conecte-se conosco


POLICIAL

Idoso investigado por 50 furtos a vítimas no transporte coletivo é preso pela Polícia Civil em VG

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf) prenderam na manhã desta quarta-feira (24.11) um idoso de 62 anos inevstigado por, aproximadamente, 50 furtos a vítimas em ônibus do transporte público.

O suspeito é considerado um batedor de carteira profissional e há alguns meses vinha sendo investigado pela delegacia especializada, que representou pela prisão preventiva, deferida pelo juízo da 4ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Entre janeiro e outubro deste ano, a Derf estima que o ‘vovô do crime’ tenha praticado cerca de 50 furtos, agindo com destreza, no interior de ônibus do transportes público.

Ele agia no terminal André Maggi e também dentro dos ônibus que fazem as linhas Marfrig-Alameda/Terminal x Terminal/São Benedito, Terminal/Asa Bela.

Os investigadores da Derf apuraram que o homem aproveitava-se de sua aparência idosa para não levantar suspeitas, andando sempre bem vestido, às vezes com roupa social e óculos de grau.

Ele carregava, na maioria das vezes, uma pasta arquivo, que usava como parte da habilidade para praticar os furtos. O suspeito escolhia as vítimas, geralmente mulheres com bolsas, as aguardava subir no ônibus e entrava logo em seguida, colocando a pasta na frente para cobrir a bolsa da vítima e, sem que ninguém visse, colocava a mão debaixo da pasta e puxava de dentro da bolsa da vítima pertences pessoais, geralmente, celulares e carteiras.

O criminoso escolhia como alvo os ônibus lotados, para que vítimas não percebessem o momento do roubo. Geralmente, as vítimas somente percebiam que havia sido furtadas quando chegavam em casa.

Na delegacia, ele confessou diversos furtos e alegou ter jogado as carteiras das vítimas em um matagal, se recusando a informar o local exato onde deixou os pertences.

Leia mais:  Delegados-gerais das Polícias Civis do País se reúnem em encontro nacional no RS

O idoso tem 29 registros criminais, sendo um por roubo, outro por tráfico de drogas e 27 registros por furto. Além dessas ocorrências, a Derf de Várzea Grande apura outras 50 ocorrências.

De acordo com a delegada Elaine Fernandes, mesmo com uma extensa ficha criminal, o suspeito continuava solto, praticando os furtos com toda liberdade garantida. “Observa-se que essa convicção da impunidade faz os criminosos terem a certeza de que, de certa forma, o crime compensa. É de causar indignação que uma pessoa nessa idade, que deveria estar dando bons exemplos, estar furtando trabalhadores que voltam cansados de um dia exaustivo de trabalho e, além de terem que utilizar um transporte público lotado, ainda acabam sendo vítimas de um criminoso contumaz”, destacou a delegada.

Entre as vítimas do idoso estão diaristas e funcionários de um frigorífico situado no bairro Alameda, que relataram ainda estar pagando pelos aparelhos celulares que foram furtados, além do transtorno em ter que providenciar a segunda via dos documentos pessoais.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Delegados-gerais das Polícias Civis do País se reúnem em encontro nacional no RS

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Gestores das Polícias Civis dos 26 estados e do Distrito Federal estão reunidos desde esta quarta-feira (01.12), em Gramado (RS), na 55ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Chefes de Polícia (CONCPC). O encontro segue até sexta-feira e trata de temas de interesse das instituições. A reunião foi aberta pela presidente do CONCPC, delegada Nadine Anflor, do Rio Grande do Sul.

O vice-presidente do CONCPC e delegado-geral da Polícia Civil de Mato Grosso, Mário Dermeval, apresentou um balanço da Operação Nacional Voleur, realizada no último dia 17 de novembro para repressão qualificada a crimes contra o patrimônio e coordenada pelo conselho. Em um esforço integrado que reuniu um efetivo de 9.700 profissionais das Polícias Civis dos 26 estados e do Distrito Federal, a operação resultou no cumprimento de 2.112 prisões e 978 mandados de buscas e apreensões em todos os estados, além da recuperação de 1.500 celulares objetos de furtos e roubos.

 

A reunião do CONCPC conta com a presença dos secretários do Ministério da Justiça e Segurança Pública: Alfredo Coelho Carrijo, de Operações Integradas; Carlos Renato Machado Paim, de Segurança Pública e Luiz Roberto Beggiona, de Políticas sobre Drogas.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Foragido do Estado de Goiás tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Mato Grosso
Continue lendo

POLICIAL

Encontro debate atuação de Delegacias de Homicídios e metodologia única no esclarecimentos de crimes

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso participou nesta semana 2º Encontro Nacional de de Diretores de Departamentos de Homicídios, realizado em Canela (RS), que reuniu representantes dos 26 estados e do Distrito Federal. 

Imagens: DCS/PC-RS

O delegado Fausto Freitas da Silva, titular da DHPP de Cuiabá, representou a insituição no evento, realizada nesta terça e quarta-feiras, que teve como proposta promover a troca de experiências entre os departamentos que atuam em investigações de crimes dolosos contra a vida e trabalhar uma metodologia única para o cálculo de resolução de crimes.

“O encontro foi importante para que as Polícias Civis pudessem debater estratégias de padronização das unidades no País e fortalecer as instituições na atuação nos crimes contra a vida. Trocamos boas práticas e atuamos no sentido de buscar uma metodologia única no País para o cálculo da resolutividade dos crimes de homicídios ”, destacou Fausto.

O evento contou com a participação da chefe da Polícia Civil rio-grandense, delegada Nadine Anflor e da diretora do DHPP da instituição, Vanessa Pitrez. A presidente do CONCPC destacou que as discussões do encontro serão apresentadas aos delegados-gerais que participam, também no Rio Grande do Sul, da 55ª Ordinária do Conselho Nacional.

Palestras

Na primeira parte do encontro, os participantes assistiram uma palestra sobre o sistema penitenciário como fonte de produção de conhecimento na investigação de homicídios, com o Departamento Penitenciário Nacional.

 

O coordenador-geral de Crime Organizado da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do MJSP, delegado Carlos Augusto Bock falou sobre as estatégias nacionais de redução de homicídios no País.

O segundo dia do evento contou com palestras do vice-governador secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira, que falou sobre a estratégia de redução de homicídios no estado.

Leia mais:  Foragido por estupro de vulnerável é localizado pela Polícia Civil em Confresa

A diretora do Insituto Sou da Paz, Carolina Ricardo, também participou do encontro e falou da participação da sociedade civil organizada na criação de políticas para a redução de crimes contra a vida no País.

Carta de Canelas

Ao final do encontro, os delegados apresentaram a Carta de Canelas com as propostas debatidas, como a padronização da metodologia para elucidação dos crimes, elaboração da estratégia nacional de redução de homicídios, fortalecimento das equipes das unidades policiais, cadeia de custódia e rede integrada de informações. O documento será entregue ao Conselho Nacional dos Chefes e Delegados-Gerais.

 

Foi também criado o Comitê Nacional de Chefes de Departamentos de Homicídios, sendo escolhida a delegada Vanessa Pitrez como presidente e o delegado Fausto Freitas como o representante da Região Cebtro-Oeste.

Com informações do DCS/ PC-RS

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana