conecte-se conosco


CUIABÁ

Stopa participa do seminário Virada Feminina e destaca fortalecimento das ações do Município em prol das mulheres

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Durante o seminário coordenado pela Virada Feminina de Mato Grosso, o prefeito em exercício José Roberto Stopa garantiu que, entre outubro e dezembro de 2022, a Prefeitura de Cuiabá entregará aos cuiabanos a Casa da Mulher Brasileira. No evento, ele pontou ainda que o Município vem fortalecendo as políticas públicas votadas para as mulheres. 

“É com todo carinho que a Prefeitura de Cuiabá irá construir essa estrutura. Quero, de forma antecipada, convidar todas essas mulheres presentes na Virada Feminina ajudar o Município a implementar políticas públicas eficazes e entregar para as mulheres cuiabanas um local onde todas receberão amor, carinho e atenção”, afirma.

De acordo com a coordenadora do evento, a juíza Amini Haddad Campos, este é o momento ideal para tratar de assuntos pertinentes as pautas de equidade. Ela reforçou que o seminário também foi palco do lançamento da Campanha 16+5 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher.

“Na qualidade de coordenadora deste seminário, é uma alegria somar voz com a presidente Regional da Virada Feminina MT, Cely Almeida. De igual forma agradeço todos os parceiros por esta realização em Mato Grosso”, salientou Amini.

Para a secretária municipal da Mulher, Luciana Zamproni, fazer parte de um seminário de tamanha expressão é mostrar a importância que a gestão dá em relação às pautas que envolvem mulheres.

“Trabalhamos diariamente na luta pelo empoderamento da mulher e quero dizer que nossa gestão atua de forma orgânica na defesa permanente delas. Estamos todas juntas, principalmente neste momento em que não podemos deixar passar nenhum retrocesso para as mulheres em nosso país. Avançamos, mas precisamos avançar mais. Temos que chegar a um ponto em que poderemos dizer que aqui, no Brasil, em Mato Grosso, em Cuiabá, a mulher não morre mais por violência, ganha igual aos homens, e tem seu lugar no Parlamento”, enfatizou.

Leia mais:  População acima de 18 anos que tomaram a segunda dose há 5 meses pode tomar a dose de reforço a partir desta segunda-feira (06)

A presidente do Instituto Virada Feminina de Mato Grosso, Celly Almeida, explicou que o evento tem como objetivo realizar ações, convocando Poderes e Instituições, públicas e privadas, para promoção de ações que resultem em políticas públicas de igualdade de gênero, raça, cidadania e empoderamento da mulher.

“Agradeço a todos que colaboraram para que este encontro fosse realizado na nossa capital. Em e especial, estendo esse agradecimento ao prefeito em exercício Stopa e sua esposa Marialice Mundim, que sempre nos apoiaram, estiveram presentes, e foram homenageados”, disse Celly.

Participaram do 2º Seminário da Virada Feminina de Mato Grosso importantes personalidades como a ativista de direito das mulheres e embaixadora nacional da Virada, Luiza Brunet, a Dra. Maria Esther Martinez Quintero, da Universidade de Salamanca/Espanha, a desembargadora Maria Erotides Kneip Baranjak, a presidente da Virada Feminina Nacional, Marta Livia Suplicy, e o presidente da Associação Mato-grossense do Municipios, Neurilan Fraga.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

População acima de 18 anos que tomou a segunda dose há 5 meses pode tomar a dose de reforço a partir desta segunda-feira (06)

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

A partir desta segunda-feira (6), todos as pessoas de 18 a 59 anos que tenham tomado a segunda dose de qualquer vacina contra o coronavírus há 5 meses (150 dias) poderão receber a dose de reforço. Até então apenas trabalhadores da saúde e pessoas a partir de 60 anos estavam recebendo a terceira aplicação, mas com o recebimento de mais doses, a campanha Vacina Cuiabá – Sua Vida em Primeiro Lugar ampliou o público. O anúncio foi feito pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, na tarde de sexta-feira,3. “Com apoio de todos vocês, juntos, vamos vencer essa cruzada contra a Covid19”, declarou o prefeito. 

“É como se estivéssemos começando novamente a campanha de vacinação, pois agora toda a população adulta poderá ser vacinada com a dose de reforço. Por isso pedimos encarecidamente que as pessoas verifiquem com cuidado a data que tomaram a segunda dose, para só comparecerem aos polos de vacinação para receber a terceira aplicação no prazo correto, que é de 150 dias após a segunda vacina”, explicou Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha.

Em relação à segunda dose da Janssen, Valéria revelou que é necessário aguardar a chegada das vacinas. “Recebemos cerca de 15 mil doses de Janssen para aplicação de dose única na época e ela já foi toda usada, não temos mais nenhuma dose. Precisamos aguardar o envio da segunda dose para o público que recebeu essa vacina para darmos continuidade ao esquema vacinal”, disse.

A coordenadora aproveita para fazer o chamamento das pessoas que estão com a segunda dose ou a dose de reforço atrasadas. “Temos muitas pessoas que precisam comparecer aos polos de vacinação para completarem o esquema vacinal. Quem tomou a primeira dose de Pfizer ou Astrazeneca, pode tomar a segunda depois de 56 dias. Quem tomou a primeira de Coronavac, pode tomar a segunda após 28 dias. Pessoas acima de 12 anos que ainda não tomaram nenhuma dose, devem fazer o cadastro no site Vacina Cuiabá e comparecer a qualquer polo e se vacinar o quanto antes.

Leia mais:  Mais sete unidades básicas de saúde passam a aplicar a vacina contra o coronavírus nesta terça-feira (07)

Ela reforça a importância de se completar o esquema vacinal e tomar a dose de reforço. “Temos visto nos noticiários que vários países da Europa estão passando por mais uma onda da Covid-19 porque a cobertura vacinal está abaixo do esperado. O Brasil tem uma forte cultura de vacinação e já conseguiu controlar inúmeras doenças por meio da imunização. É essencial que as pessoas venham se vacinar, pois quanto mais pessoas imunizadas, menos risco corremos de passarmos por uma nova onda da pandemia. Quem se vacina, protege si mesmo e o próximo”, concluiu Valéria.

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Parada da Diversidade respeitará normativas da Prefeitura de Cuiabá e passaporte sanitário será exigido na Praça das Bandeiras

Publicado


A 18ª edição da Parada da Diversidade Sexual de Mato Grosso, agendada para o sábado (4), em Cuiabá, irá condicionar a permanência na apresentação cultural marcada para ocorrer na Praça das Bandeiras à apresentação do cartão de vacinação, atendendo à normativa vigente editada pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. O evento trará o debate sobre o tema “família de LGBTQIA+ orgulho de (re)existir. A iniciativa conta com a parceria da Prefeitura de Cuiabá.

A concentração terá início às 16h, na praça Ipiranga, mas a programação terá um percurso até a praça das Bandeiras (na avenida Historiador Rubens de Mendonça). Nesse local, que será palco de inúmeras apresentações artísticas, a entrada só será possível mediante a comprovação da vacina atendendo o Decreto 8.832/2021.

A Parada da Diversidade tem a proposta de levar conhecimento para toda sociedade,  amparada na compaixão e no respeito mútuo. “Sempre fomos parceiros do público LGBTQIA+ na efetivação de políticas públicas e na garantia dos direitos dessas pessoas. Todos esforços estão sendo dispensados pelo Executivo Municipal contra essa doença que causou tantos danos às famílias”, ponderou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.  

“O tema dessa nova edição da Parada vem ao encontro das premissas da gestão, o respeito, o cuidado, e a garantia do respeito dos direitos. Todos somos iguais perante à lei, independentemente de sexualidade, gênero, raça, cor ou classe social”, acrescentou Pinheiro.

Para acesso ao evento na Praça das Bandeiras, será exigida a apresentação do Passaporte da Vacina com o esquema de vacinação completo (duas doses ou a dose única). A comprovação pode ser obtida pelo site Vacina Cuiaba- https://cadastro.vacinacuiaba.com.br/avaliacao/cartao/168002 que pode ser feito pelo celular e apresentação na hora.

Leia mais:  Projeto do Executivo é aprovado na Câmara Municipal e 375 trabalhadores receberão auxílio de R$ 500

O coordenador, fundador do movimento e um dos percursores na criação dos movimentos sociais de luta pelos direitos em Mato Grosso, Clóvis Arantes, lembra o objetivo da iniciativa.

“Temos de ganhar as ruas de Cuiabá tirando o LGBTQIA+ do armário, porque o que fica no armário são roupas velhas e traças, roupas novas e bonitas a gente usa, quer mostrar para todo mundo”, diz.

Ele ponderou ainda que o Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual de Cuiabá está desenvolvendo um trabalho com uma equipe multidisciplinar de acolhimento com psicólogo, terapias, assessoria jurídica para acolher o LGBTQI+ e a família para orientações. “A nossa luta, nós que representamos a linha de frente da população LGBTQIA+, atuamos constantemente. Aos poucos estamos avançando, na conquista de muitos direitos”, destacou o presidente do Conselho Municipal de Cuiabá do LGBTQIA+, Valdomiro Arruda.

“Nós,  do Conselho apoiamos as medidas preventivas estabelecidas pelo prefeito desde o início da pandemia. Queremos contribuir para que o maior número de pessoas estejam vacinadas”, afirmou Valdomiro.  

As informações gerais da programação podem ser obtidas no Instagram @paradamt. A expectativa de público é de 7 mil pessoas.


Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana