conecte-se conosco


MATO GROSSO

Reeducandos finalizam curso profissionalizante de informática

Publicado


Vinte recuperandos do Complexo Penitenciário Ahmenon, em Várzea Grande, concluíram o curso profissionalizante de informática “Inclusão digital” nesta sexta-feira (19.11). O curso teve início na segunda-feira (15.11) e foi realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e Sindicato Rural de Nossa Senhora do Livramento.

As aulas proporcionaram aos recuperandos os conhecimentos que são necessários para manusear um computador, bem como, aprender a digitar, formatar e editar um texto ou ainda criar uma planilha dentro do pacote office: Word, Excel e outros. 

No curso, eles também puderam contemplar a história do surgimento e a evolução desta tecnologia. Com carga horária de 20 horas/aula, a qualificação ocorreu durante uma semana dentro da unidade penal. Ao final, os recuperandos receberam certificado do curso. 

O diretor da penitenciária, Alex Rondon, destacou a importância desta capacitação aos reeducandos. “Essa é mais uma fase da capacitação que tem como finalidade proporcionar o ensino e a qualificação aos recuperandos nas mais diversas áreas, desta vez, participaram do curso pessoas que nunca tiveram contato com computadores e agora puderam ser qualificados para o mercado de trabalho”. 

O instrutor do Senar Edmilson Marques afirmou que o curso abordou as principais ferramentas básicas da informática, assim como a história do surgimento desta tecnologia.  

“Concluímos nesta semana o curso de inclusão digital, ensinamos o básico da informática, abordamos temas como a história do computador, a evolução desta tecnologia, assim como as principais ferramentas que são Word e Excel. Foi bem produtivo”, pontuou.

(Com supervisão de Débora Siqueira) 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil abre investigação para apurar crime de maus-tratos e lesão contra bebê de 10 meses
publicidade

MATO GROSSO

Seminário vai debater a valorização da produção literária e dos autores mato-grossenses

Publicado


Ocorre nesta quarta-feira (1º.12), às 19h, o seminário “Caminhos e desafios para a valorização dos autores mato-grossenses”. O evento será online, com transmissão pelo canal Instituto Saberes no YouTube. A proposta do seminário é debater políticas públicas que valorizem e fortaleçam a produção literária mato-grossense e seus autores. O evento é um dos projetos contemplados no edital Movimentar, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

Durante o evento será apresentado um panorama das produções mato-grossenses e exemplos de municípios que implementaram políticas de fomento à produção, leitura, e aquisição de obras. Além disso, o Instituto Saberes apresentará uma minuta de projeto de lei para criação da Feira Literária Mato-grossense (FLIM) e a Política Estadual de Valorização dos Autores Mato-grossenses, que serão colocados sob consulta pública e posteriormente protocolados na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

O seminário pretende envolver gestores públicos, profissionais que atuam em bibliotecas, profissionais da educação e mediadores de leitura, na valorização dos autores e das obras mato-grossenses, bem como a inclusão dessas obras no currículo escolar.

O evento contará com a participação do secretário de estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), Beto Dois a Um, e do secretário-adjunto de Cultura (Secel-MT), Jan Moura. Também participam os escritores Eduardo Mahon, Marta Cocco e Luciene Carvalho, a professora Dra. Vanilda Reis, e a presidente do Instituto Saberes, Vanilda Reis.

Serviço

Seminário “Caminhos e desafios para a valorização dos autores mato-grossenses”

Quando: 1º de dezembro de 2021 (quarta-feira), às 19h

Link para a transmissão: https://www.youtube.com/watch?v=f3-ZWuF55k0

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil empossa mais 17 delegados; após formados, irão integrar unidades do interior
Continue lendo

MATO GROSSO

Polícia Civil abre investigação para apurar crime de maus-tratos e lesão contra bebê de 10 meses

Publicado


A Polícia Civil em Paranatinga abriu investigação para apurar o crime de maus-tratos seguido de lesão corporal grave contra uma bebê de apenas 10 meses de idade, que deu entrada no Hospital Regional de Rondonópolis, no último sábado (27.11), com diversas fraturas pelo corpo.

A mãe da criança, de 25 anos, foi detida em flagrante após o hospital acionar o Conselho Tutelar, que comunicou a Polícia Militar. Os militares conduziram a mulher à 1ª Delegacia de Rondonopópolis, onde ela foi atuada em flagrante por lesão corporal qualificada.

A criança deu entrada na unidade hospitalar em Rondonópolis depois de ser encaminhada pelo Hospital de Paranatinga. As lesões apresentadas não condiziam com o que a mãe havia informado, de que a bebê havia caído de um triciclo. A menina estava com ferimentos em várias partes do corpo, inclusive com sinais antigos das lesões. A equipe do hospital então acionou o Conselho Tutelar, que posteriormente chamou a polícia.

Um tio da criança ficou responsável por ela no hospital de Rondonópolis, enquanto a mãe foi conduzida à delegacia.

Paranatinga

Nesta segunda-feira, em diligências para localizar o padrasto e suspeito também das agressões contra a criança, os policiais chegaram até a residência do casal, na Vila Concórdia, em Paranatinga. No local, os investigadores encontraram uma pessoa que tem diversas passagens por tráfico de drogas, além do dono da casa. Em buscas no imóvel, foram apreendidas porções de entorpecentes, como maconha, cocaína e pasta base de cocaína.

Os dois suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia e autuados em flagrante por tráfico. Em relação ao crime de maus tratos, o suspeito de 24 anos será investigado pelo delito contra a criança. 

Leia mais:  Empaer promove curso com cabaça para mulheres do campo em Alto Boa Vista

O delegado Hugo Abdon explica que a apuração sobre o crime de maus tratos seguido de lesão corporal segue pela Delegacia de Paranatinga e vai reunir os laudos médicos sobre o estado da criança, além da declaração dos Conselhos Tutelares de Paranatinga e de Rondonópolis, entre outras diligências necessárias.

O Poder Judiciário em Rondonópolis converteu a prisão em flagrante da mãe em prisão preventiva e ela segue detida na unidade prisional feminina do município.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana