conecte-se conosco


POLÍTICA MT

Diretores de Várzea Grande são homenageados pelo deputado Botelho

Publicado


Foto: Ronaldo Mazza

Em sessão solene, o deputado Eduardo Botelho (DEM), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, homenageou com Moção de Congratulação, os novos diretores da rede municipal de Ensino de Várzea Grande, triênio 2020-2022, nesta segunda-feira (22), no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Botelho, que foi professor, destacou o trabalho desenvolvido por esses profissionais que contribuem com a educação e, consequentemente, ajudam a construir uma sociedade melhor.  

“A educação é transformadora, modifica a vida das pessoas, retira da condição de pobreza, da violência. A escola é fundamental para tudo isso. Os diretores, sem dúvida nenhuma, com a participação e o engajamento deles na vida de cada um, vão fazer o diferencial para os alunos. Trabalhei em tudo quanto é lugar, mas foi a escola que me trouxe a realização”, disse Botelho, ao discursar que deseja que todos tenham iguais oportunidades, para a melhoria do ensino, da pesquisa e da extensão. “De nada valeria a luta pela escola pública gratuita sem que nela se visasse a formação do cidadão democrático”, afirmou Botelho.  

O deputado citou que, por meio da educação, baseada na cidadania, é possível mudar o mundo, através do combate à desigualdade social; estimulo à sustentabilidade e promoção dos direitos humanos e diminuição da violência.

Ao destacar os 85 diretores e o total de 29 mil alunos sendo atendidos, Silvio Fidelis, secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, agradeceu a iniciativa. “A homenagem foi excelente. Uma motivação para os nossos gestores de Várzea Grande estarem à frente da educação. Isso faz com que realmente o trabalho seja diferenciado. Parabéns ao deputado pela iniciativa e à Assembleia Legislativa”.

Eva de Paulo Vieira Santos, diretora do CMEI PROFª. JAYR LUIZA DE CAMPOS UNTAR, presidente do Conselho Municipal de Educação e vice-presidente UNCME, discursou em nome dos agraciados. “Uma homenagem merecida, quero agradecer o reconhecimento, pois nessa manhã somos a luz que brilha”, disse Eva Santos, ao citar uma passagem da Bíblia e agradecer as homenagens aos diretores.

Também participaram o deputado Wilson Santos (PSDB) e Janaina Riva (MDB).

Leia mais:  Allan Kardec entrega resfriador de leite em Colniza

HOMENAGEADOS  

Adair Maria Moraes De Oliveira – Emeb Profª. Maria Das Graças Pinto

Adnair De Oliveira Pacheco – Cmei Nossa Senhora Da Guia

Alessandra Marques De Assunção Semler – Emeb Aristides Pompeo De Campos

Ana Alice Da Silva E Silva – Emeb Antonio Joaquim De Arruda

Ana Cristina Da Silva Cassim – Cmei Antônio Noberto De Barros Correa Filho

Andreia Cristina Ferraz De Souza – Emeb Faustino Antonio Da Silva

Angela Maria Santana – Emeb Profª. Eliza Maria Da Silva

Aquibenes Santos Dos Reis – Emeb Profª. Libia Da Costa Rondon

Ariane De Oliveira Inácio – Cmei São Domingos Sávio

Athair Da Silva Tavares – Emeb Profª. Lucia Leite Rodrigues

Carla Leticia Oliveira Borges – Cmei Sen. Jonas Pinheiro

Carlos Roberto De Oliveira – Emeb Ver. Zeno De Oliveira

Claudia Aguiar De Souza – Emeb Air Addor

Cleiner Rodrigues Da Silva – Emeb David Mayer

Creuzeni Borges Silva – Cmei Profª. Eleuza Maria De Souza Santos

Daluza Benedita De Arruda – Emeb Júlio Correa

Debora Gomes Do Rosario Mesquita – Cmei Wilson Sodre Farias

Denilza Luiza De Arruda – Cmei Ana Isabel Moreira Da Silva

Diane Cristina Dias Assunção – Emeb Prof. Antonio Salustio Areias

Edézia Domingas Amorim Curado – Emeb Nair De Oliveira Correa

Edna Alves Da Silva – Emeb Armindo De Arruda Campos

Edna Rodrigues Paraguassu – Emeb Eunice Cesar De Mello

Eliane Winck – Emeb Profª. Maria Barbosa Martins

Elni Maria Santana Monteiro – Emeb Profª. Rita Auxiliadora De Campos Cunha

Erly Gonçalves De Campos – Emeb Antonio Lino De Campos

Estela Leite Maciel Ribeiro – Emeb Dr. João Ponce De Arruda

Eunice Da Silva Araujo – Emeb Bianka Lorena Da Rocha Capilé

Eurenice Alves Da Silva – Emeb Ruth Martins Santana

Eva De Paulo Vieira Santos – Cmei Profª. Jayr Luiza De Campos Untar

Eva Izabel Da Costa – Emeb Profª. Euraide De Paula

Leia mais:  Juliane Grisólia apresenta CantoPreto nesta sexta-feira (3) com entrada solidária

Evanir Mendes Da Costa Cruz – Cmei Manoel Rosa De Figueiredo

Francislene De Campos Coelho E Oliveira – Emeb Profª. Angela Jardim Botelho

Gentila Maria Pacheco E Silva – Cmei Izabel Antunes De Campos

Geralda Silva Castro Da Costa – Cmei Aurelia Correa De Almeida

Gilmaira Cristiane Campos Oliveira – Emeb Benedita Bernardina Curvo

Gilmar Mussa De Moraes – Emeb José Estejo De Campos

Gisela Cristna De Oliveira Nassarden – Emeb Dr. Gabriel Muller

Gisele Cristine De Campos Xavier – Cmei Albella Curvo De Moraes

Gonçalina Martins De Souza – Emeb Ednilson Francisco Kolling

Helena Aparecida Da Silva Souza – Emeb Julio Domingos De Campos

Izabel Conceição Vitalino – Cmei Profª. Lucia Helena De Campos

Jane Marcia De Arruda Pires – Emeb Sra. Dirce Leite De Campos

Janice Jesus Do Nascimento – Cmei Prof. Antônio Amorim De Campos

Joziane Maria Da Silva – Emeb Emanuel Benedito De Arruda

Jucineide Da Silva – Emeb Dr. Gabriel Muller

Jurema Aparecida De Figueiredo Costa – Cmei Joanita Benedita Teixeira Da Costa Campos

Laryssa Correia Alves – Cmei José Mendonça

Leidiane Benedita Evangelista Oliveira – Emeb Apolônio Frutuoso Da Silva

Lilia Gonçalves Da Silva – Emeb Napoleão José Da Costa

Loracil Cezarino De Campos – In Memoriam – Emeb Ten. Abilio Da Silva Moraes

Loramil Maria De Campos Magalhães – Emeb Profª. Maria Pedrosa De Miranda

Marcia Rodrigues Macedo – Emeb Alino Ferreira Magalhães

Mari Nei De Almeida – Emeb Antônia Felipa De Campos Martins

Maria Aparecida Oliveira – Cmei Caetano Da Costa “Vô Caetano”

Maria De Fátima Ferreira De Santana – Emeb Prof. Lenine De Campos Póvoas

Marilene Maria Da Silva – Emeb Honorato Pedroso De Barros

Marli Tomaz De Arruda – Cmei Prof. Edson Reveles Pereeira

Monica Regina Xavier De Oliveira – Emeb Elias Domingos

Nazareth Batista De Oliveira Amaral – Cmei Miguelina Da Campos E Silva

Leia mais:  Seduc nega inscrição de 78% dos candidatos PCD; Lúdio faz novo pedido de anulação ao MPE

Nelma De Oliveira Neres – Cmei Profª. Jayr Luiza De Campos Untar

Nilza Raquel De Oliveira – Emeb Profª. Juvenília Monteiro De Oliveira

Nischelle Maria Pinheiro Das Flores E Andrade – Emeb Luiz Reveles Pereira

Regina Maria Moreira Gozzi – Emeb Ten. Waldemiro Delgado Bertulio

Rosalina Costa Santos – Emeb Benedito Abraão Nassarden

Rosana Domingas Da Silva – Cmei Nair Sacre

Roseane Maria Costa – Emeb Prof. Paulo Freire

Rosecler Sousa Nogueira ¬- Emeb Pe. Luis Maria Ghisoni

Rosimeire Ferreira Pereira – Emeb Ana Rosa Da Silva

Rosinete Celia Peixoto – Emeb Profª. Salvelina Ferreira Da Silva

Rozilene Barros Vieira – Emeb Joaquim Da Cruz Coelho

Sandra De Souza Pereira – Cmei Mariana Rodrigues De Azevedo

Sandra Maria Dos Santos Borelli – Emeb Antonio Gomes Da Cruz

Sandra Virginia Santana Bueno – Emeb Jaime Veríssimo De Campos Junior – Jaiminho

Sarah Jane De Campos – Emeb Dep. Ary Leite De Campos

Selcilene Gonçalves De Oliveira Silva – Emebgonçalo Domingos De Campos – Caic

Shirley Da Silva Pereira Faustino – Cmei Manoel Antonio

Sidnei Roberto De Souza – Emeb Mario Antunes De Almeida

Silmara De Paula E Silva – Emeb Mamed Untar

Silvana Paula De Moraes – Emeb Ana Francisca De Barros

Telma Gonçalina Curvo Almeida – Cmei Isabel Pinto De Campos

Tereza De Oliveira Hubner – Emeb Profª. Marilce Benedita De Arruda

Uilma Pereira Dos Santos Tenório – Emeb Profª. Maria Joana Da Silva Almeida

Vanildes Barbosa Costa E Silva – Emeb Manoel João Arruda

Vera Lucia Viana Da Silva Paes – Emeb Profª. Irenice Godoy De Campos E Silva

Vilma Auxiliadora De Souza Silva – Emeb Maria De Lourdes Toledo Areias

Willian Da Silva Assunção – Emeb Ten. Abilio Da Silva Moraes

Zilda Braga De Oliveira – Emeb Ver. Estevão Ferreira Da Cunha

Zildisnety Lemes Da Silva Maria – Cmei Caetano Da Costa “Vô Caetano”

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Bazar Solidário Assembleia Social bate recorde de arrecadação

Publicado


Foto: Karen Malagoli

Mais uma vez, o Bazar Solidário da Assembleia Social bate recorde de vendas e de arrecadação e poderá ampliar o auxílio a demandas sociais. A edição realizada na quarta-feira (1º), no foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, alcançou o montante de R$ 50.021,21, recurso que já está na conta bancária da instituição filantrópica beneficiada, as Obras Sociais Mãe Zeferina.O valor é bem acima dos quase R$ 37 mil da edição anterior, que já representava um recorde de vendas.

Danyelle Thommen foi uma das modelos voluntárias convidadas para exibir os looks do bazar no período de divulgação do evento, por meio das redes sociais da Assembleia Social. E, no dia do bazar, tornou-se cliente. “Foi uma experiência única, eu nunca tinha participado de um bazar. E eu sou super a favor, porque a gente tem que pensar só no consumo e o bazar colabora para a conservação do meio ambiente. Além de ser peças exclusivas e eu gosto de coisas diferentes, sempre gostei. Então, esta minha primeira foi incrível, fiquei muito feliz, porque fiz ótimas aquisições”, narrou.

O recurso repassado para as Obras Sociais Mãe Zeferina será utilizado para a manutenção da instituição, especialmente para o salário dos funcionários, como explica o presidente da instituição, Eliel Pinheiro. “Nós temos vários projetos sociais. São 100 famílias cadastradas conosco para cestas básicas, distribuição de verduras, temos artesanato… Nosso educandário é gratuito e atende 100 crianças, temos custo com folha de pagamento dos professores, com alimentação, energia, internet… À tarde, nós temos 30 jovens conosco. Então, precisamos de recursos para manter esses serviços, além de reformas e reparos necessários”, listou.

Leia mais:  Allan Kardec entrega resfriador de leite em Colniza

“Nós estamos muito felizes! Esse resultado é a coroação de muito trabalho da equipe, mas, especialmente, da generosidade de todos, que primeiramente doaram as peças e depois vieram comprar e reusar, num exercício muito bonito de solidariedade e de consumo consciente. E tudo isso vai fazer toda a diferença para as famílias e as crianças do Parque Geórgia e região, atendidas pelas Obras Sociais Mãe Zeferina, instituição de trabalho tão sério e bonito!”, exclama Daniella Paula Oliveira, diretora da Assembleia Social.

Multiplicando solidariedade

Como a meta desta edição era de R$ 27 mil – referente à demanda imediata das Obras Sociais Mãe Zeferina, a instituição, de forma muito generosa, aceitou repassar parte do recurso recebido para três iniciativas: o pagamento de um pró-labore para cinco trabalhadoras da Apae de Nossa Senhora do Livramento; aquisição de brinquedos para a promoção de eventos natalinos da Assembleia Social em comunidades periféricas; e compra de material escolar para crianças carentes, a serem repassados no começo do ano que vem.

É importante esclarecer que esses repasses serão de controle da Mãe Zeferina, já que todo o dinheiro já está na conta da instituição contemplada.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

Seduc nega inscrição de 78% dos candidatos PCD; Lúdio faz novo pedido de anulação ao MPE

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) fez novo pedido ao Ministério Público Estadual (MPE), nesta sexta-feira (3), para anular o edital nº 008/2021/GS/SEDUC/MT para seleção de interinos, por dificultar a acessibilidade e a participação de pessoas com deficiência. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) negou a inscrição de 481 dos 611 candidatos com deficiência, o que corresponde a 78% de inscrições indeferidas.

“Hoje, no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, o governo de Mato Grosso excluiu sumariamente 481 pessoas no processo seletivo absurdo que a Seduc faz para contratação de profissionais interinos na educação, por conta de uma série de erros e ilegalidades do edital e da mais absoluta falta de acessibilidade. Estou acionando o Ministério Público para que essa situação seja revertida. E na terça-feira (7) seguimos na luta para aprovar o projeto de decreto legislativo que anula esse edital sem sentido”, disse Lúdio.

O edital lançado pela Seduc exige, para a inscrição, “laudo médico expedido há, no máximo, 12 meses”, “diagnóstico com a descrição que especifica a espécie e o grau ou nível de deficiência”, e “assinatura e identificação do médico com o respectivo número do registro no Conselho Regional de Medicina (CRM)”. Na representação, Lúdio Cabral argumenta que a exigência desse tipo de documentação deve ser feita na posse, para assumir as vagas, conforme prevê a legislação, e não no ato da inscrição.

Lúdio lembrou que, além de dificultar a inscrição de PCDs, o seletivo discrimina pessoas do grupo de risco para covid-19. Para anular o seletivo de interinos, Lúdio também fez uma representação ao MPE em 29 de outubro, entrou com ação no Tribunal de Justiça no dia 4 de novembro, e apresentou o Projeto de Decreto Legislativo 11/21, previsto para entrar em votação na próxima terça-feira (7).

Leia mais:  Ulysses Moraes faz resgate de três cães em situação de maus-tratos, no município de Sorriso
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana