conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

SP: polícia abre inquérito para investigar briga entre vereadoras do Novo

Publicado


source
Vereadoras divulgaram ferimentos causados pela briga
Ascom Janaína Lima/ Ascom Cris Monteiro/ Montagem iG

Vereadoras divulgaram ferimentos causados pela briga

O delegado Marco Aurélio Flóridi, do 1º Distrito Policial de São Paulo, abriu inquérito para investigar a briga das vereadoras Cris Monteiro e Janaína Lima, durante sessão da Câmara Municipal de São Paulo no último dia 10. As duas registraram boletim de ocorrência por agressão, uma contra a outra, e deverão fazer exame de corpo de delito . A Corregedoria da Câmara também recebeu dois pedidos de punição por quebra de decoro parlamentar, que pode resultar desde uma suspensão até cassação de mandato.

Monteiro e Lima são do partido Novo e foram suspensas depois da briga. A vereadora Cris Monteiro afirma que foi agredida no banheiro da Câmara, teve sua peruca arrancada e foi esganada. Janaína Lima, por sua vez, diz que tentou se desvencilhar de Cris Monteiro e entrou no banheiro, mas a colega entrou atrás e que só agiu para se defender de agressões .

A defesa de  Cris Monteiro apresenta fotos com lesões no pescoço e na cabeça e seis testemunhas, entre elas uma guarda municipal e uma funcionária da Câmara que teriam conseguido entrar no banheiro durante a briga. A defesa de Janaína Lima se baseia num vídeo que mostra que a vereadora tentou se desvencilhar da colega, que a pegou pelo braço e entrou junto com ela no banheiro — que é individual.

“Não acredito que o ânimo se modifique quando entra no banheiro. Nas imagens do vídeo fica claro que o ânimo dela (Cris Monteiro) era ferir e lesionar. Apesar da idade, ela tem porte físico maior e consegue impossibilitar a Janaína de se locomover. Janaína não consegue se desvencilhar e é acuada dentro de um banheiro. A intenção da Janaína era apenas se proteger e fazer seu trabalho, já que havia uma apresentação a ser feita em plenário”, afirma o advogado Fábio Mariz, que representa Janaína Lima.

Leia mais:  Ciro Gomes sobre livro de Moro: "Confissão de crimes, oportunismo e cinismo"

Leia Também

Leia Também

Vereadoras Janaína Lima e Cris Monteiro
Reprodução: Câmara Municipal

Vereadoras Janaína Lima e Cris Monteiro

“As agressões são injustificáveis. Cris Monteiro é uma senhora de 60 anos e a vereadora Janaína Lima, que tem 37 anos, a agrediu de forma covarde. Ela agrediu, sufocou, arrancou a peruca à força e lesionou a cabeça de Cris Monteiro. Ainda pisou em cima da peruca e saiu do banheiro como se nada tivesse acontecido”, diz o advogado Daniel Bialski, que representa Cris Monteiro.

As duas vereadoras são do partido Novo e não havia divergência em relação ao conteúdo do projeto apresentado, que era sobre a reforma da Previdência Municipal. A briga teria ocorrido em função da ordem de fala no plenário. O Novo suspendeu as duas parlamentares .

Não há prazo para conclusão do inquérito policial, que correrá sob segredo de Justiça a pedido da vereadora Cris Monteiro.

Na Câmara Municipal, a expectativa dos advogados é que ocorra uma decisão da Corregedoria apenas no primeiro trimestre de 2022.

O presidente da Casa, vereador Milton Leite (DEM), pediu celeridade na apuração. Líderes de partidos defendem punição “exemplar” à vereadora Janaína Lima. Eles avaliam que ela extrapolou no uso da força contra a colega.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Grupo de evangélicos pede que senadores rejeitem André Mendonça no STF

Publicado


source
Sabatina de Mendonça no Senado será nesta quarta
Isaac Amorim/ MJSP

Sabatina de Mendonça no Senado será nesta quarta


O ex-advogado-geral da União (AGU), André Mendonça, foi indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF) como o nome “terrivelmente evangélico” prometido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) . Mas nem por isso ele é um consenso entre os seguidores da religião. Uma frente de evangélicos com perfil progressista quer que os senadores rejeitem a indicação.

A sabatina será realizada nesta quarta-feira (1º) , na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) foi escolhida para a relatoria.


Com isso, segundo informações da Folha de S. Paulo, nesta terça (30), o grupo vai divulgar uma carta pedindo a não-aprovação de Mendonça. Eles argumentam que a indicação ocorreu “em circunstância absolutamente estranha aos requisitos da carta constitucional, vinculada a uma particularidade do presidente da República”. Desse modo, o grupo também se contrapõe à ala de pastores bolsonaristas que têm impulsionado o nome do ex-AGU .

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro libera uso das Forças Armadas em eleições suplementares em Coari (AM)
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro no PL: Transmissão da filiação deixa ruas vazias em Brasília

Publicado


source
Bolsonaro no PL: Transmissão da filiação deixa ruas vazias em Brasília
Reprodução/Eduardo Barreto

Bolsonaro no PL: Transmissão da filiação deixa ruas vazias em Brasília

presidente Jair Bolsonaro (PL) realizou na manhã desta terça-feira (30) a sua filiação ao Partido Liberal, de Valdemar Costa Neto – condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. A transmissão ao vivo do evento, realizada na parte externa do Complexo Brasil 21, em Brasília, contou com uma pequena quantidade de apoiadores. As informações são do jornalista Guilherme Amado.

Durante a filiação de Jair, seu filho e senador Flávio Bolsonaro (PL) – que também se filiou à sigla – disse que seria possível realizar o evento “no Maracanã”. Valdemar, presidente da sigla, ressaltou que Jair iria sentir “o povo que está lá fora”. Flávia Arruda, ministra-chefe da Secretaria de Governo, também pontou que “o povo” aguardava pelo capitão o Exército. A realidade, porém, foi diferente.


A sigla disponibilizou um trio elétrico com telões que realizavam a transmissão em tempo real do que ocorria no prédio do evento. O ato, porém, foi acompanhado por cerca de 30 militantes.

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro libera uso das Forças Armadas em eleições suplementares em Coari (AM)
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana