conecte-se conosco


DIAMANTINO

Em São Paulo, prefeito consolida a captação de recursos para revitalização do centro histórico de Diamantino

Publicado


Em reunião com Cristiano Vasconcelos, representante da Fundação Getúlio Vargas – FGV/SP, o prefeito Manoel Loureiro Neto (MDB) assegurou a consolidação do projeto arquitetônico e recursos financeiros na casa dos R$ 23 milhões para a completa revitalização do Centro Histórico de Diamantino. A reunião que contou com a participação do secretário municipal de administração, Caíque Loureiro, aconteceu nesta quinta-feira (11) no Hotel Radisson em São Paulo-SP.

Para a elaboração do projeto arquitetônico, está em andamento um concurso público para arquitetos e urbanistas promovido pela FGV, sob a coordenação da professora especialista em patrimônio histórico, Silvia Finguerut, que vai contemplar intervenções estruturais e urbanísticas com foco na preservação cultural de ruas, casarões e museus, como a Casa Memorial dos Viajantes, Museu Langsdorff, ampliação da Fundação Cultural e a readequação da Biblioteca Municipal.

Orçada inicialmente em R$ 23 milhões, a captação dos recursos que serão aplicados entre os anos de 2022 à 2024 aconteceu através de Parceria Público Privada – PPP, incluindo a participação de empresas parceiras e recursos Federais, provenientes de emendas parlamentares de deputados e senadores, fixando a quantia inicial disponível em R$ 10 milhões.

Na opinião do prefeito municipal, o projeto, após concretizado, tende a transformar a cidade de Diamantino no maior atrativo turístico da região, sendo aproveitados os espaços para o fomento do turismo cultural do município.

“A proposta é a de resgatar a identidade cultural e patrimonial histórica de Diamantino, fazendo com que se abra um grande leque de oportunidades para a população, no sentido de servir como fonte de receita através do turismo cultural”, ressalta Dr. Manoel Loureiro.

Comentários Facebook
Leia mais:  Diamantino recebe caminhão caçamba do Governo Federal
publicidade

DIAMANTINO

Diamantino recebe caminhão caçamba do Governo Federal

Publicado


O prefeito municipal, Manoel Loureiro Neto (MDB) recebeu na manhã desta segunda-feira (29) um caminhão caçamba zero quilômetro, obtido através de convênio firmado entre o município e a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia – SUDAM. O equipamento é parte do projeto do Governo Federal de destinar caminhões e máquinas como forma de incentivo a produção agrícola, além de auxílio na recuperação de estradas vicinais.

Adquirido pelo valor total de R$ 423 mil, teve o recurso destinado através de emenda parlamentar do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB) com contrapartida do município de R$ 73 mil, vai incrementar a frota de veículos do município atendendo às secretarias de Infraestrutura no auxílio à manutenção dois mais de 1,4 mil quilômetros de estradas vicinais e na Agricultura nos programas de auxílio a agricultura familiar, com o transporte de fertilizantes doados pela suinocultura e indústria sucroalcooleira.

“O caminhão vem para reforçar os trabalhos desenvolvidos pela frota municipal nas varias frentes de trabalho organizadas nas zonas urbanas e rurais do município, principalmente em atendimento aos agricultores e pecuaristas, conservando os mais de 1,4 mil quilômetros de estradas e também servirá a agricultura familiar com os programas de distribuição de fertilizantes, proporcionando renda ao pequeno produtor”, disse Dr. Manoel Loureiro.

Comentários Facebook
Leia mais:  Diamantino recebe caminhão caçamba do Governo Federal
Continue lendo

DIAMANTINO

Ônibus do MT Hemocentro retorna à Diamantino para coleta de sangue

Publicado


Apelidado de “Hemobús”, o ônibus do MT-hemocentro retorna à Diamantino na próxima terça-feira (30), após 90 dias de sua última passagem pelo município quando realizaram mais de 160 atendimentos. O veículo ficará estacionado em frente ao ESF Central, localizado na Rua São Benedito S/N entre os dias 30 de novembro e 01 de dezembro, com os funcionários do banco de sangue realizando as coletas entre 07 e 11 da manhã e entre ás 13 e 16:30 horas. Para evitar filas e aglomerações, os atendimentos devem ser agendados através do telefone 065 9.9625-9513.

A expectativa é a de que sejam realizados ao menos 160 atendimentos, entre os quatro períodos de coleta e de acordo com a secretária municipal de saúde, Marinêze de Araújo Meira, todas as pessoas com idade entre 16 e 69 anos, que pesem mais do que 51 quilos, podem doar e faz recomendações sobre alimentação e cuidados aos voluntários.

“Todas as pessoas com idade a partir de 16 anos, desde que acompanhados pelos pais podem doar, mas é necessário que se atentem a cuidados como os de evitar o consumo de comidas gordurosas, bebidas alcóolicas pelo período de 12 horas antes da doação e de cigarros por ao menos 2 horas”, disse.

“Após a doação não é recomendado ao doador voluntário que sejam operadas máquinas ou veículos de grande porte, ou que exerça atividades em locais que ofereçam algum risco de queda”, acrescenta Marinêze.

A gestora da saúde municipal também explica sobre os procedimentos que os recuperados e aos imunizados contra a covid-19 devem tomar antes da doação de sangue.

“Quem pegou covid-19 ou que tomou a vacina contra a covid-19, também podem doar, porém desde que tenham se recuperado da doença há mais de 30 dias e estejam bem de saúde e no caso dos vacinados, que observem os prazos mínimos entre imunização e doação, que são de 7 dias para quem tomou a vacina da Pfizer, Jansen e AstraZeneca e de 48 horas para quem tomou a vacina CoronaVac”, destaca.

Benefícios a saúde

Há muitos benefícios da doação de sangue para a saúde, que vão desde a redução de doenças do coração à satisfação em promover uma boa ação, já que não existe outra forma de salvar a vida de quem precisa de doação se não for doando.

Diferente do que dizem, a doação de sangue não afina nem engrossa o sangue. Muitas pessoas deixam de doar por acharem que a doação faz afinar ou engrossar o sangue, mas é um mito. Após a doação, existe a reposição do volume e componentes do sangue pelo próprio organismo até atingir um equilíbrio existente antes da doação. Por isso, não é necessário ter receio.

Doar sangue pode reduzir riscos de doenças cardíacas

Há muitos estudos que comprovam que a doação de sangue reduz a viscosidade do sangue, assim, quem doa se torna menos propensos a desenvolver doenças do coração. Isso ocorre porque, durante esse processo, há uma espécie de limpeza sanguínea, pois o nosso sangue é produzido na medula e é renovado a cada três ou quatro meses.

Neste período, o sangue é descartado, ou seja, a doação se torna bastante eficaz para quem precisa. Sendo assim, com a doação há uma renovação das células e, com isso, as células velhas são renovadas, colaborando com a redução de certos tipos de câncer pela redução de oxidativos.

Leia mais:  Diamantino recebe caminhão caçamba do Governo Federal

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana