conecte-se conosco


POLÍTICA MT

Deputado quer Política Estadual de Atenção Integral as Pessoas com Doença Falciforme

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A rede pública de saúde não possui um setor especifico para tratar anemia falciforme e outras hemoglobinopatias. Dados do Ministério da Saúde apontam que no Brasil, a cada 100 mil crianças, 3.500 mil são vitimadas da anemia falciforme, antes mesmo delas completarem cinco anos de idade. Ao constatar essa evidência o deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) propôs políticas públicas que visem garantir a prevenção e a assistência, evitando assim, a alta mortalidade, uma vez que o diagnóstico precoce contribui para redução da doença.

Na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) o parlamentar apresentou Projeto de Lei n° 1090/21 que institui a Política Estadual de Atenção Integral as Pessoas com Doença Falciforme e outras hemoglobinopatias. “Com aprovação da lei será possível que se amplie a conscientização e seja detectada a doença e o traço falciforme seja diagnosticado precocemente podendo assim se evitar graves consequências da doença”, alertou Paulo Araújo.

Algumas ações importantes constam no projeto, uma delas é garantir a implementação da triagem neonatal em conformidade com a portaria GM-MS nº 822/2001, que promoverá à integração da politica estadual de atenção integral as pessoas com doença falciforme com o programa estadual de triagem.  A detecção é feita por meio do exame eletroforese de hemoglobina. O teste do pezinho, realizado gratuitamente antes do bebê receber alta da maternidade, proporciona a detecção precoce de hemoglobinopatias, como a anemia falciforme.

Além disso, outras atuações serão implantadas como a criação de um cadastro estadual de pacientes falciformes e outras hemoglobinopatias assegurados em sigilo e a privacidade, o desenvolvimento de campanhas de esclarecimento público sobre sintomas e o tratamento da doença também estará no programa. Bem como, a importância da realização de exames de rastreamento neonatal, dentre outros.

Leia mais:  Deputado Claudinei apoia a reestruturação do posto da PRF na Serra de Vicente

Anemia falciforme

É uma doença hereditária (passa dos pais para os filhos) caracterizada pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue, tornando-os parecidos com uma foice, daí o nome falciforme. Essas células têm sua membrana alterada e rompem-se mais facilmente, causando anemia. A hemoglobina, que transporta o oxigênio e dá a cor aos glóbulos vermelhos, é essencial para a saúde de todos os órgãos do corpo.

A anemia falciforme pode se manifestar de forma diferente em cada indivíduo. Uns têm apenas alguns sintomas leves, outros apresentam um ou mais sinais. Os sintomas geralmente aparecem na segunda metade do primeiro ano de vida da criança.

Quando descoberta a doença, o bebê deve ter acompanhamento médico adequado baseado num programa de atenção integral. Nesse programa, os pacientes devem ser acompanhados por toda a vida por uma equipe com vários profissionais treinados no tratamento da anemia falciforme para orientar a família e o doente a descobrir rapidamente os sinais de gravidade da doença, a tratar adequadamente as crises e a praticar medidas para sua prevenção. 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Gratuidade no transporte público intermunicipal para servidores da segurança é aprovada na ALMT

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Foi aprovada em primeira votação, durante a sessão desta quarta-feira (01), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o projeto de lei nº 413/2019, que dispõe sobre a gratuidade do transporte público intermunicipal aos Policiais Civis, Militares, Bombeiros e Agentes Penitenciários em atividades no Estado de Mato Grosso. O projeto é de autoria do deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), que é policial penal de carreira e presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária dentro do Parlamento.

De acordo com o parlamentar, afirmando que o fato ocorre com muita frequência, alguns servidores são transferidos de um determinado município para outro, atendendo as necessidades da sua corporação. Essas transferências atribuem um novo custo com transporte público no orçamento destes profissionais.

“Apresentamos este projeto logo no início da nossa legislatura, como forma de fazer justiça econômica para estes profissionais, dando a oportunidade de realizar economia na hora da sua locomoção, saindo de um município para o outro. Mas a nossa iniciativa atende também o servidor que precisa se deslocar pelo Estado a trabalho, sem diárias, ou necessitam comparecer até a sede central do órgão o qual é vinculado”, disse João Batista.

Em seu projeto, Batista determina que o limite de um assento por viagem, seja destinado para o servidor que solicitar a gratuidade com até 12 horas antes da partida estabelecida pela empresa de transporte. Caso não haja disponibilidade de assento no ônibus desejado, os servidores que optarem pela gratuidade, poderão solicitar vaga no próximo horário da condução, sempre apresentando a identidade funcional.

O deputado afirma que irá trabalhar junto aos demais parlamentares, para que o PL seja aprovado em segunda votação, siga os trâmites necessários e seja sancionado pelo Governo do Estado. “Precisamos dar mais dignidade para os nossos guerreiros e guerreiras da segurança pública de Mato Grosso. O transporte público gratuito, seja municipal, ou intermunicipal, é o mínimo do mínimo que o Poder Executivo pode oferecer. É uma ação simples, mas que trará mais dignidade para estes profissionais”, finalizou o parlamentar.

Leia mais:  Gratuidade no transporte público intermunicipal para servidores da segurança é aprovada na ALMT
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

Deputado Claudinei destina R$ 55 mil para o setor da cultura de Vila Rica

Publicado


Deputado Claudinei e vereador Igor de Vila Rica

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

 A Prefeitura de Vila Rica foi contemplada com R$ 55 mil destinados pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL). O recurso vai contribuir para a aquisição de instrumentos musicais e equipamentos para o Centro Cultural e Turístico do município. A ação vai beneficiar crianças e adolescentes; a indicação  foi apontada pelo vereador Igor da Parasul (PDT).

“Gerar novos incrementos para cultura é proporcionar para crianças e adolescentes novos aprendizados e, assim, permitir que não fiquem com o tempo ocioso e não caiam no mundo da criminalidade. É uma gratificação somar com Vila Rica, município que sempre fui muito bem acolhido em todos os momentos que pude estar na região”, declarou Claudinei.

Centro

Igor explica que o Centro Cultural e Turístico estava abandonado e só era um sonho não concretizado. “Logo, foi cedido o espaço para a prefeitura, pois estava abandonado. Eu estive no Centro Cultural. Na verdade, foi uma ideia da Sandrinha que era a secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer. Mas, ali eu vi a garra dela para tirar as crianças e adolescentes da rua, para eles terem um lugar para aprenderem instrumentos musicais. Sentindo todo esse esforço e vontade, ela me mandou as fotos do abandono e aí pensei que tinha que ajudar essa mulher e essas crianças e adolescentes”, lembra o vereador.

Ele disse que ao conhecer o deputado, decidiu apresentar essa solicitação e prontamente ele havia se disposto a somar com o município. “Foi onde eu conheci o deputado Claudinei e pedi, e ele disse que podia fazer a indicação da emenda e elaborar o projeto para poder ajudar Vila Rica. E Deus é tão maravilhoso e o dinheiro está na conta. Só tenho que agradecê-lo e a toda a equipe dele”, agradeceu Parasul.

Leia mais:  Deputados ouvem explicação de Allan Porto sobre processo seletivo

Região – A cidade de Vila Rica fica a uma distância de aproximadamente 1.270 da capital de Cuiabá. Atualmente, conta com cerca de 23 mil habitantes.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana