conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Rachadinha: Flávio Bolsonaro é alvo de nova ação impetrada pelo MP-RJ

Publicado


source
Flávio Bolsonaro é alvo de nova ação impetrada pelo MP-RJ no caso 'rachadinha'
Reprodução: iG Minas Gerais

Flávio Bolsonaro é alvo de nova ação impetrada pelo MP-RJ no caso ‘rachadinha’

senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) foi alvo de uma ação impetrada pelo  Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) para que seus sigilos fiscal e bancário – bem como de outros investigados no escândalo das ‘rachadinhas’ – fosse quebrado. A Justiça carioca, porém, negou às solicitações do órgão estadual. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

A atitude marca uma nova linha de atuação da Promotoria, que não não recorreu a área criminal, mas sim ao campo cível. Dessa maneira, o objetivo dos acusadores é ressarcir os cofres públicos e impedir oe acusados – e eventuais condenados – de ocuparem cargos públicos nas próximas eleições.

No total, o pedido de quebra de sigilos fiscal e bancário do Ministério Público atingiu 39 pessoas e empresas – essas, em sua maioria que já estão sendo investigadas no âmbito criminal.

Neusa Regina Leite, juíza da 14ª Vara de Fazenda Pública, optou por declinar o pedido da promotoria. Já o MP-RJ, recorreu da decisão na última semana. Todas as etapas da investigação, os pedidos de quebra de sigilo, a escolha da magistrada e a apelação correm sob sigilo.

Leia Também

O senador e filho do  presidente Jair Bolsonaro (sem partido) emitiu uma nota o qual afirma que a decisão da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) – que anulou provas do caso ‘rachadinha’ – também se estendia do campo penal para o cível. Com isso, na visão do parlamentar, trata-se de uma decisão “ilegal e enviesada” do MP.


“Alguns integrantes do honrado Ministério Público do Rio de Janeiro tentaram uma manobra para driblar a Justiça e dar continuidade a uma investigação que era ilegal e enviesada. A despeito de tudo isso, a Justiça, mais uma vez, foi feita e o pedido do MP foi negado”, afirma Flávio.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Grupo de evangélicos pede que senadores rejeitem André Mendonça no STF

Publicado


source
Sabatina de Mendonça no Senado será nesta quarta
Isaac Amorim/ MJSP

Sabatina de Mendonça no Senado será nesta quarta


O ex-advogado-geral da União (AGU), André Mendonça, foi indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF) como o nome “terrivelmente evangélico” prometido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) . Mas nem por isso ele é um consenso entre os seguidores da religião. Uma frente de evangélicos com perfil progressista quer que os senadores rejeitem a indicação.

A sabatina será realizada nesta quarta-feira (1º) , na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) foi escolhida para a relatoria.


Com isso, segundo informações da Folha de S. Paulo, nesta terça (30), o grupo vai divulgar uma carta pedindo a não-aprovação de Mendonça. Eles argumentam que a indicação ocorreu “em circunstância absolutamente estranha aos requisitos da carta constitucional, vinculada a uma particularidade do presidente da República”. Desse modo, o grupo também se contrapõe à ala de pastores bolsonaristas que têm impulsionado o nome do ex-AGU .

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro libera uso das Forças Armadas em eleições suplementares em Coari (AM)
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro no PL: Transmissão da filiação deixa ruas vazias em Brasília

Publicado


source
Bolsonaro no PL: Transmissão da filiação deixa ruas vazias em Brasília
Reprodução/Eduardo Barreto

Bolsonaro no PL: Transmissão da filiação deixa ruas vazias em Brasília

presidente Jair Bolsonaro (PL) realizou na manhã desta terça-feira (30) a sua filiação ao Partido Liberal, de Valdemar Costa Neto – condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. A transmissão ao vivo do evento, realizada na parte externa do Complexo Brasil 21, em Brasília, contou com uma pequena quantidade de apoiadores. As informações são do jornalista Guilherme Amado.

Durante a filiação de Jair, seu filho e senador Flávio Bolsonaro (PL) – que também se filiou à sigla – disse que seria possível realizar o evento “no Maracanã”. Valdemar, presidente da sigla, ressaltou que Jair iria sentir “o povo que está lá fora”. Flávia Arruda, ministra-chefe da Secretaria de Governo, também pontou que “o povo” aguardava pelo capitão o Exército. A realidade, porém, foi diferente.


A sigla disponibilizou um trio elétrico com telões que realizavam a transmissão em tempo real do que ocorria no prédio do evento. O ato, porém, foi acompanhado por cerca de 30 militantes.

Comentários Facebook
Leia mais:  Flávio Bolsonaro diz que Mourão "pode ser o que ele quiser" no futuro
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana