conecte-se conosco


POLICIAL

Investigação contra traficante em Sinop resulta em duas pessoas presas e mais de 200 tabletes de entorpecentes apreendidos

Publicado


Camila Molina/Polícia Civil-MT

Mais de 200 tabletes de entorpecentes, entre maconha, skunk e haxixe, foram apreendidos pela Polícia Civil, na noite de sexta-feira (12.11), durante investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Sinop (499 km ao norte de Cuiabá) com alvo em um distribuidor de drogas do município. Na ação, duas pessoas foram presas e autuadas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Há cerca de dois meses, os policiais da Derf investigavam um forte traficante da região, responsável pela distribuição de drogas no município, fazendo imagens e identificando o modo de ação do suspeito. Com base nas investigações, foi representado pelo mandado de busca e apreensão contra o suspeito, que foi deferido pela 4ª Vara Criminal de Sinop e os policiais aguardavam o melhor momento para cumprimento.

Nesta sexta-feira (12), a equipe de investigadores recebeu informações de que o investigado faria uma grande entrega de drogas no bairro Violetas, dando início ao trabalho de monitoramento do suspeito. Durante o acompanhamento do suspeito, os policiais flagraram quando por volta das 18 horas, ele foi até o bairro Violetas e logo em seguida chegou um segundo suspeito que entrou em seu veículo.

Os policiais realizaram a abordagem, encontrando no interior do veículo 50 tabletes análogos à maconha. Questionado, o suspeito confessou que havia mais porções de entorpecentes em sua residência no bairro, no bairro Terra Rica.

Diante dos fatos, os policiais foram até o local, onde foi dado cumprimento ao mandado de busca e apreensão domiciliar, sendo encontrada grande quantidade de entorpecentes na residência. No total, foram apreendidos 140 tabletes de maconha, 32 de skunk e sete de haxixe, além de 35 tabletes menores das mesmas substâncias.

Leia mais:  Policiais civis cumprem mandado de busca e apreendem objetos usados para ações criminosas

Diante das evidências, todo material ilícito foi apreendido e os dois suspeitos encaminhados à Derf Sinop, onde após serem interrogados, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Delegados-gerais das Polícias Civis do País se reúnem em encontro nacional no RS

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Gestores das Polícias Civis dos 26 estados e do Distrito Federal estão reunidos desde esta quarta-feira (01.12), em Gramado (RS), na 55ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Chefes de Polícia (CONCPC). O encontro segue até sexta-feira e trata de temas de interesse das instituições. A reunião foi aberta pela presidente do CONCPC, delegada Nadine Anflor, do Rio Grande do Sul.

O vice-presidente do CONCPC e delegado-geral da Polícia Civil de Mato Grosso, Mário Dermeval, apresentou um balanço da Operação Nacional Voleur, realizada no último dia 17 de novembro para repressão qualificada a crimes contra o patrimônio e coordenada pelo conselho. Em um esforço integrado que reuniu um efetivo de 9.700 profissionais das Polícias Civis dos 26 estados e do Distrito Federal, a operação resultou no cumprimento de 2.112 prisões e 978 mandados de buscas e apreensões em todos os estados, além da recuperação de 1.500 celulares objetos de furtos e roubos.

 

A reunião do CONCPC conta com a presença dos secretários do Ministério da Justiça e Segurança Pública: Alfredo Coelho Carrijo, de Operações Integradas; Carlos Renato Machado Paim, de Segurança Pública e Luiz Roberto Beggiona, de Políticas sobre Drogas.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Tio suspeito de praticar abusos contra sobrinha durante sete anos é preso pela Polícia Civil
Continue lendo

POLICIAL

Encontro debate atuação de Delegacias de Homicídios e metodologia única no esclarecimentos de crimes

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso participou nesta semana 2º Encontro Nacional de de Diretores de Departamentos de Homicídios, realizado em Canela (RS), que reuniu representantes dos 26 estados e do Distrito Federal. 

Imagens: DCS/PC-RS

O delegado Fausto Freitas da Silva, titular da DHPP de Cuiabá, representou a insituição no evento, realizada nesta terça e quarta-feiras, que teve como proposta promover a troca de experiências entre os departamentos que atuam em investigações de crimes dolosos contra a vida e trabalhar uma metodologia única para o cálculo de resolução de crimes.

“O encontro foi importante para que as Polícias Civis pudessem debater estratégias de padronização das unidades no País e fortalecer as instituições na atuação nos crimes contra a vida. Trocamos boas práticas e atuamos no sentido de buscar uma metodologia única no País para o cálculo da resolutividade dos crimes de homicídios ”, destacou Fausto.

O evento contou com a participação da chefe da Polícia Civil rio-grandense, delegada Nadine Anflor e da diretora do DHPP da instituição, Vanessa Pitrez. A presidente do CONCPC destacou que as discussões do encontro serão apresentadas aos delegados-gerais que participam, também no Rio Grande do Sul, da 55ª Ordinária do Conselho Nacional.

Palestras

Na primeira parte do encontro, os participantes assistiram uma palestra sobre o sistema penitenciário como fonte de produção de conhecimento na investigação de homicídios, com o Departamento Penitenciário Nacional.

 

O coordenador-geral de Crime Organizado da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do MJSP, delegado Carlos Augusto Bock falou sobre as estatégias nacionais de redução de homicídios no País.

O segundo dia do evento contou com palestras do vice-governador secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira, que falou sobre a estratégia de redução de homicídios no estado.

Leia mais:  Após denúncia, Polícia Civil prende em flagrante homem que violentava psicologicamente a companheira

A diretora do Insituto Sou da Paz, Carolina Ricardo, também participou do encontro e falou da participação da sociedade civil organizada na criação de políticas para a redução de crimes contra a vida no País.

Carta de Canelas

Ao final do encontro, os delegados apresentaram a Carta de Canelas com as propostas debatidas, como a padronização da metodologia para elucidação dos crimes, elaboração da estratégia nacional de redução de homicídios, fortalecimento das equipes das unidades policiais, cadeia de custódia e rede integrada de informações. O documento será entregue ao Conselho Nacional dos Chefes e Delegados-Gerais.

 

Foi também criado o Comitê Nacional de Chefes de Departamentos de Homicídios, sendo escolhida a delegada Vanessa Pitrez como presidente e o delegado Fausto Freitas como o representante da Região Cebtro-Oeste.

Com informações do DCS/ PC-RS

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana