conecte-se conosco


MATO GROSSO

Sedec-MT participa de evento voltado ao ecoturismo e turismo de aventura

Publicado


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT), por meio da Secretaria Adjunta de Turismo (Seadtur), participa do XVIII Congresso Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta Summit), que acontece de 24 a 27 de novembro em Timbó (Santa Catarina).

O evento é promovido pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta) e tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento do turismo no Brasil, promovendo a prática segura e responsável do setor.

Conforme o secretário Adjunto de Turismo, Jefferson Moreno, é de grande importância que a Sedec participe de eventos nacionais como este para promover o turismo mato-grossense. “O encontro anual da Abeta é um evento de abrangência nacional, por isso, é uma ótima oportunidade para divulgar os destinos belíssimos do nosso Estado, assim como o compromisso do governo em praticar um turismo sustentável e de qualidade”, cita.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, a participação de Mato Grosso no evento compõe o projeto articulado pelo Governo para retomada econômica do turismo. “Estamos nos esforçando para superar os impactos que a pandemia de Covid-19 gerou. A presença da Sedec na Abeta é mais um passo do plano recuperação econômica do turismo mato-grossense”, explica.

Segundo a diretora da Abeta, Lisa Canavarros, a presença da Sedec nesta edição do evento confirma a atenção direcionada ao potencial turístico do Estado.

“Ter o estado de Mato Grosso presente demonstra a preocupação do destino com a qualidade do turismo e o grande potencial do Estado que, com três biomas, pode vir a ter no setor um grande aliado no desenvolvimento econômico”, aponta.

A coordenadora de Estrutura e Qualificação da Secretaria Adjunta de Turismo, Aline Fonseca, afirma que a Abeta Summit colabora com o objetivo de fomentar o ramo de turismo.

Leia mais:  SES recebe 10 novos carros para composição de frota

“A dinâmica do evento traz reflexões a respeito da retomada do turismo e a responsabilidade de sua condução por meio de painéis e vivências, tendo o turismo de natureza como o grande filão do evento”, conclui.

Depois de uma edição completamente on-line em 2020 por conta da pandemia de Covid-19, o evento de 2021 é sediado no Circuito Vale Europeu.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Terça-feira (30): Mato Grosso registra 552.833 casos e 14.001 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (30.11), 552.833 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.001 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 220 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 552.833 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.186 estão em isolamento domiciliar e 537.149 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 46 internações em UTIs públicas e 30 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 25,56% para UTIs adulto e em 6% para enfermaria adulto. 

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (114.304), Várzea Grande (41.902), Rondonópolis (38.514), Sinop (26.801), Sorriso (18.593), Tangará da Serra (17.867), Lucas do Rio Verde (15.778), Primavera do Leste (14.860), Cáceres (12.014) e Alta Floresta (11.338).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 402.742 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, não restam amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na segunda-feira (29.11), o Governo Federal confirmou o total de 22.084.749 casos da Covid-19 no Brasil e 614.376 óbitos oriundos da doença. Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta terça-feira (30.11).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Mato Grosso conquista 21 medalhas nas Paralimpíadas Escolares 2021

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Mato Grosso conquista 21 medalhas nas Paralimpíadas Escolares 2021

Publicado


A delegação mato-grossense marcou sua participação nas Paralimpíadas Escolares 2021 com recorde de medalhas conquistadas. Representando o Estado na competição nacional, que ocorreu em São Paulo (SP) de 23 a 27 de novembro, 15 estudantes com deficiência garantiram 21 medalhas, sendo 12 de ouro, seis de prata e três de bronze. 

A modalidade com mais conquistas foi a de atletismo, com sete atletas alcançando 14 pódios. Do município de Paranatinga, Amanda Lima e Amanda Sales garantiram o primeiro lugar em duas provas cada uma:  100m “A” e lançamento de disco e 100m e arremesso de peso. 

Também de Paranatinga, João Antônio Angelim conquistou três medalhas de ouro, repetindo a proeza da última edição dos Jogos Escolares Paralímpicos, em 2019. O jovem atleta venceu as provas de lançamento de dardo, arremesso de peso e lançamento de disco.

Outro atleta de Paranatinga trouxe mais três medalhas no atletismo. Kauã Francisco foi ouro nas provas de lançamento de dardo “A” e lançamento de disco, e prata no arremesso de peso.

O estudante de Rondonópolis, Thallysson Enrick, assegurou mais duas medalhas de ouro nas provas de 75m e salto em distância. Nos 100 m, a estudante de Alta Floresta Estheffany Roque ficou com a medalha de prata.

Pedro Lucas, de Várzea Grande, completa os pódios do atletismo com o terceiro lugar no arremesso de peso “A”. O estudante várzea-grandense ainda garantiu o ouro na modalidade de tênis de mesa. 

Quem também assegurou medalhas no tênis de mesa foi o estudante de Alto Araguaia, Guilherme Oliveira, que foi prata em três categorias diferentes. A modalidade confirmou ainda o quinto pódio com o estudante Andrei de Souza.

Na natação, as medalhas vieram na prova de 50m nado crawl, com as estudantes de Cuiabá Kayenne karoline e Aline Nascimento, que conquistaram prata e bronze (respectivamente).

Leia mais:  Terça-feira (30): Mato Grosso registra 552.833 casos e 14.001 óbitos por Covid-19

Cada modalidades esportiva em disputa é dividida por naipe (masculino e feminino), por faixa etária (12 a 14 anos e 15 a 17 anos) de acordo com o tipo de deficiência. De Mato Grosso, participaram alunos-atletas com deficiência física, visual e intelectual. 

A mobilização, organização e viagem para São Paulo dos atletas, técnicos e dirigentes foram providenciadas pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).   

“A participação dos estudantes mato-grossenses nas Paralimpíadas Escolares entra para a história do Estado. O que esses atletas nos ensinam é algo sem precedentes. Agradeço a Deus, ao time do Governo de Mato Grosso, ao governador Mauro Mendes, ao secretário Beto Dois a Um, e a todo time da Secel, que se dedicou muito para efetivar essa ação tão incrível”, comemora o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves.

As Paralimpíadas Escolares 

Maior evento do mundo para pessoas com deficiência em idade escolar, de 12 a 17 anos, as Paralimpíadas Escolares é organizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). 

A competição teve a sua primeira edição em 2009 e é considerada um grande celeiro de atletas, revelando medalhistas paralímpicos como os velocistas Petrúcio Ferreira, Alan Fonteles, Verônica Hipólito, Washigton Nascimento, o jogador de goalball Leomon Moreno, e os nadadores Talisson Glock, Cecília Araújo e Gabriel Araújo, entre outros.

Além disso, é um evento que proporciona a convivência entre adolescentes com diversos tipos de limitações, já que as modalidades contemplam três grandes grupos de deficiência: visual, física e intelectual.  

Após ser suspensa em 2020 por causa da pandemia, as Paralimpíadas Escolares retornaram em 2021, reunindo 902 atletas de todo o país, que competiram em  13 modalidades. 

Delegação mato-grossense acompanhada por equipe da Secel nas Paralimpíadas Escolares 2021

Leia mais:  Lacen completa 46 anos de serviços prestados a Mato Grosso
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana