conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil prende garota de programa por roubo contra cliente na região do Zero, em VG

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma garota de programa foi presa pela Polícia Civil, em ação da Delegacia de Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, após roubar um cliente em um motel na região conhecida como “Zero Km”.

O crime ocorreu na madrugada do último sábado (20.11), quando a vítima de 30 anos foi até um bar no bairro Jardim Potiguar e combinou um programa, com a profissional de 19 anos. Ambos acertaram os valores e foram para um motel.

Depois de um período no motel, chegou outra garota de programa, de 31 anos, a qual passou a filmar os atos entre o cliente e a outra garota. Logo em seguida, a profissional do sexo mais velha, usando uma faca, passou a ameaçar e a chantagear o cliente afirmando que divulgaria os vídeos caso ele não fizesse uma transferência no valor de R$ 4 mil.

O cliente argumentou que não tinha a quantia total em conta bancária. Porém, acabou fazendo a transferência via PIX no valor de R$ 2,3 mil, e em seguida pagou o motel e o programa sexual. Ao sair do estabelecimento, a vítima compareceu na Derf de Várzea Grande para registrar um boletim de ocorrência.

Diante das informações, a equipe policial passou a apurar o crime e por meio de imagens de câmeras de segurança instaladas nas proximidades dos fatos, conseguiu  identificar a autora do roubo, que também foi reconhecida por foto.

Os policiais civis tiveram acesso ao documento do cartão, comprovando a transferência no valor de R$ 2,3 mil feito durante a madrugada.

Com base nos indícios e provas, a suspeita foi localizada e encaminhada até a Derf de Várzea Grande. Ao ser interrogada, ela alegou que a houve um desacerto entre eles e o valor transferido era referente a outros dias em que haviam saído com o cliente.

Leia mais:  Governo do estado empossa mais 26 delegados na Polícia Civil de MT

Depois de ouvida, a suspeita foi presa pelo crime de roubo. Por possuir registro civil alterado para nome feminino, ela foi autuada com o atual nome conforme consta nos documentos. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Três suspeitos de tráfico e porte ilegal de arma de fogo são presos em Pontes e Lacerda

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Três suspeitos de tráfico de drogas e posse e porte ilegal de arma de fogo, em Pontes e Lacerda foram presos na última semana pela Polícia Civil. Os suspeitos são investigados pela Delegacia do município na Operação Progressão, realizada em outubro deste ano, para desarticular a atuação suspeitos envolvidos com tráfico doméstico e crimes contra o patrimônio.

 

Em dois endereços alvos de mandados de busca e apreensão, os policiais civis apreenderam pacotes e porções de drogas, duas armas de fogo, 79 munições de calibres 900 e 38 e quase R$ 6 mil.

Dois suspeitos, de 27 e 32 anos tiveram as prisões em flagrante convertidas em preventiva. O outro, de 18 anos, recebeu liberdade provisória da Justiça. Um deles, de 32 anos, responde por tráfico e o outro, tem passagem por homicídio, ambos na Comarca de Nova Mutum.

Com o suspeito de 18 anos foram apreendidas deenas de porções de entorpecentes, uma arma e munições.

Ao chegar em um dos endereços, no bairro Morada da Serra, os policiais notaram os suspeitos fugindo, mas logo foram detidos em uma casa na vizinhança. Um deles portava uma arma de fogo, que tentou esconder dos investigadores. Os entorpecentes, dinheiro e munições foram localizados em diferentes cômodos da casa.

 

Foram apreendidos também objetos de procedência duvidosa, televisor, caixa de som, caixa térmica, receptor de sinal de TV, chinelos novos e uma motocicleta honda.

Um dos suspeitos apresentou um documento de identificação com a foto dele, mas nome de outra pessoa. Ele responderá também pelo crime de uso de documento falso. O investigado de 27 anos saiu recentemente da prisão, em outubro.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandado em casa de empresário investigado por tráfico de drogas

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Foragido por integrar organização criminosa é preso em Campo Novo do Parecis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem de 36 anos foi preso no fim de semana pela Polícia Civil, em Campo Novo do Parecis, por integrar organização criminosa.

O mandado de prisão é oriundo da Comarca de Primavera do Leste , onde ele responde ao processo judicial.

Conforme o delegado Honório Gonçalves Neto, a polícia estava monitorando o suspeito desde o início deste mês, quando ele ameaçou a ex-companheira.

A vítima procurou a delegacia informando que foi ameaçada pelo suspeito com uma faca, quando ela pediu informações para onde ele iria levar o filho.

Após o cumprimento da prisão, o foragido foi encaminhado para uma unidade prisional da região.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Policiais civis prendem foragido na posse de armas, dinheiro e drogas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana