conecte-se conosco


POLICIAL

Polícias Civil e Rodoviária Federal apreendem mais 200 quilos em defensivos de comércio proibido no País

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil, em ação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, apreendeu nesta terça-feira (23.11), em Primavera do Leste, 200 quilos de defensivo agrícola de comercialização proibida no País, conhecido como benzoato de emamectina.

A apreensão foi realizada pela uma equipe da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) que, junto com a PRF avistou uma movimentação de caixas sendo descarregadas em uma residência, no bairro Primavera 2. A pessoa que estava recebendo a mercadoria foi abordada disse aos policiais que estava recebendo a encomenda para seu pai e apresentou uma nota fiscal em nome de um sócio do pai.

Depois de receber autorização para entrar na residência, os policiais checaram as caixas que estavam etiquetadas indicando ser um tipo de produto agrícola, contudo, havia outra embalagem dentro das caixas cujo produto armazenado é análogo ao benzoato de emamectina, de comércio proibido no Brasil.

A GCCO apurou ainda que o registro no Ministério da Agricultura apontado nas embalagens não corresponde à empresa que supostamente fabricou os produtos. Em consulta na Receita Federal, a empresa informada está com situação inativa.

A pessoa que se apresentou como proprietária dos defensivos foi conduzida à Delegacia em Primavera do Leste, onde foi lavrado o flagrante. O homem de 49 anos e seu sócio, que não foi localizado, responderão pelo crime de usar substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com a lei de crimes ambientais (9.605/98).

A ação contou com apoio da Delegacia Regional e da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Primavera do Leste.

Outras apreensões

Nos primeiros vinte dias deste mês, a GCCO apreendeu, em regiões distintas de Mato Grosso, mais de 3 toneladas de defensivos agrícolas ilegais. A apreensão mais recente ocorreu na última sexta-feira, em Confresa, quando a Polícia Civil, com apoio da PRF, apreendeu 118 pacotes de 250 gramas de produtos agrícolas importados ilegalmente. No local, os policiais da GCCO constataram que o produto inicialmente informado como sendo fertilizante não tinha certificação de origem e nem registro no Ministério da Agricultura da empresa fabricante.

Leia mais:  Ações imediatas da Polícia Civil bloqueiam valores tomados de vítimas em golpes por meio eletrônico

Em outra apreensão, no município de Tangará da Serra, a GCCO recolheu em uma chácara, 2,1 toneladas de defensivos contrabandeados. Foram apreendidos diversos tipos de defensivos, entre eles, o benzoato, que totalizou 800 quilos e tem comercialização proibida no Brasil e estavam camuflados em embalagens de adubo foliar. Também foram recolhidos sacos de um defensivo de origem paraguaia, ‘Tiamexam’.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Policiais civis da Defron participam de curso de tiro em Cáceres

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Policiais civis da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), participaram do curso de aperfeiçoamento de tiro realizado na sexta-feira (03.12), no Clube de Tiro Pantaneiro no município de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá).

A capacitação direcionada para atividades práticas, contemplou exercícios de disparos com diversos tipos de armas de fogo, em diferentes distâncias, e com técnicas avançadas para aferição de equipamento.

 A instrução foi ministrada pelo Segundo Sargento do Exército Brasileiro, Arlébio de Oliveira Alcântara; pelo 3º SGT PM Eliseu Campos da Costa; pelo 3º SGT PM Maurizon Gomes dos Santos e pelo TEN CEL PM Dulcezio Barros Oliveira. 

Conforme a delegada da Defron, Juda Maali Pinheiro Marcondes, o curso foi extremamente salutar para o aprimoramento necessário dos servidores da delegacia, os quais atuam diuturnamente nesta faixa fronteiriça enfrentando inúmeras adversidades.

“Razão pela qual se torna importante e necessária a participação recorrente dos policiais civis em cursos dessa natureza”, destacou a delegada de polícia. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Ações imediatas da Polícia Civil bloqueiam valores tomados de vítimas em golpes por meio eletrônico
Continue lendo

POLICIAL

Padrasto investigado por estupro de vulnerável tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um padrasto acusado de estupro de vulnerável no município de Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, na sexta-feira (03.12), em rápida ação para cumprimento de mandado de prisão.

O suspeito de 44 anos teve a ordem de prisão temporária decretada pelo juízo da 2º Vara da Comarca local, após investigação da Delegacia de Peixoto de Azevedo para apurar o crime.

A ocorrência foi registrada na quinta-feira (02), quando a genitora da vítima de 12 anos procurou a Polícia Civil. Conforme narrativa, a menina que possui autismo contou com detalhes para sua mãe, os abusos que vinha sofrendo por parte do padrasto.  

Diante da gravidade dos fatos, imediatamente a Polícia Civil representou pela prisão do investigado que foi deferida pelo Poder Judiciário. Com o mandado judicial, os policiais civis efetuaram a prisão do padrasto.

O suspeito foi conduzido à Delegacia de Peixoto de Azevedo, interrogado e em seguida apresentado e colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Policial civil ministra palestras preventivas nas cidades de Porto Estrela e Barra do Bugres
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana