conecte-se conosco


MATO GROSSO

Circuito Empreendedor realiza mais de 3 mil atendimentos em 85 municípios de MT

Publicado


Mais de 3 mil atendimentos realizados em 85 dos 141 municípios mato-grossenses. Esse é o saldo do programa Pensando Grande para os Pequenos, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec), nos últimos 24 meses. Sendo que somente em 2021 foram realizados sete Circuitos Empreendedores.

O programa que oportunizou qualificação e orientações técnicas a pequenos empreendedores, futuros empreendedores e gestores municipais entre novembro de 2019 a dezembro de 2021, realizou neste período nove edições presenciais do Circuito Empreendedor e uma on-line.

Nos eventos, os inscritos participam de oficinas, palestras, cursos, obtém acesso a linhas de crédito, são atendidos por instituições bancárias parceiras, orientações sobre os MEIs e muito mais.

“Nosso volume de atendimentos é bastante significativo, mesmo com mais de um ano de suspensão das ações devido à pandemia da covid-19. A maior parte dos circuitos ocorreu neste ano, ainda assim ultrapassamos a marca de 3 mil participantes, imagine se não tivesse ocorrido essa interrupção das atividades, teríamos certamente atendidos a todos os municípios mato-grossenses”, explica o secretário Adjunto de Ecossistema Empreendedor, Celso Banazeski.

Os números favoráveis se estendem inclusive aos parceiros. Quando lançado o programa havia 14 instituições parceiras, atualmente elas chegam a 20.

Também foi registrado aumento na procura dos atendimentos para serviços de apoio às agroindústrias e RedeSIM na ordem de 40%. Crescimento na adesão ao processo do SUSAF de 5%. Além da expansão dos programas da Seduc nos municípios, por meio dos circuitos e a confecção de 552 carteiras de artesãos ao longo dos eventos, entre outras ações.

“Este é um dos grandes programas de desenvolvimento econômico e social da Sedec. Os números falam por si, só temos a comemorar saldo tão positivo. É o governo do Estado garantindo ambiente de negócio estável e acesso a ferramentas de gestão, crédito e qualificação para o empresário mato-grossense”, conclui o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda.

Leia mais:  Operação Mandatário cumpre 51 mandados judiciais com foco na descapitalização de organização criminosa

O “Pensando Grande para os Pequenos” levou conhecimento aos municípios que integram os consórcios de desenvolvimento Vale do Juruena, Norte Araguaia, Nascente do Pantanal, Médio Araguaia, Portal da Amazônia, Vale do Arinos, Vale do Parecis, Região Sul e Alto do Rio Paraguai.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governo de MT lamenta morte do jornalista Thomas Krause

Publicado


O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Comunicação, lamenta o falecimento do jornalista Thomas Krause, na noite de segunda-feira (17.01), aos 63 anos. Ele tratava de um câncer há cerca de dois anos.

A secretária de Estado de Comunicação, Laice Souza, expressou pesar pela morte do profissional. “Um jornalista competente e dedicado à profissão. Nesse momento difícil, quero prestar minhas condolências à família e amigos e rezo para que possam superar a perda com o conforto de Deus”.

O velório de Krause está sendo realizado na Capela Jardins, no bairro Bandeirantes, e o enterro será às 14h30, no Cemitério Bom Jesus de Cuiabá.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Detran-MT regulamenta isenção de taxas em mudança de veículos para o GNV
Continue lendo

MATO GROSSO

Ipem-MT testa 85 mil instrumentos de pesos e medidas em um ano

Publicado


Nos últimos doze meses, o Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT) testou 85.096 instrumentos entre balanças de pequeno, médio e grande porte, medidores de comprimento, cronotacógrafos, etilômetro (bafômetro), medidas de volume, arqueação de tanque de combustível, veículo tanque ferroviário e rodoviário, bombas medidoras de combustíveis, sistemas de medição para gás natural veicular, esfigmomanômetro, taxímetros, radares e barreiras eletrônicas, oficinas de reparo e manutenção.

Conforme balanço do Instituto, em 2021 foram efetuadas 92.014 ações de fiscalizações em Mato Grosso. Sendo que 35 delas foram realizadas no interior do Estado para aferição de balanças e bombas de postos de combustíveis, com saldo de 21 balanças aprovadas e 3 reprovadas. Além de 123 bicos de combustíveis aprovados, 5 reprovados, 2 interditados e 1 aferidor aprovado. As ações são resultado de denúncias feitas ao órgão.

Nesse período também ocorreram operações especiais referentes à Páscoa, cesta básica, Casa segura, Fios e cabos “Tolerância zero” Natal e a operação nacional “Medida certa” em posto de combustíveis.

O Ipem também dobrou a capacidade de testagem de produtos/ instrumentos com a inauguração dos laboratórios de verificação de medidores de umidade de grãos e de verificação de hidrômetros. Inclusive, o laboratório de umidade de grãos é o terceiro do país, uma referência em qualidade. Até então, o órgão contava com os laboratórios de massa/volume/comprimento (Pré-Medidos) e de verificação de medidores de energia elétrica

De janeiro a dezembro do ano passado, o laboratório de pré-medidos fez 26.245 avaliações, enquanto que o laboratório de energia elétrica analisou 11.812 medidores de energia. O laboratório de grãos verificou a regularidade de 158 medidores. O laboratório de verificação de hidrômetros começa a operar no mês de fevereiro de 2022 atendendo aos setores público e privado de Mato Grosso e estados vizinhos que solicitarem o serviço.

Leia mais:  Detran-MT regulamenta isenção de taxas em mudança de veículos para o GNV

Conformidade

Quanto as avaliações de conformidade, na qual são feitas as certificações de produtos e serviços oferecidos à sociedade, foram fiscalizados 535.198 produtos, que somaram 385.364 aprovados, outros 146.230 foram reprovados, com índice de 27,94% de irregularidades detectadas, com 3.248 itens apreendidos e 852 estabelecimentos visitados, além da apreensão de 37.500m de fios e cabos. Ao todo, 265 estabelecimentos receberam autos de infração quanto à qualidade. Foram 113 operações especiais. Somente neste setor o ano fechou com 6.603 ações fiscalizatórias.

“Muitos não sabem que o Ipem tem várias frentes de trabalho, mas nós estamos atuando de forma incisiva para que o consumidor não seja lesado, para que o cidadão receba exatamente pelo que paga. Além de garantir a justa concorrência no mercado. Essas são as principais funções do nosso Instituto”, alega o presidente do Ipem, Bento Bezerra.

Multas

No ano passado foram tramitados 2.885 processos novos e 2.550 processos de exercícios anteriores, que resultaram em R$5.477.081,06 de multas recebidas.

As empresas autuadas pelo Ipem-MT, quando notificadas têm 10 dias para apresentar defesa aos processos administrativos. De acordo com a Lei federal 9.933/99, as penalidades podem ser de advertência e de multas que variam de R$100,00 a R$ 1,5 milhão.

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, o objetivo das autuações e penalidades de multas são de inibir irregularidades.

“O Ipem orienta e age no sentido de que comerciantes, distribuidores e fabricantes não comercializem produtos e instrumentos inadequados que contrariem as legislações do Inmetro. Entretanto, muitas irregularidades encontradas somente são saneadas após a multa, o que torne a ação necessária”, conclui.

Fonte: GOV MT

Leia mais:  Estado disponibiliza mais 10 leitos de UTI para tratamento da Covid-19 no Hospital Metropolitano

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana