conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil prende dois e desarticula esquema de subtração de mercadorias em empresas transportadoras

Publicado


Camila Molina/Polícia Civil-MT

Duas pessoas suspeitas de integrar uma associação criminosa envolvida com a subtração de produtos ainda nas transportadoras foram presas em flagrante pela Polícia Civil, na sexta-feira (12.11), após o esquema ser desarticulado pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Quatro televisões 50 polegadas subtraídas de uma empresa e outras mercadorias de origem ilícita foram recuperados durante a ação.

Entre os presos estão um funcionário da empresa transportadora e uma pessoa responsável pela retirada das mercadorias, sendo os dois suspeitos autuados em flagrante por furto qualificado e associação criminosa. Quatro pessoas que compraram os produtos subtraídos responderão a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por receptação qualificada.  

A equipe da GCCO recebeu informações de que o funcionário da transportadora fazia parte de um grupo criminoso e que mediante esquema estava subtraindo objetos transportados pela empresa. Na terça-feira (09), outro integrante do grupo foi até a empresa e com a ajuda do funcionário e utilizando documentação falsa levou quatro aparelhos de TV de 50 polegadas.  

Os policiais da GCCO foram até a transportadora e em conversa com o funcionário, ele confessou a participação no crime, dizendo que acreditando que a empresa não daria falta dos itens, entregava a mercadoria para comparsas e que recebia R$ 200 por produto subtraído.

Em continuidade as diligências, os policiais foram até a residência da pessoa que buscou as televisões, que também confessou a participação no esquema, revelando que a sua função na associação criminosa era aliciar funcionários de transportadoras e donos de caminhões de frete para participar do crime.

Na casa do suspeito foram apreendidos foram apreendidos outros produtos subtraídos no mesmo esquema como 25 caixas de selantes, geladeira e notebook. As TVs subtraídas na transportadora já haviam sido vendidas e foram recuperadas em posse de seus receptadores.

Leia mais:  Policial civil ministra palestras preventivas nas cidades de Porto Estrela e Barra do Bugres

Os dois suspeitos foram conduzidos à GCCO, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante por furto qualificado e associação criminosa. As quatro pessoas que adquiriram os produtos de origem ilícita também foram conduzidas e assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência por receptação culposa.

Segundo o delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, as investigações seguem em andamento para identificação de outros envolvidos no crime e desarticulação do grupo criminoso.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Policiais civis da Defron participam de curso de tiro em Cáceres

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Policiais civis da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), participaram do curso de aperfeiçoamento de tiro realizado na sexta-feira (03.12), no Clube de Tiro Pantaneiro no município de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá).

A capacitação direcionada para atividades práticas, contemplou exercícios de disparos com diversos tipos de armas de fogo, em diferentes distâncias, e com técnicas avançadas para aferição de equipamento.

 A instrução foi ministrada pelo Segundo Sargento do Exército Brasileiro, Arlébio de Oliveira Alcântara; pelo 3º SGT PM Eliseu Campos da Costa; pelo 3º SGT PM Maurizon Gomes dos Santos e pelo TEN CEL PM Dulcezio Barros Oliveira. 

Conforme a delegada da Defron, Juda Maali Pinheiro Marcondes, o curso foi extremamente salutar para o aprimoramento necessário dos servidores da delegacia, os quais atuam diuturnamente nesta faixa fronteiriça enfrentando inúmeras adversidades.

“Razão pela qual se torna importante e necessária a participação recorrente dos policiais civis em cursos dessa natureza”, destacou a delegada de polícia. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Padrasto investigado por estupro de vulnerável tem prisão cumprida pela Polícia Civil
Continue lendo

POLICIAL

Padrasto investigado por estupro de vulnerável tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um padrasto acusado de estupro de vulnerável no município de Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, na sexta-feira (03.12), em rápida ação para cumprimento de mandado de prisão.

O suspeito de 44 anos teve a ordem de prisão temporária decretada pelo juízo da 2º Vara da Comarca local, após investigação da Delegacia de Peixoto de Azevedo para apurar o crime.

A ocorrência foi registrada na quinta-feira (02), quando a genitora da vítima de 12 anos procurou a Polícia Civil. Conforme narrativa, a menina que possui autismo contou com detalhes para sua mãe, os abusos que vinha sofrendo por parte do padrasto.  

Diante da gravidade dos fatos, imediatamente a Polícia Civil representou pela prisão do investigado que foi deferida pelo Poder Judiciário. Com o mandado judicial, os policiais civis efetuaram a prisão do padrasto.

O suspeito foi conduzido à Delegacia de Peixoto de Azevedo, interrogado e em seguida apresentado e colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Ações imediatas da Polícia Civil bloqueiam valores tomados de vítimas em golpes por meio eletrônico
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana