiveram os mandados de prisão cumpridos, nesta quarta-feira (26.01), em ação conjunta da Polícia Civil de Mato Grosso e Polícias Civil e Militar do estado de Goiás.

Um dos suspeitos de 40 anos, teve a ordem de prisão cumprida em Goiânia (GO), onde estava vivendo utilizando documento falso. O segundo envolvido no crime, de 30 anos foi localizado na cidade de Trindade (GO), e também autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de munições.

O roubo ocorreu no dia 26 de agosto, quando os suspeitos se passaram por funcionários do Correios para invadir a residência da vítima no bairro Jardim Tangará e anunciar o assalto à mão armada. No roubo, foram subtraídos valores e armas de fogo da vítima, entre elas duas espingardas, além duas caixas de munições com 100 unidades cada, e diversas cartelas de munições de diferentes calibres.

Assim que a equipe da Delegacia de Ribeirão Cascalheira foi acionada do roubo iniciou as investigações, conseguindo identificar os suspeitos, como dois conhecidos da Polícia, com diversas passagens por diferentes crimes como furtos qualificados, roubo, tráfico de drogas, estupro de vulnerável, ameaça, violação de domicílio nas comarcas de Barra do Garças, Nova Xavantina, Água Boa e Porto Alegre do Norte.

Com base nos levantamentos, o delegado de Ribeirão Cascalheira, Sérgio Luís Henrique de Almeida, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, que foi deferida pela Justiça, no entanto desde o crime, os suspeitos estavam foragidos.

Nesta quarta-feira, após traca de informações entre as equipes da Delegacia de Ribeirão Cascalheira e Polícias de Goiás, os dois suspeitos tiveram as ordens de prisão cumpridas. O primeiro suspeito foi abordado no Setor Marechal Rondon, em Goiânia (GO), ocasião em que apresentou documento grosseiramente falsificado em nome de um terceiro.

Leia mais:  Alvo de operação da Polícia Federal tem mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil em Arenápolis

Descoberta sua verdadeira identidade, o suspeito confessou que sabia do mandado de prisão em aberto e por isso estava usando nome falso. Ele foi conduzido à delegacia, onde além de ter o mandado de prisão cumprido, foi autuado em flagrante por uso de documento falso.

A segunda prisão ocorreu no município de Trindade (GO), onde o suspeito foi localizado em uma residência no bairro setor Pontakayana. Na casa, os policiais encontraram no guarda-roupas do suspeito quatro munições calibre 38, sendo o suspeito também autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana